Começa a remoção do gramado do Adauto

Ligado . Publicado em Juazeiro

Estádio 01Começa a remoção do gramado do Estádio Adauto Moraes em Juazeiro

A empresa Green Gramados iniciou nesta segunda-feira (16), a remoção do gramado do Estádio Adauto Moraes, em Juazeiro. Esta ação é a uma das etapas para que a praça de esportes receba o plantio de uma nova grama.

Segundo o Secretário de Educação e Esportes, Clériston Andrade, a empresa se comprometeu em desenvolver os trabalhos em ritmo acelerado. “Nossa preocupação é que o estádio esteja apto a receber jogos já a partir das primeiras rodadas do Campeonato Baiano, o que nos garantiria tranquilidade quanto a Copa do Nordeste, prevista para fevereiro”, disse Clériston.

A obra compreende implantação de um moderno sistema de irrigação e toda preparação do solo para recebimento da grama, que será do tipo bermuda – o mesmo usado nos estádios da Copa do Mundo, e está sendo acompanhada pela Superintendência de Desportos do Estado da Bahia – SEDESB.

Além da troca do gramado, outras intervenções serão feitas com recursos da Prefeitura, como a reforma das cabines de imprensa, reforço da iluminação, instalação do sistema de para-raios, pintura nova e instalação de cantinas.

 

Emanuelle Lustosa/SEDUC

Codevasf suspende perfuração de 109 poços

Ligado . Publicado em Juazeiro

001Sem dinheiro, Codevasf suspende perfuração e instalação de 109 poços na Bahia

A Companhia de Desenvolvimento do Vale do São Francisco (Codevasf), subordinada ao Ministério da Integração Nacional, interrompeu o contrato que pretendia perfurar e instalar 109 poços tubulares em diversos municípios baianos na região de Juazeiro. O extrato de interrupção emitido pela 6ª Superintendência Regional da companhia foi publicado nessa segunda-feira (16) no Diário Oficial da União (DOU) pela segunda vez e alega falta de recursos para executar as obras.

Em junho, o mesmo contrato com a empresa Geofort Hidrogeologia e Construções já havia sido suspenso por 120 dias, prazo que encerraria no último dia 5 de novembro, mas o novo ato publicado prorroga a suspensão do contrato por mais 120 dias.

Os poços tubulares são uma alternativa no interior baiano para driblar os efeitos da seca e permite aos habitantes de áreas rurais contarem com água para seu sustento. Agora, o contrato poderá voltar a ter vigência somente em 03/03/2016.

 

Por Aparecido Silva/bocaonews

Operação Pipa abastece 395 comunidades

Ligado . Publicado em Juazeiro

Operação Pipa abastece 395 comunidades rurais em Juazeiro

PICT0110Mais 150 mil de litros de água potável já foram distribuídos na zona rural de Juazeiro este ano para abastecer as famílias que sofrem com a estiagem prolongada e que ainda não possuem sistema de abastecimento de água. Os trabalhos fazem parte da Operação Pipa, desenvolvidos pelo Ministério da Integração e Exército Brasileiro, em parceria com 72ª Batalhão de Infantaria Motorizado de Petrolina (72ª BIMtz) e Prefeitura de Juazeiro através da Coordenação Municipal da Defesa Civil (COMDEC). O serviço atende atualmente 395 comunidades rurais no município, num total de 22.700 pessoas.

A Operação Pipa tem como objetivo o fornecimento de água potável para as famílias dos municípios prejudicados pela estiagem prolongada. A água distribuída é colocada em cisternas comunitárias, onde várias famílias podem ter acesso e também em cisternas individuais cadastradas pelo Ministério da Integração. Atualmente estão em atividade no município, 31 carros-pipa  distribuindo, em média, 13.950 litros de água por mês.

O presidente da comissão municipal de Defesa Civil (COMDEC), Adalberto de Carvalho, comenta que Juazeiro tem se destacado pela organização com que conduz a Operação Pipa. “Em que pese o prolongamento da atual situação de estiagem, temos mantido o empenho em dar continuidade às ações iniciadas, inclusive elevando os índices registrados anteriormente. A equipe da COMDEC do município de Juazeiro tem estado em constante vigilância, no que diz respeito ao monitoramento da assistência às famílias do interior, principal foco do nosso trabalho”, destacou.

Adalberto ressalta que a Operação Pipa em Juazeiro tem cumprido com a sua missão, fato comprovado nas avaliações dos próprios beneficiários, que destacam o compromisso com as necessidades das comunidades rurais. “Temos realizado uma forte fiscalização para que a água chegue às cisternas dos moradores, e vamos continuar assegurando que as comunidades atendidas permaneçam com 100% do abastecimento de água para o consumo humano garantido”, ressalta Adalberto, acrescentando que a distribuição de água não é realizada por quantidade de casas e de cisternas nas comunidades, e sim por número de pessoas em cada localidade atendida pela operação pipa.

A Defesa Civil explica que cada pessoa deve utilizar 20 litros de água/dia, que é usada para todas as necessidades. "Essa água é suficiente para as necessidades básicas, como beber, para cozinhar e banho", relatou Adalberto.

O morador do povoado Curral Fácil no distrito de Juremal, João Duarte de Souza, 53 anos, falou da alegria de poder ter água limpa para sua família. “Só tenho a agradecer a Defesa Civil e Exército pelo esforço de garantir nossa água para cozinhar e beber. Somente quem já passou sede reconhece esta ação. A Operação Pipa é extremamente importante para as comunidades que não têm acesso à água potável”, finalizou João.



Elaine Barbosa/COMDEC

Comissão vai reunir gerentes de bancos

Ligado . Publicado em Juazeiro

Comissão de Proteção e Defesa do Consumidor vai reunir gerentes de agências bancárias

Vereador Mitonho1O vereador Mitonho Vargas (PT), Presidente da Comissão de Proteção e Defesa do Consumidor comunicou hoje (16/11), na tribuna da Câmara de Juazeiro que, após visitas durante a semana às agências bancárias, a CPDC está convidando todos os gerentes para discutir a aplicação da lei que regulamenta o atendimento aos clientes.

A lei “criada em 1998” – disse Mitonho – “Está sendo descumprida com veemência”, ressaltando que não é interesse dos vereadores “o confronto” com os bancos, “que entende as dificuldades de cada agência”, mas alguma coisa tem de ser feita.

A reunião com os representantes dos bancos está marcada para o Plenário da Casa Aprígio Duarte no dia 30 de novembro, a partir das 9 horas da manhã: “ Estaremos aqui reunidos com os gestores para que possamos encontrar uma solução para o cumprimento da legislação”.

Vargas lembrou ainda que a CPDC vai acompanhar de perto as reclamações de todos os segmentos prestadores de serviços e fornecedores, dando como exemplo os postos de combustíveis, a COELBA e as empresas de telefonia.

Advertiu ainda que “se não houver resposta da empresa, que deve satisfação à sociedade, esta Comissão, não tenham dúvidas, ela vai acionar quem tiver de acionar: O PROCOM,  o Ministério Público, a Agência Nacional, porque este é o dever desta Casa e este é o dever desta Comissão”.

Além do vereador Mitonho Vargas, fazem parte da CPDC os vereadores Bené Marques (PSDB), o vereador Agnaldo Meira (PC do B) e o Vereador Anastácio José (PROS).

 

Ascom/Foto:Tavares

Mestres da Capoeira homenageados em Juazeiro

Ligado . Publicado em Juazeiro

Mestres da Capoeira em Juazeiro são homenageados pelo poder público

Sessão especial homenagem aos capoeristasComo parte da programação do Novembro Negro e antecipando as comemorações ao Dia Municipal da Capoeira, celebrado no dia 23 de novembro, uma sessão especial da Câmara de Vereadores de Juazeiro, com o apoio das secretarias de Cultura e Juventude (SECJU), e de Desenvolvimento e Igualdade Social (SEDIS), e também do Conselho Municipal de Promoção da Igualdade Racial (COMPIR), homenageou diversas personalidades da Capoeira de Juazeiro.

A sessão especial da Câmara em homenagem aos capoeiristas pioneiros foi realizada no Arco da Ponte, na noite de 12 de novembro, atendendo a uma solicitação do vereador Adriano Amorim Bastos (Sargento Bastos – PROS), que indicou o pleito à câmara numa solicitação do COMPIR. Os mestres homenageados foram Mestre Deca; Mestre Bartola (in memoriam); Mestre Butica e Mestre Marreta.

Diversos grupos de capoeira estiveram representados pelos seus mestres e professores das oficinas do programa “Mais Educação”, a exemplo de Ivonilton Diogo da Silva, professor Ninja, da Associação de Capoeira G’balá. De acordo com o professor, a G’balá foi fundada em 1995, com sede em Brasília e representação em Minas e na Bahia. “A G’balá aqui em Juazeiro representa toda a Bahia”, completou o professor Ninja, destacando o trabalho que desenvolve no “Mais Educação”.

“Trabalhamos com 30 alunos, de 5 anos em diante, em oficinas de Capoeira, chegando a envolver até 300 alunos dentro e fora do programa”, disse, lembrando que a G’balá também trabalha com meninos de rua, convidando para as oficinas, visando à inclusão social.

Sessão especial

Capoeira no Arco da PontePresentes à sessão especial da Câmara apenas 5 vereadores, o presidente Damião Medrado, que destacou a parceria entre o executivo e o legislativo; vereador Sargento Bastos, quem indicou a homenagem; e os vereadores Agnaldo Meira; Amilton Ferreira, e Joca Cabeleireiro. O poder público municipal esteve representado pelo titular da SECJU, Donizete Menezes, e pelo diretor de Cultura e Juventude do município, também representando a SEDIS, Naldinho do Kidé; representando o COMPIR o seu presidente Cláudio Roberto Santos, e Márcia Guena, diretora da UNEB.

Representando os grupos de capoeira de Juazeiro e os capoeiristas pioneiros, e também os homenageados, Cleiton Walter, representante de Wilson Silva Santos (Mestre Marreta); Ivaldireno Diogo da Silva (Mestre Faísca); Marcos Antônio Ribeiro (Mestre Rasta), que se referiu ao Mestre Butica, “como o mestre de todo mundo”, lembrando de como se praticava a capoeira em Juazeiro no passado.

“Nós não tínhamos um grupo como instituição, eram diversos grupos espalhados, cada bairro tinha seu grupo, como o Alto do Cruzeiro, Castelo Branco, Alagadiço, entre outros”, disse o mestre Rasta, destacando a importância da capoeira hoje para o município. “Juazeiro tem 11 grupos de capoeira. Eu me sinto feliz em ter começado na capoeira no início. Hoje a capoeira está na escola, temos que discutir a capoeira, seja de Angola ou daqui”, concluiu.

Secretário Donizete Menezes na solenidade especial aos capoeiristasTambém presente ao ato solene um dos homenageados, Wilton Batista da Silva, (Mestre Butica), 61 anos, 53 dedicados à capoeira, considerou a homenagem recebida como “muito importante”. Butica começou na capoeira na década de 60, ainda criança. “Me recordo até hoje”, comenta saudoso. Para Ivaldireno Diogo da Silva (Mestre Faísca), representando os capoeiristas de Juazeiro, “é mais uma vitória vencida”. “Mas tem mais mestres que ainda precisam ser reconhecidos”, disse, satisfeito com a homenagem.

Para o autor da Comenda, Sargento Bastos, que destacou o Dia Municipal da Capoeira, 23 de novembro, instituído pela Lei 2.259/2011, como de grande importância para o calendário oficial do Município, os capoeiristas estão de parabéns por mais essa homenagem. “Essa comenda que a Câmara entrega hoje é o reconhecimento do poder legislativo à capoeira como expressão cultural afro-brasileira. Temos que agradecer a eles por terem se mantido por muito tempo em nosso município”, disse o vereador.

Para o presidente do COMPIR, Cláudio Roberto Santos é importante o Conselho está apoiando. “E o Conselho está aqui para tentar abrir brechas, para implantar mais apoio. Conseguimos recentemente uma grande vitória, com a aprovação do Dia Municipal dos Povos de Terreiros. Agradecemos aos vereadores, aos mestres que vieram e os que não estiveram aqui”, pontuou.

O secretário de Cultura e Juventude de Juazeiro, Donizete Menezes, reiterou tudo o que disseram sobre a capoeira, acrescentando que o município está empenhado em sempre apoiar os movimentos culturais que engrandecem a sua história, como é o caso da capoeira.

Capoeiristas se apresentando“Historicamente ainda acontece discriminação em questões de gênero e manifestações culturais. É fundamental que a capoeira seja valorizada, e o poder público tem esse dever, de está apoiando, de está acompanhando”, disse o secretário, destacando a participação da SEDIS, e

o empenho do governo municipal. Donizete ainda saudou os capoeiristas, e destacou o trabalho da Câmara, parabenizando pela iniciativa.

A sessão especial foi encerrada pelo presidente da Câmara, e em seguida os capoeiristas tomaram conta do espaço do Arco da Ponte com apresentações de capoeira e roda de samba.

 

 

Por Paulo Carvalho/SECJU/Fotos: Luiz Washington