Pacto vai definir os limites territoriais entre Bahia e Sergipe.

Publicado em Juazeiro

zocomissão2Aconteceu quarta-feira (14), na Assembleia Legislativa da Bahia uma audiência pública conjunta dos colegiados: Comissão Territorial e Comissão de Constituição e Justiça, que tratou do Acordo Técnico que define os limites territoriais entre os estados da Bahia e Sergipe. O presidente da Comissão Territorial, o deputado estadual Zó (PCdoB) comemorou o avanço do primeiro pacto territorial entre duas unidades estaduais no país.

A audiência formalizou e estabeleceu de maneira harmoniosa e consensualizada, a norma legal queregulamenta definitivamente a fronteira estadual que se caracteriza por dois segmentos distintos: o primeiro definido pelo Rio Real, cujo acidente geográfico natural, atua como elemento perfeitamente delimitador da fronteira, onde se situam os municípios baianos de Adustina, Fátima, Heliópolis, Ribeira do Amparo, Itapicuru, Rio Real e Jandaíra; e os sergipanos de Tobias Barreto, Tomar do Geru, Cristinápolis e Indiaroba.

Segundo Zó, o acordo é resultado de um intenso trabalho dos técnicos do Instituto Brasileiro de Geografia eEstatística (IBGE) com os governos estaduais, onde se destaca a participação da Superintendência de Estudos Econômicos e Sociais da Bahia -SEI, da Secretaria de Estado do Planejamento, Orçamento e Gestão de Sergipe -SEPLAG, das PGEs, além de contar com o apoio das assembleias legislativas de ambos os estados. "A participação dos representantes dos municípios foi fundamental na definição dos limites. As populações da fronteira foram devidamente ouvidas para estabelecer o pertencimento territorial e a cobertura da gestão municipal, seguindo todo o protocolo ético possível à população das comunidades envolvidas", ressaltou Zó.

Zó acompanhou de perto todo o processo e foi parabenizado pelo comprometimento em alcançar o consenso do limite interestadual. "Assumi esse compromisso com a Bahia e sinto que estamos avançando cada vez mais. O pacto de hoje reflete o trabalho que não foi somente do nosso colegiado, mas também de órgãos importantes do nosso estado, todos pautados em resolver com os nossos vizinhos a política da boa vizinhança. O consenso agora é real".

De acordo com o parlamentar as procuradorias da Bahia e de Sergipe irão irão estudar todas as implicações legais e formais, pois não existe processo semelhante no Brasil, sendo o primeiro acordo territorial entre estados. Definindo assim, todo o trâmite do processo. "Precisamos dar praticidade e dinamismo. Somos intermediadores desta união. É preciso celeridade para que os governadores assinem até outubro. O papel político está aqui acordado.Temos também que fazer uma força-tarefa juntos aos senadores dos dois estados", frisou Zó.

ASCOM- Deputado Estadual Zó (PCdoB)

Termina hoje em Juazeiro os Jogos Escolares 2017

Publicado em Juazeiro

Jogos Escolares 2017As finais dos Jogos Escolares 2017, na categoria mirim, acontecem nesta sexta-feira (16), no Ginásio de Esportes Aluísio Viana, em Juazeiro. As competições serão entre as modalidades coletivas de Vôlei, Futsal, Handebol e Futebol Society masculino e feminino.

Os jogos começam as 9h, com a final do Vôlei feminino entre o Objetivo X Geo, 10h o Vôlei masculino, CPM X Santo Antônio, 11h o Futsal feminino, Edualdina Damásio x José de Amorim, 11h40 é a vez das equipes de Handebol masculino Geo x CPM, todos no Ginásio de Esportes, e  Futebol Society será no Sesi, entre a Anália X Paulo VI.

Com o tema ‘Alimentação e Esporte juntos pela Vida’, o evento este ano reuniu atletas de 57 escolas, sendo 26 municipais, 19 estaduais e 12 particulares, que competiram nas modalidades de handebol, voleibol, futsal, atletismo, futebol society, xadrez, natação, vôlei de dupla, judô e tênis de mesa. A segunda etapa dos Jogos na categoria infantil, será realizada de 1º a 11 de agosto.

Ascom/Juazeiro

Paróquias de Juazeiro celebram festa de Corpus Christi

Publicado em Juazeiro

tapete2031Comemorada anualmente pela igreja católica, a festa de Corpus Christi é uma das celebrações mais esperadas pelos fiéis e nesta quinta-feira (15), a Paróquia Nossa Senhora das Grotas expõe o Santíssimo Sacramento, o corpo de Cristo presente entre o povo. 

A missa solene acontece às 19h seguida da tradicional procissão, que passará pelo tapete artístico, confeccionado pelas pastorais, grupos e movimentos.

As demais paróquias como Santo Antônio, Nossa Senhora de Fátima, Alto da Aliança, Santa Terezinha, na Piranga e Santo Afonso, no bairro Castelo Branco, também enfeitam as ruas para a procissão. 

Na paróquia Santo Antônio às 17h, antes da missa, haverá catequese com o Bispo Carlos Alberto (Dom Beto) sobre o significado da data. 

Os festejos de Corpus Christi acontecem em referência à Quinta-feira Santa que representa a última ceia de Jesus com seus apóstolos. Na última ceia, Jesus mandou que celebrassem em sua memória comendo o pão e bebendo o vinho que se transformam em seu Corpo e Sangue.

O vigário geral da Diocese de Juazeiro, Josemar Mota da Silva, explica que a festa de Corpus Christi é uma comemoração de louvor e gratidão a Deus pela presença de Jesus no Sacramento da Eucaristia.

"Celebrando a Eucaristia estamos cumprindo o pedido do Senhor: 'Fazei isto em memória de mim'. E se realiza a promessa do Senhor na sua Igreja: 'Eis que estarei convosco todos os dias até o fim dos tempos' (Mt 28,20) ", concluiu Pe. Josemar.

Confira o horário de celebrações e procissões nas paróquias de Juazeiro:

São Cosme e Damião (Bairro Alagadiço) -  6h20

Santo Antônio (Bairro Santo Antônio) - 18h

Catedral- 19h

Santo Afonso (Bairro Castelo Branco) - 19h

Santa Terezinha (Bairro Piranga) - 19h30

Nossa Senhora de Fátima - (Bairro Alto da Aliança) - 19h30

Nossa Senhora Aparecida - (Bairro João Paulo II) - 19h30

Pastoral da Comunicação Diocese de Juazeiro
 
Ascom Pastoral

Prefeito Bomfim visita obras no Loteamento Eldorado

Publicado em Juazeiro

PBLotEldoradoTrês Ruas (Ruas 01, Travessa e Rua Tamarindo) que estão sendo beneficiadas com pavimentação asfáltica, no Loteamento Eldorado, em Juazeiro, começaram a receber imprimação nesta quarta-feira (14). A intervenção totalmente custeada com recursos próprios do município beneficia as vias com saneamento básico, pavimentação asfáltica, drenagem superficial (meio fio e linha d’água) e calçadas.

O prefeito Paulo Bonfim esteve acompanhando a execução do serviço, juntamente com o secretário de Obras e Desenvolvimento Urbano, Anderson Alves, o Chefe de Gabinete, Vilmar Ferreira, o Presidente da Câmara, Alex Tanuri, além dos vereadores, Agnaldo Meira, Ronaldo Campina (Roninho), Amadeus Silva, Gleidson Medrado, Anibal Araújo e representantes da comunidade.

“Hoje o nosso dia foi voltado para o acompanhamento de algumas das obras em andamento na nossa cidade. Juazeiro nos últimos oito anos recebeu o maior volume de obras da sua história e o desafio da nossa gestão é fazer mais e melhor pela população”, destacou o prefeito Paulo Bonfim.

As intervenções já executadas nas vias representam pouco mais de 40% da totalidade da obra, é o que garante o encarregado da empresa responsável, Domingos Souza. “As três vias já receberam os serviços de escavação, reconstituição da sub-base, base e compactação. Hoje estamos iniciando a imprimação que deve ser concluída até amanhã. Nesse ponto as vias ficam prontas para receber o asfalto”, explica Domingos Souza.

“Aqui antes tínhamos muita dificuldade, sofríamos com a poeira, com a chuva, tínhamos muita lama, hoje mesmo com a obra já estamos sentindo mudanças significativas e acreditamos que com a conclusão da intervenção vai melhorar ainda mais”, destaca o morador e comerciante do bairro Charles Bispo.

O secretário de Obras, Anderson Alves, ressalta que assim como a obra do Eldorado várias outras estão em andamento no município custeadas com recursos próprios. “Hoje além da pavimentação aqui do Eldorado temos a pavimentação da Rua Propriá no Monte Castelo, a urbanização de Campo dos Cavalos, no Salitre e também da Vila Santa Inês no Distrito Maniçoba, tudo isso fruto dos recursos do município, do IPTU pago em dia”, finalizou o secretário.

Por Gardennia Garibalde/SEDUR

Câmara de Juazeiro vota projeto que reduz taxa de apresentações artísticas e eventos

Publicado em Juazeiro

kkkkkkA Câmara de Vereadores de Juazeiro, um dia após receber o projeto de Lei oriundo do Executivo, votou e aprovou por unanimidade o Projeto de Lei Complementar 025/2017 que altera a “Taxa de Fiscalização de Localização, de Instalação e de Funcionamento”, definindo novos valores para eventos de diversões públicas e instalação de circos e parques no território do município de Juazeiro.

Os novos valores restituem as taxas aos valores anteriormente cobrados, depois de intensa mobilização de artistas e proprietários de bares e áreas de diversão. O Presidente Alex Tanuri, que em nome da Câmara, havia intermediado um acordo entre Executivo e os proprietários de bares comemorou a aprovação: “O prefeito Paulo Bonfim mostrou sensibilidade ao apelo dos artistas e proprietários de casas de shows e bares onde há apresentações artísticas e a Câmara de Vereadores mostrou, mais uma vez, a importância de seu papel na solução de conflitos e atendimento às diversas demandas da sociedade”.

“Adiantamos os trâmites legislativos, os pareceres dados de forma oral e o projeto foi levado à aprovação hoje, um dia depois de recebermos o projeto que veio do Executivo” – ressalta o Presidente Alex Tanuri.

Os novos valores estabelecidos pela Lei Complementar são:

ITEM

DISCRIMINAÇÃO

VALORES EM VRF

 

V – ATIVIDADES EVENTUAIS

 

01

Circos e parques, por mês ou fração, por m2

0,015

 

Eventos de diversos públicas

I)                    Na sede do município (por evento)                           

a)    Eventos de grande porte;

b)    Eventos de médio porte;

c)     Eventos de pequeno porte;

d)    Apresentação de voz e violão

II)                  Nas demais áreas (Por evento)

  1. Eventos de grande porte;
  2. Eventos de médio porte;
  3. Eventos de pequeno porte;
  4. Apresentação de voz e violão

4,00

2,00

1,00

0,40

2,00

1,00

0,50

0,20

Os valores são em VRF – Valor de Referência Fiscal, com valor unitário de R$ 120,65; A taxa de apresentação de voz e violão, por exemplo é igual a 0,40 VRL multiplicado por R$ 120,65 que é igual a R$ 48,26.