Município de Curaçá realiza obras na BA-210

Escrito por Luiz Washington . Publicado em Curaça

210 v0kmjuNessa quinta-feira (17), o Prefeito Carlinhos Brandão realizou acompanhamento de obras municipais (cascalhamento e nivelamento) na BA-210, trecho que liga a Sede ao Distrito de Riacho Seco. O objetivo é melhorar o trânsito e, consequentemente, o escoamento de produtos das comunidades e povoados circunvizinhos.

Para a realização do serviço estão sendo utilizadas várias máquinas: patrol niveladora, pá carregadeira, caçamba e caminhão pipa em alguns trechos. “Hoje estamos passando a máquina patrol para melhorar a estrada de Curaçá com programação de serviço até a divisa do Município com Abaré-BA; o que dá mais ou menos uns 100 km. Os motoristas reclamam muito da trepidação e que os carros quebram por causa dos buracos”, disse o Encarregado de Campo, Luiz Carlos da Silva. Carlinhos Brandão falou sobre o serviço. “Nós sabemos que esse trecho é de responsabilidade do Estado, mas sempre existem parcerias entre os governos. Nesse momento, nós pensamos em beneficiar os transportadores que estão sofrendo com essa estrada. Temos o maquinário e sempre estamos utilizando ele para benefício do povo”, ressaltou o Prefeito.

A população tem aprovado a iniciativa. “O serviço é algo bom para nós, sendo uma demanda já antiga da população. Esperamos que serviços como esse continuem sendo desenvolvidos em Curaçá”, disse o comerciante José Nilton Pereira. Ainda de acordo com Luiz Carlos, a previsão é que o cascalhamento esteja pronto em cerca de 20 dias. “Estamos trabalhando; vamos ter uma pausa na Semana Santa, mas retornamos para concluir”, garantiu o Encarregado.   

O trabalho com estradas é uma marca do Governo Municipal – nossa gente em primeiro lugar desde 2013; com mais de dois mil e quinhentos quilômetros beneficiados até aqui, por todo o Município. De acordo com informações da Secretaria Municipal de Infraestrutura e Serviços Públicos (SIESP), a próxima estrada a ser reformada é a que margeia o Rio São Francisco, no trecho Riacho Seco até Pedra Branca.

Ascom

Policiais de Curaçá realizam prisão de traficantes

Escrito por Luiz Washington . Publicado em Curaça

IMG 1759

45ª CIPM realiza prisão por tráfico de drogas durante operação "Aprisco"  No dia 24.02.2016, por volta das 06h40, durante operação Aprisco, policiais militares da 45ª CIPM / Curaçá efetuavam abordagens da BA 210, quando ao abordarem o ônibus que faz a linha Agrovilas a Juazeiro, foi encontrado no inteiro do veiculo 250 gramas de maconha e 96,9 gramas de crack, além de 02 (dois) celulares.


Assumiram serem os donos da droga Valtemir Alves da Silva, Meyriane dos Santos Carvalho e Joice da Silva Souza. Todos foram presos em flagrante e apresentados a delegacia de policia civil em Curaçá para adoção das medidas pertinentes.

 

Informação: 45ª CIPM


Diversidade marca Carnaval de Curaçá

Escrito por Luiz Washington . Publicado em Curaça

x 15De 5 a 9 de fevereiro Curaçá festejou o Carnaval – 2016. A folia reuniu centenas de pessoas e foi marcada pela diversidade cultural típica da Cidade. A realização foi dos blocos locais e da Secretaria Municipal de Educação, Cultura e Desporto (SECD), por meio do Departamento de Cultura (DMC), com o apoio da Assessoria de Comunicação da Prefeitura e do Serviço Autônomo de Água e Esgoto (SAAE).

Na sexta-feira (5), houve a abertura oficial da Festividade, na Praça Raul Coelho, por volta das 20h, com a participação da Filarmônica José Amâncio Filho, de Abaré-BA e o recurso do carro de som, animando o público nas ruas da Cidade. O tradicional bloco ‘Caretas’ também participou e impressionou pela criatividade das máscaras e adereços utilizados. No sábado (6) e no domingo (7), teve a continuidade da tradicional “molhação”. Foram instalados em lugares estratégicos, pelo SAAE, pontos de água para a realização da brincadeira, a qual reuniu especialmente crianças e adolescentes, que enchiam suas bombas (feitas de canos) e se refrescavam, molhando uns aos outros. Na segunda-feira (8), houve o desfile dos blocos Pitu Fest e Berro do Jegue; ambos utilizaram o som de paredão e levaram o público a dançar até a madrugada. “Nós saímos desde o ano de 2001 na Festa dos Vaqueiros e no Carnaval é a segunda vez que participamos. Tem dado certo e desejamos dar continuidade ao trabalho. Foi bastante animado e este ano contamos com a parceria da Prefeitura”, frisou Júnior Bahia (Berro do Jegue).  

Na terça-feira de Carnaval a folia seguiu com a molhação e as diversas fantasias e brincadeiras nas ruas, inclusive com a participação do Bloco das Virgens, que abrilhanta a folia há quase 40 anos. O primeiro grupo a entusiasmar a população, já no período da tarde, foi o ‘Brincantes da Rua de Baixo - RDB’, formado por crianças, as quais cantaram músicas brasileiras acompanhadas de tambores e percussão. Enquanto isso, na Praça dos Viveiros, se apresentava o bloco Bichos Escrotos (21 anos de existência), juntamente com ‘Esquadrão 9’, os quais investiram na diversidade musical: rock, axé e regionalista. Já no fim da tarde, a folia ficou por conta dos blocos: ‘Minha mãe deixa’, ‘Quem manda sou eu’, ‘Pague Menos’, ‘Berro do Jegue’ e ‘Vem pra Rua’, o qual trouxe o tradicional banho de cheiro, com o caminhão pipa. “Queremos agradecer primeiramente a Deus por tudo te ocorrido bem em nosso bloco e também aos que contribuíram para que estivéssemos na avenida, em especial os foliões”, ressaltou um dos coordenadores do ‘Vem pra Rua’, Ezequiel Macedo. O grupo de Capoeira ‘Redimidos’ também se apresentou na Praça de Eventos.

O Diretor Municipal de Cultura, Sérgio Ramos, fez avaliação positiva da festividade. “O Município de Curaçá tem uma cultura riquíssima que ficou bastante visível nesses dias de festa, nas diversas manifestações trazidas pela própria população. Quero agradecer a todos os que contribuíram para o nosso Carnaval Cultural; lembrando que sabemos do momento de crise enfrentado pelos municípios, mas utilizamos o investimento do Fundo de Cultura, que é destinado para programações culturais e abusamos da criatividade, demonstrando que podemos nos divertir com o que temos”, salientou Ramos. “Precisamos perpetuar a nossa cultura para que ela não morra”, disse a estudante Fabiana Dias.  O Evento contou ainda com o apoio da Rádio Curaçá FM; da Secretaria de Saúde, que disponibilizou ambulância e da Polícia Militar que garantiu a segurança dos presentes. O Conselho Tutelar orientou a população a respeito da proibição da venda de bebidas alcoólicas para menores e sobre o enfrentamento ao trabalho infantil.

Informações da Assessoria de Comunicação da Prefeitura de Curaçá

Expedição se despede de Curaçá

Escrito por Luiz Washington . Publicado em Curaça

A 1Expedição no Rio São Francisco de Bike se despede de Curaçá

A ‘Expedição no Rio São Francisco da nascente à foz de Bike (ERSFB)’ se despediu de Curaçá nesse sábado (16). Um grupo composto de três de ciclistas de Brasília realiza a expedição da nascente do Rio, na Serra da Canastra (Minas Gerais), com destino à foz, na divisa dos estados de Alagoas e Sergipe. De acordo com os organizadores, a campanha deve terminar dia 27 de janeiro e o objetivo é acompanhar o Rio o mais próximo da sua margem evitando as rodovias, a fim de conviver com as comunidades ribeirinhas incentivando e divulgando a prática do cicloturismo no Brasil. O desafio foi dividido em duas etapas: a primeira em 2015, com 20 dias atingindo um total de 1.328km (média de 68 km por dia); e a segunda etapa em 2016, perfazendo 1.300 km em 20 (média de 59 km por dia).

Em Curaçá, os ciclistas chegaram na tarde da sexta-feira (15). Tiraram fotos em vários pontos históricos e ambientais da Cidade. À noite, conheceram e dialogaram com alguns ciclistas locais, a exemplo de Seo Rege, o qual fez companhia aos expedicionários no dia seguinte, no trecho Curaçá-Riacho Seco. Naquele Distrito, os expedicionários conversaram com alguns comunitários e entregaram o tradicional quite da Expedição à Professora Marilene Maria de Oliveira, como também foi feito ao Secretário de Governo, Josemário Brandão, na última sexta-feira. A Equipe da ERSFB é formada por: Régis Benes (Coordenador da Expedição), Naufro, Carlos Benes e Henrique Bruxelles (Apoio). Os ciclistas Juarez Vieira e Alexandre Tortoli também eram integrantes da Expedição na primeira etapa.

“Esse era um projeto antigo. No Brasil, essa modalidade, ainda é uma coisa nova e com poucos praticantes. A referência do cicloturismo é a Estrada Real que liga Diamantina (MG) a Parati (RJ). Como forma de valorizar o Rio e despertar para outras pessoas fazerem, escolhemos o São Francisco”, Explicou, Régis Benes, ciclista que era do motocross, mudou para a bike; e já fez cicloturismo em Santiago de Compostela (Espanha) e Patagônia (Argentina). Régis também explicou como foi o planejamento e fez menção à receptividade que teve em Curaçá. “Nesse planejamento fizemos um trekking logger com GPS, mapeando todo o percurso do Rio por bicicleta, num total de aproximadamente dois mil e seiscentos quilômetros. Outros que quiserem fazer já tem disponível. Fizemos em etapas, pensando no apoio e também em não estar tanto tempo longe da família. Aqui em Curaçá, ficamos encantados com a hospitalidade e estamos impressionados porque tem uma turma do pedal já muito animada; tem o Seo Rege. Curaçá precisa ser redescoberto para o Brasil”, conclui Benes, o qual agradeceu o apoio do Governo Municipal de Curaçá e recomendou aos demais amante do pedal uma consulta no perfil da Expedição no Facebook:

https://www.facebook.com/velhochicodebike

Foto: Ascom Prefeitura de Curaçá 

Governo entrega tecnologias em Curaçá

Escrito por Luiz Washington . Publicado em Curaça

C 1Consórcio e Governo entregam tecnologias hídricas em Curaçá

Mudas de plantas foram entregues aos agropecuaristas

Na manhã dessa segunda (11), na Quadra do Colégio Ivo Braga, mais de duzentos agropecuaristas receberam, do Consórcio de Desenvolvimento Sustentável do Território do São Francisco (CONSTESF) e o Governo Municipal de Curaçá, 327 tecnologias sociais entre: cisternas de consumo humano (16 m³), cisterna-enxurrada (de produção) e barreiros-trincheira. Os benefícios são oriundos de verbas federais com a contrapartida do Consórcio e da Prefeitura e atenderam agropecuaristas de: Riacho Seco, São Bento, Pedra Branca, Patamuté, Barro Vermelho, Agrovilas, Comunidade Quilombola de Nova Jatobá e Comunidade Indígena Aitkun. Na Solenidade de entrega, também foram distribuídas mudas aos agropecuaristas, assim como, em casos específicos, cestas básicas e dinheiro para compensar custos dos comunitários durante o processo de construção das tecnologias. Além dos produtores rurais, participaram do Evento: o Coordenador geral de campo do CONSTESF, Mauro Macedo; o Articulador Político do CONSTESF, Victor Berti; os técnicos: Neto e Odailson Oliveira (do Centro de Assessoria do Assurua) e Fábio (Consórcio); o Vereador Januário Brandão; o Secretário de Governo, Josemário Brandão e o Prefeito de Curaçá, Carlinhos Brandão.

A Solenidade foi aberta pelo Assessor de Comunicação da Prefeitura de Curaçá, Maurízio Bim, o qual expôs as diretrizes e objetivos do Projeto ‘Consórcio do São Francisco’, que abrange, além de Curaçá, também: Pilão Arcado, Juazeiro, Uauá, Sobradinho, Casa Nova, Remanso, Sento Sé, Campo Alegre de Lourdes e Canudos. Após, Mauro explicou a importância do benefício. “Os barreiros e as cisternas de 52 mil litros servirão para as famílias produzirem seus alimentos, e a gente pede a Deus que todas fiquem cheias para que possam colher os frutos e favorecer as famílias por muitos e muitos anos”, disse Mauro. Victor falou da CONSTESF e como as tecnologias chegaram a Curaçá. “O Consórcio é uma associação de prefeitos que busca melhoria para todas as cidades. A gente tem conseguido muito nesse processo. Ressalto o empenho do Presidente do Consórcio, o Prefeito de Sobradinho, Luiz Berti; e o apoio de Carlinhos Brandão, pois juntos buscamos os investimentos e agora está aí, e Curaçá sendo o primeiro município 100% atendido com o Projeto”, evidenciou o Articulador. “Tivemos falhas em alguns trabalhos, por isso pedimos desculpas. Mas eu estou muito feliz que as pessoas estejam aqui recebendo essas obras. Agradeço a todos por terem participado dessa luta”, discorreu Odailson. Januário enfatizou a importância dessas tecnologias hídricas e revelou que muitas delas já estão cheias, graças as recentes chuvas que caíram por todo o Município. Após, o Prefeito de Curaçá falou do trabalho conjunto entre as três instâncias de governo e o Consórcio. “Começamos junto com o Consórcio correndo atrás dessas cisternas. Não foi fácil, mas temos hoje uma presidenta e que está do lado do povo mais sofrido, o povo nordestino; também temos um governador que nos apoia, Rui Costa. Com isso conseguimos. E eu falava a Luiz Berti, tem que ser primeiro Curaçá e acabou que fomos os primeiros atendidos. Tudo isso tem prazo e não pode brincar, mas conseguimos, porque nós todos nos juntamos. Também estamos botando as máquinas da Prefeitura em mais obras para o homem do campo, pois eu sei o que ele sofre. Eu vim da fazenda e já vi animal morrer de sede. Por isso a gente tem que dar condições ao homem do campo, para que ele não saia e venha para a cidade. Estamos lutando também no Luz para Todos e outros programas”, revelou Carlinhos.

O Evento terminou com a entrega de mudas e outros benefícios aos agropecuaristas. “Estou muito feliz. Agradeço a Deus e também o Prefeito Carlinhos que olhou por nós”, falou o Produtor Rural Luiz Ribeiro, do Sítio de Alexandre, o qual recebeu, simbolicamente, uma muda de planta, das mãos dos promotores do Projeto, juntamente com Ana Paula Vaqueira, da Fazenda Saco Bonito.

(Ascom) da Prefeitura de Curaçá