Remanso: Sob pressão vereadores recuam...

Postado por Luiz Washington . Publicado em Remanso

 ...e projeto mantém salários no mesmo valor

Câmara lotada pressiona vereadoresA sessão desta terça-feira (08/11) da Câmara de Vereadores de Remanso, como acontece desde o começo de outubro, contou com a presença de pelo menos 120 populares, que pressionam os vereadores para que não haja aumento na remuneração do prefeito, vice, secretários e vereadores.

Diante da pressão a Mesa Diretora apresentou um novo projeto, mantendo os valores atuais da remuneração do prefeito, vice e secretários, que são, respectivamente 20 mil, 16 mil e 6 mil reais sem mencionar subsídio de vereador.

Fagno Dias, blogueiro e ativista nas redes sociais, um dos líderes do movimento, diz que “a intenção dos vereadores é vencer o povo pelo cansaço e aprovar o aumento às escondidas em um projeto separado. Não vão conseguir porque estamos atentos”.

Sem tumulto, a população exibiu cartazes e um dos presentes, que não quis se identificar, reclamou da presença ostensiva da polícia do lado de fora da Câmara: “Os vereadores solicitaram a presença da polícia com a desculpa de tumulto. Não somos desordeiros e estamos aqui para barrar esta falta de respeito. Não vão nos amedrontar”

O novo projeto foi encaminhado às comissões e deve ser colocado em votação na próxima terça-feira (15/11).

 

Foto: Divulgação

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar