Espectro

Publicado em Artigos

Espectro


EspectroFoi o abuso de Deus que me fez assim
Veja como Ele é sábio, e como manda
Os seus gêneros imutáveis imitá-lo,
E ainda se rebela sorrindo para mim!

Logo eu, um espectro insano e maldito,
Que de longas noites e largos dias
Me vejo apodrecido num lápide fria,
E mesmo enquanto vivo era só espírito!

Oh, Deus, imensurável seja Tua ira,
Sobre aquele corpo que tomaste como Teu,
Um cálice covarde, um vinho e uma lira,
E os sonhos torpes do Inferno ao Céu!

Como provaste Teu cálice era maior,
Que a dúvida do Teu filho diante do ateu!
E o sangue que da Cruz se transformou
Em um amor que Ele nunca recebeu.


*Paulo Carvalho - jornalista, poeta e escritor.

 

 

 

@ Editorial - Que tipo de cidadão é você?

Publicado em Artigos

Logo jornal A Notícia do ValeSe você se corrompe facilmente quando está no poder ou chegou lá através de atos ilícitos, de acordos político-partidários, de apadrinhamentos nada decentes, com certeza você não é um bom exemplo de homem público muito menos de cidadão.

Infelizmente a política nacional está cheia desses exemplos, que ao invés do povo copiá-los deve mesmo é execrá-los da vida pública. Não são dignos de nos representar, não deviam ao menos ter direito a ser votados, e não adianta dizer que pra isso tem punição com a lei da ficha limpa. Que lei? Aquela fantasiosa que mais cobre do que pune? Aquela que a nação aplaude, mas que na verdade absolve criminosos do erário, dando a eles “legítima defesa” e mais uma série de privilégios para continuarem usufruindo das “tetas do governo”? Não, não é esta lei que o Brasil precisa, até porque ela não existe como deveria existir.  

Quantos criminosos políticos voltaram à vida pública, depois dessa lei? E se ainda não voltaram, estão prestes a voltar, porque seus “respeitosos” advogados farão até o impossível para provar o quanto seus “clientes” são inocentes.

São “Deuses”? Querem ser, e não descansam enquanto não conseguem. Estamos e vamos continuar convivendo com essa lama ainda por muito tempo, porque daqui que se prove o que certas leis acobertam, o país já foi pro inferno com milhões de brasileiros vivendo de esperança, aquela que nunca morre, mas nos mata todos os dias.

E nós não podemos condenar o povo brasileiro pelo “jeitinho” que arranja para sobreviver. Porque se mirarmos nos exemplos que temos daqueles que elegemos para cuidar do nosso país, lamentavelmente seremos cópias fiéis dessa corrupção que “não tem jeito e nunca terá”.

Não vamos condenar porque já sabemos de onde esse “jeitinho brasileiro” vem. Mas podemos tentar mudar, embora decepcionados, porque enquanto tentamos consertar o nosso país com nossa honestidade, ética, civilidade, aqueles que deveriam nos dar o bom exemplo e até se juntar a nós fazem justamente o contrário, e são os mais privilegiados, os mais premiados, e sempre voltam ao poder rindo na cara do povo.

A Justiça, para não ferir a “Lei”, absolve criminosos, afinal, não existem provas contra eles, o que existem são “convicções” e uma série de delações onde todos, mas todos mesmo são premiados. 

 

 

Silvio Costa: "Liderança de Lula traduz gratidão dos pernambucanos"

Publicado em Artigos

Silvio e LulaDesde que o ex-presidente Lula deixou a Presidência da República, setores da grande mídia e da opinião pública - que não toleram as políticas de inclusão social promovidas pelos governos do PT - tentam transformá-lo no grande vilão do Brasil. Inventaram um apartamento que não é de Lula, um sítio que não é de Lula e que Lula fez tráfico de influência para beneficiar um dos notórios delatores da Lava Jato. Bateram pesado quando Lula foi nomeado ministro da presidente Dilma.
Esses setores disseram que o ex-presidente queria conseguir o foro privilegiado, mas foram cordiais com a nomeação de Moreira Franco, do PMDB, para ministro de Michel Temer. A verdade é que há cinco processos contra o ex-presidente Lula e já foram ouvidas 102 testemunhas, inclusive as sugeridas pelo Ministério Público Federal, mas nenhuma delas acusou o ex-presidente de qualquer irregularidade. Repito: todas inocentaram o ex-presidente.
Grande parte das pessoas que combatem o ex-presidente Lula assistem às mesmas TVs, leem as mesmas revistas e jornais, escutam as mesmas rádios e trabalham na Avenida Paulista ou nas avenidas semelhantes das capitais brasileiras com seus escritórios luxuosos. Esses adversários do ex-presidente frequentam os mesmos restaurantes e moram no Morumbi, Leblon ou em bairros equivalentes nas maiores cidades brasileiras.
Os adversários do ex-presidente, que moram em Pernambuco, com certeza estão surpresos com o resultado da pesquisa do Instituto Maurício de Nassau publicada por um dos jornais do nosso Estado. Eles não conhecem o povo de Pernambuco. O ex-governador Manoel Borba já disse que “o pernambucano só se curva para agradecer”. E é exatamente por causa do espírito de gratidão e lealdade do povo pernambucano que o ex-presidente Lula tem 65% das intenções de voto para a eleição presidencial de  2018.
Os que aprovam o ex-presidente sabem que foi Lula quem mais trabalhou pelo nosso Estado em 500 anos de história. Essa grande maioria que apoia o ex-presidente Lula revela que reconhece a lealdade e a gratidão como princípios fundamentais do homem e valores essenciais da política que, na maioria das vezes, não são exercidos pela classe política.
 A memória é um componente inexorável da personalidade humana. Ao contrário do que demonstra em relação ao ex-presidente Lula, a imensa maioria dos pernambucanos reprova o governo estadual do PSB. Além de rejeitar a péssima gestão do PSB, 74% dos pernambucanos estão dizendo, também, que na vida e na política a lealdade é uma virtude que não tem preço.
Em um dos momentos mais difíceis dos ex-presidentes Lula e Dilma, o PSB e alguns dos seus aliados esqueceram tudo o que os governos Lula e Dilma fizeram por Pernambuco e, de forma agressiva, trabalharam e votaram a favor do impeachment da ex-presidente. Uma das maiores traições partidárias da história da República. O povo tem memória.
No próximo dia 3 de maio, os olhos do Brasil estarão voltados para Curitiba, onde o ex-presidente Lula dará depoimento ao juiz Sérgio Moro. Não conheço nenhum artigo da Constituição que condene um brasileiro ou brasileira por causa do desejo de uma pequena parte da mídia e da opinião pública. Não tenho dúvida que em 2018 o ex-presidente Lula, mais uma vez, será reconduzido à Presidência da República.
* Sílvio Costa (PTdoB) é vice-líder da oposição na Câmara dos Deputados.
Foto: divulgação.

Raimundo Amarildo, 52 anos de Rádio

Publicado em Artigos

Raimundo AmarildoRaimundo Campos Silva conhecido popularmente como “ Raimundo Amarildo “ em alusão ao grande craque AMARILDO do Botafogo Futebol Regatas time do seu coração, nascido na cidade de Petrolina- PE, mas, Juazeirense por adoção, tendo recebido também, título de cidadania através do Vereador Valmir Campêlo.

Amarildo, um defensor aguerrido e apaixonado pelo futebol, treinou diversas equipes sendo campeão várias vezes como treinador, inclusive, da Seleção Municipal e pelas tradições locais como o carnaval, ele já apresentou o Programa “ Coisas do Carnaval ” com os radialistas Geraldo José e Geraldo Messias” justamente nasceu aí neste período, o envolvimento com a cultura popular que lhe deu respaldo para o rádio. Dono de um timbre de voz inigualável e de uma linguagem carregada de gírias futebolísticas que alegra a galera como: “ fera”, “cevada “,” é verdade, é verdade”, “evidentemente”.

Neste dia de hoje, está comemorando, 52 anos de rádio, uma pessoa muito simples até na vestimenta bem ao estilo boêmio, é mais um personagem que contribui com sua própria história para homenagear este grande nome da radiofonia Sanfranciscana. 


Conheci Amarildo desenrolando quase uma centena de um emaranhado de fios para fazer a transmissão esportiva no Estádio da Associação Rural em Petrolina pela Emissora Rural, sua primeira empresa. Foi assim, que foi ganhando intimidade com o microfone e depois garantindo seu espaço. Já adianto que não guardo datas, mas asseguro que nessa primeira fase ficou uma boa temporada na Emissora Rural. Mas o seu amor por Juazeiro já tinha se instalado e logo, logo estava na Rádio Juazeiro AM, nesta emissora foi repórter e comentarista, e no Diário da Região colunista esportivo, onde trabalhou alguns anos e por último Rádio Cidade onde está há mais de 15 anos apresentando o Programa “ Panorama Esportivo “.

Como eterno saudosista gosto de relembrar os bate-papos, que tínhamos, não só as piadas do meio esportivo, mas também os amigos que a gente fez ao longo destes anos. Cito mais uma vez minha admiração por este amigo que dispensa comentários porque mais que um amigo, é um irmão, e especialmente para manter viva a memória do nosso futebol, este nome merece ser resguardado na radiofonia como grande comunicador de massa.

PARABÉNS “REI” RAIMUNDO AMARILDO! Pelos 52 anos de rádio.

Valtertlino Pimentel ( Pinguim )

O mal por si se destrói

Publicado em Artigos

A Operação Lava Jato completou três anos de atuação, sob a coordenação do juiz Sérgio Moro. Ela foi instituída com a finalidade de combater a corrupção e prender os corruptos. Mas, nesse período o juiz Moro esqueceu os verdadeiros corruptos do PSDB, do DEM e do PMDB, e focou somente em Lula e no PT. Os bandidos "tucanalhas" são a maioria no Congresso, entretanto, nenhum deles foi ao menos intimado para prestar esclarecimentos.

Moro teve apoio da mídia e da população brasileira, mas não aproveitou para fazer o seu trabalho com seriedade e lisura de um juiz que se preza. Ele poderia ter acabado com a corrupção no Brasil, mas antes de ele entrar para a magistratura já dizia para os colegas advogados: "meu sonho é um dia ser juiz e prender o Presidente Lula". Esse ódio que ele nutre de Lula impediu que ele realizasse seu trabalho com sucesso. Aos poucos o povo brasileiro foi chegando à conclusão de que Moro não tinha a mínima intenção de combater a corrupção, e sim, prender Lula e desmoralizar sua Família!

Moro é uma mistura de juiz arrogante, perseguidor, vingativo, arbitrário e exibido. No seu desespero de prender Lula e impedi-lo de voltar a ser o Presidente da República, Moro prendeu um jornalista que o criticava em vir perseguindo Lula sem motivos. Mas, ele se deu mal, porque a imprensa do mundo inteiro caiu sobre ele com duras críticas.

Moro perdeu o apoio da mídia, com quem sempre contou para alcançar a alcunha de "herói nacional". Agora, sem apoio da imprensa, ele está depressivo e desestimulado, e chegou a uma conclusão de que "TUDO ESTÁ PERDIDO", vindo a entrar com um pedido junto ao STF para sair da Lava Jato. É como diz o ditado: O MAL POR SI SE DESTRÓI !

Por Wilson Dias

Jornalista e escritor