Programa "APROVADO" homenageia João Gilberto

Publicado em Juazeiro

Programa vai a Barro Vermelho, distrito de Curaçá, onde o artista passava férias na adolescência
“Joãozinho era irrequieto. Não que fosse grosseiro. Mudava toda hora ele de lugar, mas não adiantava. Para não prejudicar a escola, tive que falar com a mãe e sugerir que ele e o irmão, Zé Eurico, estudassem comigo. A mãe tirou os dois da escola”, conta a professora Maria de Lourdes Duarte, 99 anos, lembrando das peraltices do aluno João Gilberto, que completa 86 anos no sábado, 10, e ganha do Aprovado o especial João do Barro Vermelho.
Professora Maria de Lourdes: 'Joãozinho era irrequieto, mas era a música já fervendo dentro dele' (Foto: TV Bahia)
O programa visita o povoado de Curaçá e encontra parentes, professores e amigos do papa da Bossa Nova. João Gilberto Prado Pereira de Oliveira nasceu em Juazeiro, distante cerca de 90 km de Curaçá, sede do distrito de Barro Vermelho, onde seus avós moravam e o jovem futuro gênio passava as férias. Os que ainda moram lá lembram da adolescência do artista.
Benedito Bacurau Lima: 'Ele era um perna de pau. Só servia para ser goleiro' (Foto: TV Bahia)
“Tínhamos sempre um bate-bola e João era muito ruim. Só entrava para ser goleiro. Era um perna de pau. Depois a gente tomava banho de rio, mas ele preferia ir tocar violão”, diverte-se Benedito Lima, piloto fluvial aposentado. E como não queria estudar, seu Joviniano, o pai, reclamava. “Vá lá na porta do mercado, que é lugar de cego com violão pedir esmola”, conta Bacurau, como Benedito era chamado.
Dilson Oliveira, músico e primo em terceiro grau: 'Ele tocava em meu violão, mas ainda não fazia esses acordes não' (Foto: TV Bahia)
Era no violão de Dilson Oliveira, músico e primo em terceiro grau, que João Gilberto tocava. “Tocava, mas não fazia essas preparações, esses acordes que ele faz hoje”, lembra. “Ele transformou o samba na batida de Bossa Nova”, orgulha-se Dilson, contando que João só dormia na rede, porque na Fazenda Sítios Novos a cama era apenas para o avô do garoto.
Maestro Fred Dantas, nascido em Barro Vermelho: 'É uma terra musical' (Foto: TV Bahia)
O maestro Fred Dantas acredita que a região sertaneja exerceu forte influência sobre o violonista. “Barro Vermelho era formado por três famílias: Dantas, a minha, Oliveira, de João, e Coelho, de Adelmário, que também nasceu lá. É uma terra musical”, defende o instrumentista. O forrozeiro e conterrâneo Adelmário Coelho concorda com Dantas e lembra a riqueza cultural de reisados, procissões e da filarmônica local.
Também de Barro Vermelho, Adelmário Coelho lembra a influência de manifestações populares (Foto: TV Bahia)
A influência da região sertaneja sobre o papa da Bossa Nova é reiterada, também, pelo amigo, músico e compositor juazeirense Maurício Cordeiro. "João ouvia o som das madrugadas, dos tambores do terreiro, dos barqueiros do Rio São Francisco", lista o conterrâneo, rindo de quando pessoas o chamavam de desafinado e definindo sua obra como um samba sinfônico com jazz. “João é o cara mais afinado do mundo!”, sentencia.
Músico e compositor juazeirense Maurício Cordeiro: 'Ele põe a voz onde quer. É um extraterrestre' (Foto: TV Bahia)
Maurício atribui o comentário ao fato de João Gilberto “desconstruir” a música. “Ele põe a voz onde quer. É um extraterrestre”, brinca. O maestro Fred Dantas emenda: “A arte de João Gilberto é antecipar ou retardar o fraseado musical e as pessoas tentam imitá-lo, mas sem saber voltar”. Discípulo fiel do mestre, Caetano Veloso costuma repetir uma frase célebre: “Melhor do que o silêncio, só João”.
Tuzé de Abreu era da banda de João e estava em Tóquio quando o público aplaudiu o artista por 25 minutos (Foto: TV Bahia)
O maestro e instrumentista Tuzé de Abreu já passou muitos dias com João e fez parte de sua banda, inclusive, na famosa turnê em Tóquio, onde o público, de pé, aplaudiu o artista durante longos 25 minutos. “Os japoneses adoram João”, explica. Tuzé faz questão de destacar que o violão de João é fruto de muito trabalho. “É o maior trabalhador que tive notícia. Ele não tem dia nem hora. Estuda nove horas seguidas por dia”, revela.
Fazenda Sítios Novos, do avô de João, onde o adolescente costumava passar suas férias (Foto: TV Bahia)
E não é que, já famoso, João Gilberto apareceu em Juazeiro e procurou a professora Maria de Lourdes? “Ele bateu na janela do escritório onde eu trabalhava e disse: ‘Professora, eu baguncei muito em sua escola’. Eu dei risada e respondi: o tempo passa, Joãozinho, e hoje você é um gênio”. Ao Aprovado, ela faz uma bela observação: “Minha psicologia ou pedagogia não dava para entender aquilo. Aquela energia era a música já fervendo dentro dele e a maneira de ele extravasar”. O especial é sábado, às 8h.

Unidades Básicas de Saúde de Juazeiro devem retomar o horário normal

Publicado em Juazeiro

ubsjoaoXXIIIAs Unidades Básicas de Saúde de Juazeiro devem retomar o horário normal de funcionamento após o Ministério Público do Estado da Bahia, por meio da promotora de Justiça Rita de Cássia Rodrigues Souza, ajuizar ação civil pública contra o Município e conseguir decisão liminar favorável aos pedidos apresentados à Justiça.

O juiz José Goes Silva Filho atendeu as solicitações do MP e determinou ao Município e ao prefeito que mantenham em pleno funcionamento, com todos os profissionais necessários, todas as unidades de saúde nos mesmos horários e condições em que funcionavam (8 horas diárias) e com o mesmo atendimento que promoviam antes de novembro de 2016.

Segundo a promotora de Justiça, em novembro do último ano, foi implementada uma redução na carga horária de funcionamento das unidades, que passaram a atender apenas no turno matutino. Isso, assinala ela, restringiu o acesso dos cidadãos aos serviços e causou transtorno e prejuízo para os pacientes servidos pelas unidades de saúde, além de sobrecarregar os hospitais públicos.

Na decisão, o juiz registrou que, ao “negligenciar” o cumprimento da obrigação normativa de garantir o funcionamento eficiente dos serviços essenciais à prestação de assistência à saúde da população, “o Município põe em evidente perigo a vida dessas pessoas, incorrendo em conduta manifestamente ilícita, violando todas as normas relativas ao direito à saúde e à vida”.

Decisão Interlocutória

Maiama Cardoso Cecom/MP

Câmara aprova projetos que beneficiam moradores de Juazeiro

Publicado em Juazeiro

Câmara aprova projeto que beneficia pessoasA Câmara de Vereadores de Juazeiro, por unanimidade dos vereadores presentes, aprovou na sessão desta terça-feira dois projetos de lei oriundos do Executivo municipal destinados a beneficiar a maioria dos Juazeirenses.

O primeiro denominado "Programa Transformar", tem foco na dignidade da pessoa com deficiência. Uma iniciativa da Secretaria de Desenvolvimento Social, Mulher e Diversidade, o programa prevê beneficiar pessoas com deficiência através da reforma de sua casa, com adequações de acessibilidade nos imóveis. O programa será financiado com recursos próprios municipais.

A Secretaria de Desenvolvimento Social, Mulher e Diversidade, dirigida pela vereadora licenciada Cida Gama, que esteve presente à sessão dessa terça-feira, começa a executar o programa em diversos bairros periféricos de Juazeiro.

O segundo projeto aprovado, unanimemente, institui campanha de estímulo à arrecadação do Imposto Predial e Territorial Urbano – IPTU, com a realização de sorteios de prêmios.

Para o Presidente Alex Tanuri, "há uma clara definição de prioridades no governo de Paulo Bonfim" e explica: "Além de manter a educação como o carro chefe da administração, com resultados excelentes, Paulo Bonfim mostra preocupação com a vida das pessoas que mais necessitam de apoio do poder público. No governo do prefeito Isaac resgatamos as dívidas que o governo tinha com a infraestrutura de Juazeiro, criando uma nova cidade, asfaltada, saneada e bonita. No governo de Paulo Bonfim resgataremos a dívida social, com atenção aos mais carentes, aos deficientes e especiais, às mulheres e às minorias. Este é um governo que irá beneficiar pessoas".  

Ascom

Cobrança de IPTU junto a conta de água pode ser ilegal

Publicado em Juazeiro

taxalixonacontadeaguaO Ministério Público estadual ingressou com uma ação civil pública contra o Serviço Autônomo de Água e Esgoto (SAAE) do Município de Juazeiro por cobrar de forma  vinculada taxa de coleta de lixo nas faturas de água dos consumidores. Na ação, a promotora de Justiça Andréa Mendonça da Costa pede, em caráter liminar, que o SAAE seja obrigada a desvincular a cobrança conjunta das taxas, sendo permitida, apenas, quando o consumidor autorizar de forma expressa. Os valores devem ser cobrados de forma individualizada, inclusive com código de barras separado, sendo dada prévia oportunidade para que ele aprove tal forma de cobrança, explica Andréa Costa.

De acordo com a promotora de Justiça, a cobrança conjunta fere o Código de Defesa do Consumidor e viola garantias como a liberdade de escolha sobre o pagamento da conta de água e da tarifa; a proteção contra abusos impostos pelo fornecedor de produtos e serviços, além da proteção contra cláusula abusiva que coloca o consumidor em desvantagem exagerada e incompatível com a boa fé. Andrea Costa registra também que, ocorrendo a cobrança da taxa de forma vinculada, “resta evidente o risco de interrupção do serviço essencial de fornecimento de água, caso o consumidor não possa pagar o valor integral da fatura, considerando a inexistência de opção para que o consumidor pague unicamente os valores referentes ao seu consumo de água”.

Cecom/MP

Juazeiro fecha parceria com empresa chinesa

Publicado em Juazeiro

20170602 100842 1Durante evento sobre tecnologias da informação para a Segurança Pública, em São Paulo, o prefeito de Juazeiro, Paulo Bomfim, se reuniu com o presidente para área de Governo da Huawei, Xiong Feng, empresa chinesa de Tecnologias da Informação, para estabelecer uma parceria e a cidade possa otimizar os processos da Administração Pública.

Na audiência, ficou acertada uma primeira visita da equipe da Huawei ao município, onde farão diagnósticos e indicativos à gestão municipal. "Nós aqui pudemos conhecer a expertise da empresa e visualizar como eles podem colaborar na gestão, através de tecnologias, não somente para a área de Segurança, também na Saúde, Educação e Infraestrutura. Acredito que está será uma boa parceria para a nossa cidade", declarou Paulo Bomfim.

A visita da equipe da Huawei a Juazeiro está prevista para a segunda quinzena deste mês.

Ascom Prefeitura de Juazeiro