Tarifa social da Coelba

Escrito por Luiz Washington . Publicado em Outras cidades

Cerca de 41 mil clientes baianos que não atendem mais aos requisitos obrigatórios para ter direito à Tarifa Social de Energia deixarão de contar, entre o período de 27 de maio e 27 de junho (a depender da data de leitura de cada unidade consumidora) com o benefício que concede descontos de até 65% na conta de energia. São famílias com NIS (Número de Identificação Social) ou BPC (Benefício da Prestação Continuada) não localizadas no Cadastro Único (CadÚnico), do Governo Federal; Famílias com benefício em mais de uma unidade consumidora ou famílias com renda incompatível ao que prevê a Resolução 572/2013 da Aneel (maior que meio salário mínimo por pessoa). O município com maior número de famílias que perderão a Tarifa Social é Salvador, com 4.608, em Juazeiro 438 famílias perderão o benefício.

Para continuar recebendo ou reaver a Tarifa Social, estes clientes devem primeiro se dirigir à Prefeitura do seu município para atualizar suas informações junto ao CadÚnico e, em seguida, procurar um dos canais de atendimento da Coelba (agências, rede Coelba Serviços, site www.coelba.com.br ou teleatendimento 0800 071 0800).  No ato da atualização cadastral, o titular do benefício deve apresentar documentação com foto, CPF e, ao menos, um documento de todas as pessoas da família. É importante levar ainda comprovantes de residência, matrícula escolar das crianças e número de telefone para contato. No caso de clientes indígenas, será necessário apresentar também o RANI (Registro Administrativo de Nascimento Indígena).

Com a finalidade de difundir e reforçar a importância da atualização do cadastro, além do envio de correspondências a estes clientes, a Coelba  está divulgando mensagens na conta de energia e enviando SMS para aqueles cujo número de celular está cadastrado na concessionária. Os consumidores também podem obter mais informações por meio da central de teleatendimento 0800 071 0800 ou site www.coelba.com.br.

Tarifa Social de Energia Elétrica – Entenda a importância

A Tarifa Social de Energia Elétrica é um benefício instituído em Lei Federal para atender às famílias de baixa renda, que concede descontos de até 65% na conta de energia. O desconto varia de acordo com a faixa de consumo de energia do cliente.

Tem direito à Tarifa Social toda Unidade Consumidora classificada na Subclasse Residencial Baixa Renda, com família que:

  • Seja inscrita no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal, ou seja, ter NIS (Número de Identificação Social), com renda familiar mensal por pessoa menor ou igual a meio salário mínimo nacional;
  • Seja inscrita no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal, com renda familiar mensal de até três salários mínimos, que seja portador de doença ou deficiência que precise do uso continuado de aparelhos ou equipamentos elétricos;
  • Tenha Idoso ou Deficiente que receba o BPC (Benefício de Prestação Continuada da Assistência Social);
  • Indígenas e Quilombolas.

OBS: Cada família tem direito ao benefício da Tarifa Social de Energia Elétrica em apenas uma unidade consumidora.

Ascom Coelba

ALBA celebra 30 anos da defensoria pública

Escrito por Luiz Washington . Publicado em Outras cidades

Galo destacou importÃncida da Defensoria Pública na defesa e proteÃÃo aos direitos dos mais pobres na Bahia. Foto Daniel FerreiraA Assembleia Legislativa da Bahia celebrou, nesta quinta-feira (19), em audiência pública proposta pelo presidente da Comissão de Direitos Humanos e Segurança Pública, deputado estadual Marcelino Galo (PT), os 30 anos da Defensoria Pública no Estado da Bahia. Em seu discurso, Galo defendeu a autonomia da instituição, sua expansão no estado, com cotas no concurso para defensor, e elogiou a parceria da Defensoria com o colegiado em debates e proposições que deram resultados efetivos como a implementação da audiência de custódia no estado.

“Apesar de todas as dificuldades, a Defensoria Pública se firma a cada ano como uma instituição da mais alta importância tanto para a população quanto para a justiça, defendendo as pessoas economicamente vulneráveis de forma gratuita e competente em 29 comarcas baianas e ainda em todos os presídios do estado”, afirmou Galo, que revelou preocupação com a conjuntura nacional. “Vivemos tempos muito difíceis e é preciso que, nós, que temos a vocação democrática, devemos lutar contra a onda conservadora que assaltou as esferas de poder e está a promover o desmonte do aparato do Estado. Exemplos desses desmontes podem ser vistos na retirada da atribuição das demarcações de terras do INCRA e sua transferência para o Ministério da Educação e Cultura, o que, na prática, inviabiliza operacionalmente essas demarcações, penalizando o povo negro e quilombola. Também presenciamos esses desmontes do aparato estatal na extinção do Ministério da Cultura, do Ministério do Desenvolvimento Agrário e do Ministério das Mulheres, da Igualdade Racial e dos Direitos Humanos e, ainda, na escandalosa extinção da Controladoria-Geral da União”, enfatizou o parlamentar.

Ao destacar as ações da Defensoria Pública no atendimento aos direitos dos idosos, pessoas com deficiência, pessoas em situação de rua, mulheres em situação de violência, entre outros, o defensor público geral do Estado, Clériston Cavalcante de Mâcedo, chamou a atenção para a necessidade do fortalecimento da instituição. “Chamo a atenção para os membros desta Casa e dos demais poderes para o fato inconteste de que aparelhar adequadamente a Defensoria Pública não é gasto, mas investimento na inclusão social de milhares de baianos”, salientou, ao lembrar o papel da Defensoria na defesa da igualdade de gênero nas discussões e votação do plano estadual de educação pela Assembleia Legislativa. A Ouvidora Geral da Defensoria Pública, Vilma Reis, corroborou com o pensamento de Clériston. “Nós sabemos o quanto é importante ter uma Defensoria Pública forte e autônoma”, pontuou.

Também participaram da audiência pública, Ariana de Sousa, da Associação dos Defensores Públicos da Bahia, Maria Angélica de Santos Rodrigues, Assessora especial da Procuradoria Geral do Estado da Bahia, Yulo Oiticia, Ouvidor Geral do Estado, o procurador Geder Luiz Rocha Gomes, representando a Procuradora Geral de Justiça, e o corregedor chefe da Polícia Militar, coronel Manuel Amanssio.  


Foto divulgação/Daniel Ferreira 

 

Tocha Olímpica chega à Bahia

Escrito por Luiz Washington . Publicado em Outras cidades

1463663983WhatsAppImage201605194Símbolo dos Jogos Olímpicos Rio 2106, a Tocha Olímpica chegou ao município de Teixeira de Freitas, no extremo sul do estado, na manhã desta quinta-feira (19), dando continuidade ao revezamento, que na Bahia vai envolver 27 cidades, entre elas Juazeiro, Sobradinho e Salvador, até o próximo dia 27. O encerramento será em Paulo Afonso, no Vale do São Francisco. No Brasil, o roteiro inclui um total de 300 cidades.
A freira franciscana, conhecida como irmã Cristina, foi uma das pessoas que conduziram a tocha em Teixeira de Freitas. Para ela, o símbolo tem um significado universal e de grande importância para a união dos povos. “Me senti lisonjeada e ao mesmo tempo com uma responsabilidade muito grande. A tocha olímpica transmite a unidade das fraternidades, dos povos, e a paz que deve ser espalhada pelo mundo. O esporte tem essa propriedade de unir os povos, torná-los iguais, fazer cada um representar o seu talento”.
Para o empresário Jadson Guerra, que também carregou a tocha olímpica nesta quinta, o principal legado que o evento deixa para a cidade é para a juventude. “A criançada está empolgada com o esporte e este evento é mais um incentivo para se trilhar esse caminho. Esporte é vida. Esporte é educação”, afirmou.  
Segundo o secretário estadual do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte do Estado, Álvaro Gomes, aliado ao fato de a Bahia ser o único estado do Nordeste que vai sediar dez partidas de futebol pelas Olimpíadas 2016, a passagem da tocha pelo estado será um dos principais momentos que antecedem os Jogos Olímpicos.
“Os eventos [que serão oferecidos pelo poder público] são de grande importância, onde observamos a valorização do esporte e cultura locais. Queremos que o esporte esteja, efetivamente, incorporado em cada baiano e baiana, e a sociedade entenda a necessidade do esporte para a saúde física e mental das pessoas, além de [ser] fator de inclusão social e desenvolvimento humano”.
 
'Cidades Celebração'
Em Porto Seguro, onde a tocha olímpica chega na noite desta quinta-feira (19), a prefeita Cláudia Oliveira garante que haverá uma grande festa, a tocha chegará pelo distrito de Arraial D’Ajuda, atravessará de balsa até o município de Santa Cruz Cabrália e retornará à cidade histórica para ser conduzida. 
Ela antecipou que o envolvimento de estudantes da rede municipal de ensino será um dos destaques. Haverá plantio de árvores durante a passagem da chama olímpica pela cidade. “No palco do Descobrimento, teremos várias apresentações, dando oportunidade aos artistas da nossa cidade. Vai ser uma festa grandiosa que ficará marcado na nossa lembrança”.
Mensagem 
A Tocha traz a mensagem de paz, união e amizade do maior evento esportivo do Planeta e apresenta detalhes e elementos de brasilidade, e também referências às riquezas naturais e culturais do Brasil. Produzida com alumínio reciclado, resina e acabamento acetinado, pesa cerca de um quilo e meio e mede 63,5cm de altura quando fechada, e 69cm quando aberta.
 
Foto: Divulgação

Batalhão de policiamento turístico...

Escrito por Luiz Washington . Publicado em Outras cidades

completa um ano de ações na Bahia
1463671065AY2Cpm1606Há um ano, policiais militares do Batalhão Especializado em Policiamento Turístico (Beptur) reforçam não apenas a segurança pública no estado, mas também o atendimento e receptivo aos visitantes que chegam à Bahia. Um diferencial que faz a celebração do primeiro ano do Batalhão, celebrado nesta quinta-feira (19), ganhar um tom especial. São 12 meses de ações bem sucedidas e serviços diferenciados prestados à sociedade. 
Atualmente, 271 oficiais e praças atuam em pontos turísticos importantes e locais de grande circulação de visitantes na capital, como o Aeroporto, Bonfim, Centro Histórico, Mercado Modelo, Terminal Marítimo, Barra, Rio Vermelho, Dique do Tororó, Jardim de Alah, e Largo da Cira, em Itapuã. 
A comemoração do primeiro ano de criação do Beptur aconteceu no Centro de Convenções de Salvador, com um culto ecumênico por volta das 8h, seguido por uma solenidade cívico-militar com a presença de autoridades militares e civis que foram prestigiar o aniversário do Batalhão. 
Para o subcomandante da Polícia Militar, coronel Antônio Reis, a comemoração é um reconhecimento à tropa. “Meus parabéns aos homens e mulheres que se dedicaram completamente ao serviço de um batalhão, que conseguiu já nascer grande por causa da sua própria importância. É através do Beptur que conseguimos alcançar um número ainda maior de pessoas, de diversas nacionalidades”, comentou o subcomandante. 
Preparação 
Para fazer parte do Beptur, os policiais militares passam por uma preparação extensa, que inclui aulas sobre história dos monumentos da cidade, turismo e cidadania, além de idiomas, numa formação que vai além da segurança pública. Para o comandante do Batalhão Especializado em Policiamento Turístico, tenente-coronel Josehilton Martins, a experiência tem se mostrado exitosa na capital e no interior do estado. 
“Nós estamos preparados para trabalhar com o que se relaciona à segurança, mas também ao turismo. Isso porque a especialização garante que os oficiais e praças detenham competências que serão muito úteis no dia a dia com o visitante, o que inclui proficiência em outros idiomas. Nesse um ano de atividade, pudemos atuar em Salvador e também dar apoio a cidades baianas em reforço ao policiamento local. Estamos felizes com o serviço prestado ao estado da Bahia”, contou o tenente-coronel. 
Homenagens 
Ainda durante a comemoração, na manhã desta quinta (19), alguns militares foram homenageados e receberam medalhas, como a sargento Joelma dos Santos, que há um ano está no Beptur. “É uma honra trabalhar com o policiamento turístico e ao lado de colegas tão dedicados. Nesse primeiro ano, vivemos o fortalecimento da unidade e transformamos esse grupo em uma família, de uma certa forma”, afirmou após receber a homenagem.

 

Foto: Alberto Coutinho/GOVBA

Brasileirão Série B 2016 na TVE

Escrito por Luiz Washington . Publicado em Outras cidades

Campeonato Brasileiro Série BA bola vai rolar solta na tela da TVE - Educativa da Bahia com duas grandes rodadas do Brasileirão Série B 2016! Nesse sábado, 21.05, às 16h25, o Bahia entra em campo enfrentando o Paraná, no Estádio Durival Britto, em Curitiba. E no próximo dia 28.05, o tricolor baiano disputa com o Vasco da Gama, no Estádio Vasco da Gama, mais conhecido como São Januário, no Rio de Janeiro.

O Esquadrão de Aço que estreou na competição nacional no último sábado, 14.05, na Arena Fonte Nova, contra o Avaí, levou vantagem com o placar de 2x1. Enquanto que o Paraná não começou tão bem sua participação no Campeonato, sendo derrotado por 2x0 pelo o Brasil de Pelotas (RS). E nestas próximas rodadas do Brasileirão, quem será que vai levar a melhor? Faça suas apostas, fique ligadinho na transmissão da TVE e acompanhe os todos os momentos destes dois grandes jogos. 

A TVE Bahia pode ser sintonizada nos canais fechados SKY 310-1, NET canal 2, Sim Canal 2, GVT canal 2, Claro 402-1. Nos canais abertos 10.1 para Salvador e Região Metropolitana e 2.1 para o interior do estado.