Abrigo de Petrolina registra aumento no número de adoções de crianças

Publicado em Petrolina

campanha adocao97568A quantidade de crianças que ganharam um novo lar cresceu no último ano, em Petrolina. Exemplo disso foi o aumento no número de adoções registradas na Casa Anjo, instituição conveniada à prefeitura. Depois de dois anos sem efetivar adoções, o abrigo comemora o crescimento das famílias que decidiram adotar.

Segundo levantamento da instituição, nos anos de 2015 e 2016, nenhum caso de adoção foi registrado no abrigo, mas a situação mudou em 2017 quando cinco crianças assistidas na unidade ganharam uma nova família.

Para a secretária de Desenvolvimento Social e Direitos Humanos de Petrolina, Kátia Carvalho, as adoções representam uma conquista importante das instituições que prestam assistência às crianças em situação de vulnerabilidade social na cidade.

A prefeitura mantém diversas instituições conveniadas que oferecem amparo a diferentes segmentos como crianças, pessoas em situação de rua, idosos, dependentes químicos, entre outros. Nosso trabalho é justamente dar a assistência necessária e buscar caminhos para que os abrigos sejam apenas equipamentos de passagem e resgate social”, disse a gestora da pasta.

As famílias que planejam adotar uma criança devem procurar a Vara da Infância e Juventude de Petrolina onde é iniciado o processo legal de adoção.  A Casa Anjo é um abrigo de longa permanecia que atende crianças de 0 a 6 anos de idade e é mantida com recursos da prefeitura e do governo federal.

Magnólia Costa: Assessora de Comunicação

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar