Morre em Casa Nova o professor Walter Miranda

Publicado em Casa Nova

13256272 995080947266860 8976100183490227999 nMorreu na tarde desta quinta-feira na cidade de Casa Nova, o Professor Walter Miranda, para os mais íntimos era apelidado de Pererê. Ele enfartou e mesmo chegando a ser socorrido pelos médicos no hospital local não resistiu e morreu.

O professor Walter era querido pelos alunos, os colegas professores e por toda a população casanovense. “Não é porque morreu, mas era visto por todos como uma pessoa maravilhosa.” Disse uma colega de Pererê.

Pererê tratava os amigos, tipo assim: Boa noite abençoado, valeu irmão...Tudo na santa paz!

"Ele era não somente professor, mas amigo, companheiro, brincalhão, humilde, colega, etc. DEIXOU PARA NÓS UM LEGADO DE UM BOM PROFISSIONAL NA ÁREA DE EDUCADOR. QUE O ESPÍRITO SANTO DE DEUS ESTEJA CONFORTANDO NÃO SÓ A NÓS PROFESSORES, MAS TODA SUA FAMÍLIA. VÁ EM PAZ PERERÊ. JÁ MAIS IREI ESQUECER O MENINO BRINCALHÃO." Disse a colega professora, Elian Pereira, na sua página.

Walter Miranda viveu 55 anos 6 meses e 3 dias. Ele nasceu dia 20 de setembro de 1961 e faleceu dia 23 de março de 2017.

Está previsto para as 16 horas o sepultamento do professor Walter.

 

Audiência Pública debate segurança em Casa Nova

Publicado em Casa Nova

Instituições pedem apoio da população no combate a criminalidade.

Casa Nova 3A insegurança que toma conta do município de Casa Nova, e que nos últimos meses tem crescido de maneira assustadora, foi tema de uma audiência pública, provocada pela população, na terça-feira, dia 21, no Fórum da cidade.

A discussão foi formada por diversas instâncias do poder público, como o executivo, legislativo e judiciário, além de manifestantes; comerciantes; representantes do Conselho Tutelar; do Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (CMDCA); Polícias Militar e Civil, Associação Comercial e igreja católica, que atenderam ao convite do Conselho Municipal de Segurança Pública, um dos articuladores da audiência.

Os órgãos do Judiciário, como o Ministério Público, juntamente com as instituições de segurança da cidade, estiveram à disposição da comunidade local e das representações da sociedade, para ouvir “as inquietações e demandas” do povo casanovense que vem sofrendo com a bandidagem que tomou conta da sede e interior do município.

O Salão do Júri do Fórum da cidade estava lotado, e entre populares, gestores, educadores, também alguns vereadores que questionaram a postura do governo do estado diante da insegurança instalada em Casa Nova. Vereadores como Alex de Santana e Ademir Cota, cobraram do prefeito Wilker Torres o funcionamento das câmeras de monitoramento. “Inibir pelo menos a ação dos bandidos”, disse Alex, acrescentando que a geração de emprego na cidade também ajudaria no combate a este problema. “Nós temos que defender muito o emprego, fazer políticas públicas voltadas à questão do emprego”.

“Palco político”

O vereador Ademir Cota também cobrou o rápido funcionamento das câmeras e a atuação mais presente do Estado, através das polícias civil e militar. “O governo do estado deixa muito a desejar”, disparou.

Um dos representantes da comunidade, Tiago Bonfim, endossou as palavras dos vereadores e desabafou, “O governo do estado é muito omisso em Casa Nova. Estamos à mercê da bandidagem”. A promotoria fez questão de lembrar a todos na audiência que o foco principal daquela reunião é a violência em Casa Nova “e o que podemos fazer para combatê-la”. “Não vamos fazer disso um palco político, pois não agrega nada”.

Casa Nova 1Demandas da população, como mais viaturas; proibir o uso de capacetes escuros; melhores condições de trabalho das polícias civil e militar; ampliar os programas sociais de amparo aos menores, como o “Mais Educação”, geração de emprego; urgência no funcionamento das câmeras de monitoramento da cidade; combate aos aliciadores de menores e ao uso das drogas; investir mais na cultura, através do Fundo de Cultura, foram as mais frequentes cobradas na audiência.  

Para o representante dos grupos culturais na cidade, Cláudio da Cultura, as comunidades precisam de mais arte e cultura. “É preciso dar mais atenção para as comunidades carentes. Se a gente trabalhar nas comunidades o teatro; a poesia; a música; a dança, com os nossas crianças e adolescentes, tudo pode melhorar. A cultura é uma forma de prevenir”, acredita. Cláudio ainda lembrou que toda essa violência na cidade envolve menores. “O rapaz que tomou o celular da minha filha é uma criança”, desabafa.

O poder das drogas

Representantes dos conselhos Tutelar e o CMDCA destacaram a problemática das drogas e ao aliciamento de menores na sede e interior do município. De acordo com os conselhos, é forte o poder das drogas nas comunidades carentes, principalmente no interior. “Santana, por exemplo, é uma localidade com problema de cidade. E a raiz de toda essa violência é a DROGA”, disse a representante do Conselho.

“A igreja faz a sua parte, mas é pouco, são nossas crianças e adolescentes aliciados pelo poder das drogas. Temos que combater quem está oferecendo a droga”, desabafa. Segundo diagnóstico dos Conselhos Tutelar/CMDCA a droga está disseminada em várias localidades do interior, além de Santana do Sobrado, também em Pau-a-Pique, Bem Bom e outras.

O Ministério Público se dispôs a concentrar esforços para resolver o problema da violência e principalmente das drogas e dos aliciadores, e pediu a população para denunciar “as bocas” de onde saem essas drogas.  O representante do Judiciário ressaltou que seu papel é de absolver ou condenar e é preciso que haja provas o suficiente sobre o “mercantilismo das drogas”.

Casa NovaPara o delegado da Polícia Civil em Casa Nova, Clériston, tudo o que a Civil pode fazer está fazendo, mas o problema maior é de efetivo. “Não estamos sendo omissos, mas devo dizer que tiramos leite de pedra”. Sobre o atendimento o delegado disse que seu horário é o administrativo e nesse horário sempre atendeu todas as demandas da população.

A Polícia Militar, através do coronel Ubiratan, também esclareceu sobre os problemas operacionais de sua unidade, mas lembrou que está recebendo uma viatura nova, e outra que está em conserto.

“Nosso trabalho é preventivo, e embora com as dificuldades que temos, ainda prestamos um bom serviço à Casa Nova”, disse, lembrando ainda que com a operação das câmeras de monitoramento, e com o apoio da prefeitura, esse trabalho de prevenção será mais eficiente.

O prefeito de Casa Nova, Wilker Torres, disse que vai disponibilizar 12 funcionários do município para a operação das câmeras de monitoramento.

“Estamos fazendo uma seleção e com o apoio da Polícia Militar vamos trabalhar em sintonia para reforçar o trabalho de prevenção e combate à criminalidade, principalmente na área comercial, também uma demanda dos comerciantes da cidade”. O prefeito disse também que vai ampliar e melhorar o programa “MAIS EDUCAÇÃO”, incluindo no programa a merenda escolar.

“Uma forma de fazer com que os pais mandem seus filhos para o programa, e assim possamos trabalhar com estas crianças e adolescentes as políticas públicas de educação, prevenção e cidadania”, concluiu.

O prefeito Wilker Torres aproveitou para anunciar que no próximo dia 31 estará em audiência com o secretário de Segurança Pública da Bahia, e levará as demandas do povo de Casa Nova.

Por Paulo Carvalho

Fotos: Luiz Washington

 

 

 

 

 

 

 

   

 

 

Casa Nova terá em breve, um novo abatedouro público

Publicado em Casa Nova

17308789 719667671544086 8489421035914454323 nO prefeito de Casa Nova Wilker Torres, esteve na última sexta feira nas dependências da  Codevasf em Juazeiro/BA, acompanhado do seu irmão Wallison (TUM), que é assessor parlamentar do deputado Bebeto Galvão, levando ao superintendente Misael Neto, uma emenda de novecentos mil reais, do deputado Bebeto, para a construção de um novo abatedouro público na cidade de Casa Nova.

O Prefeito Wilker Torres assinou o convênio com a Codevasf e logo em seguida os interessados se sentaram com a equipe técnica para tratar da elaboração do projeto de engenharia.

O Prefeito aproveitou a oportunidade para cobrar de Misael Neto a conclusão da adutora que beneficiará as localidades de Serra Branca, Lagoado e Luiz Nunes.

Certo da construção de um novo abatedouro em Casa Nova, antecipadamente, a população, através dos seus representantes, agradece ao deputado federal Bebeto Galvão, pela confiança e também por saber que agora vai poder comer carne de procedência.

Foto: Divulgação

Começam nesta segunda-feira as aulas em Casa Nova

Publicado em Casa Nova

Independente de uma greve nacional prevista para quarta-feira 15, as aulas nas 190 escolas municipais da sede e do interior do município de Casa Nova começam nesta segunda-feira  13 de março.

São 13.000 alunos que além das aulas que terão diariamente, vão receber merenda de primeira qualidade. Quem garante é o prefeito Wilker Torres, “Nossos alunos precisam estar bem alimentados para ter uma aprendizagem de boa qualidade”.

IMG 20170312 WA0034

Aguarde matéria completa!