Reitor garante a Marcos Palmeira que...

Escrito por Luiz Washington . Publicado em Remanso

...UNIVASF pode se instalar em Remanso.

Compromisso firmado com a expansão da UNIVASFO Reitor da UNIVASF – Universidade Federal do Vale do São Francisco, Julianeli Tolentino, em uma longa e cordial conversa com o candidato a prefeito de Remanso, Marcos Palmeira (PC do B), na tarde desta segunda-feira (12/09), garantiu que a expansão da Universidade “depende de articulação e vontade política do gestor municipal”.

Explicando as dificuldades existentes, a burocracia necessária e as exigências do MEC, Tolentino diz que a UNIVASF está aberta ao diálogo e ao entendimento: “A proposta da UNIVASF é atender ao Vale do São Francisco e oferecer cursos que atendam à demanda da região. Estamos dispostos a estudar, discutir e acolher todos os pleitos”.

“Fico extremamente satisfeito em ver que em Remanso há um candidato que tem essa visão” – disse, referindo-se ao compromisso de Marcos Palmeira de conseguir um campus da UNIVASF para atender o município – “Temos o campus de São Raimundo, onde já estamos ampliando os cursos e Remanso pode se tornar um polo universitário que atenda às cidades vizinhas”.

Além da disposição ao diálogo, Tolentino apresentou a Marcos a possibilidade de instalação em Remanso “ainda no próximo ano”, de cursos não presenciais da UNIVASF. São bacharelados e licenciaturas com foco em gestão pública e administração.

Serviços

A UNIVASF possui diversas unidades móveis de atendimento oftalmológico e de saúde bucal, “disponíveis para gestores que se interessem no atendimento às crianças da rede escolar municipal. Temos equipamentos de última geração e a contrapartida da prefeitura é fornecer os profissionais”.

“Podemos levar estes serviços à Remanso” – Enfatizou Tolentino.  – “São serviços gratuitos, exames e diagnósticos. No atendimento oftalmológico, se houver necessidade, a criança já sai do atendimento com óculos prontos e de graça”.

Avaliação

Avaliando o encontro com o Reitor, Marcos Palmeira diz que não é compreensível que o candidato do prefeito Celso, Zé Filho, prefeito por três vezes, “não tenha conhecimento destes programas e nunca tenha se interessado para levar a UNIVASF a Remanso”.

“Só há uma explicação: Ele não gosta de povo, não se interessa pela melhoria da vida das pessoas e não se importa com a saúde ou o futuro de nossas crianças. Quem nunca fez, não é agora que vai fazer”.

“Vamos ganhar as eleições e a UNIVASF será parceira nesse processo de mudança e desenvolvimento que Remanso precisa” – Diz Marcos Palmeira, reafirmando seu compromisso e vontade de ter cursos da UNIVASF ainda em 2017 e um campus “antes do final de nosso mandato”.

Ascom PCdoB/Remanso

Zé Filho volta infringir a lei e é punido

Escrito por Luiz Washington . Publicado em Remanso

Distribuição de gasolinaO candidato Zé Filho mais uma vez desrespeitou a Justiça Eleitoral, mas desta vez, nem com a interferência explícita do prefeito Dr. Celso, seu aliado na Coligação DEM/PT/PSD, conseguiu escapar impune.
 

Em sentença proferida no último dia 7 de setembro o Juiz Fábio de Oliveira Cordeiro, analisando a veiculação de propaganda paga na internet lhe aplicou uma multa de R$ 7.500,00, determinando ainda que retire da sua página no Facebook a propaganda ilegal, de acordo com o processo 6315.2016.605.0067.

Esta é apenas uma das dezenas de denúncias de que se tem notícia a cada dia em Remanso. Há compra explicita de votos, perfuração de poços no interior, distribuição de cestas básicas e acintosamente distribuição de gasolina nos postos de propriedade do candidato.

Zé Filho e Celso unidos tentam fraudar as eleiçõesCom uma simples consulta ao Tribunal de Contas dos Municípios é possível verificar de onde saem os recursos que estão bancando a campanha milionária do candidato da Coligação DEM/PT/PSD em Remanso.

Na consulta realizada no dia 08 de setembro, só como exemplo, despesas pagas a Zé Filho no mês de janeiro somam R$ 15.450,00 e isso se repete nos meses subsequentes, ora valores mais altos, ora valores menores, além de pagamentos a empresas ligadas ao candidato.

E estes são apenas os valores pagos diretamente ao candidato. Identificados. Jose Clementino de Carvalho Filho. 

O que mais chama a atenção é a distribuição dos pagamentos em dezenas de empenhos em pequenos valores, entre as diversas secretarias, predominando a Secretaria de Saúde, uma fina ironia do candidato: saem da saúde pública a sustentação de sua campanha enquanto seus carros de som bradam nas ruas que foi ele quem mais fez pela saúde de Remanso. Fez e continua fazendo. 

Matéria de inteira responsabilidade da ASCOM/PC do B Remanso 
  

Força Jovem se reúne com Zé Filho

Escrito por Luiz Washington . Publicado em Remanso

remanso ze filhoFoi realizado no último sábado o Grande Encontro da Força Jovem do 55, no Clube Ranoar (ao lado da rodoviária). Na ocasião, o candidato Zé Filho explanou as políticas públicas voltadas para a juventude remansense.

Zé Filho lembra “que esse encontro é o momento de apresentar as políticas públicas a serem adotadas em seu governo para os jovens e adolescentes, que inclui melhorias e investimento nas áreas de educação, saúde, lazer, cultura e esporte, além da geração de emprego e renda".

Os organizadores do Grande Encontro da Força Jovem do 55 pretendem reunir toda juventude remansense independente da escolha política ou partido com o objetivo de debater ações para melhorar a vida dos jovens de Remanso.

Ascom/COLIGAÇÃO É A HORA DE ACERTAR

Marcos Palmeira faz o maior arrastão da Mudança

Escrito por Luiz Washington . Publicado em Remanso

Remanso: “Está nas ruas. Não há como parar a Mudança”. Seis mil pessoas caminhando, cantando e um só sentimento: Mudança.

Desta vez só foi diferente no número de pessoas na avenida. Calculando por baixo era três vezes mais.

Marcos e Flávio da UNIFANVindos de todos os lugares, surgindo de todas as ruas, aglomerando-se do Mercado até muito depois da Padaria do Professor Alcides, ao longo da Avenida Principal (A Eunápio Peltier de Queiroz), tomando conta das ruas adjacentes, espraiando-se até a Francisco Leobas (A Rua do Restaurante Chiquinho da Piranha), fazendo festa, cantando e dançando, o povo inteiro da cidade de Remanso esteve na Puxada de Marcos Palmeira na noite de sexta-feira, 03 de setembro.

“Eu nem vi Marcos” – responde agitada a garota com duas dezenas de adesivos espalhados pela roupa – “ E nem ia votar nele, agora voto! Só sei que queria vir pra rua depois que quiseram proibir o povo de sair de casa” e volta à agitação.

“Vi, abracei e beijei” – Quase às lágrimas uma senhora, que também não diminui o passo para responder às perguntas. Porque chorando? “Porque amo Remanso ainda mais agora que está na rua mostrando que não tem medo dos coronéis”

Depois de duas dezenas de perguntas paramos na porta da Padaria. Uma jovem, celular na mão, filma a passagem da multidão. Seu vídeo, postado no facebook, (https://www.facebook.com/thallia.santana/videos/996316373827162/), com 9  minutos e 58 segundos  de duração mostra gente passando e passando e acaba sem que se veja o fim da multidão.

Agarrado, abraçado, arrastado, beijado, Marcos Palmeira, só por levantar os braços para saudar, leva a multidão próxima ao delírio. Um menino corre para abraça-lo.

ComicioSem superlativos e com visão crítica, o que se viu na Avenida Principal, depois por todas as ruas da quadra 11 e 13, em todo o BNH e muito depois do término da Puxada, em todos os bares da cidade, até mais de três da madrugada, foi a ascensão de Marcos Palmeira a herói que derrotou a vontade de um coronel do atraso, que não quer ver povo nas ruas.

Impossível chegar próximo ao palanque. Três ruas acima, paralela, uma senhora recostada no portão nos atende ao pedirmos água e não contém a pergunta: “Oxe, e a caminhada era para passar aqui?” Não, não era e nem passou, é que não coube na rua escolhida e esparramou gente, que ainda dança e canta, sem sequer ouvir o que se diz dois quarteirões distantes.

“Eles tentaram calar a voz de vocês! Resistiremos! Remanso sabe o que quer! Não serão ameaças e boatos que tirarão do povo a vontade de mudar! ” – Diz Marcos, entre mais de cinquenta pessoas que lotam a carroceria de um caminhão. Aplaudido lembra de sua aliança com o Professor Alcides da UNIFAN, da sua determinação em trazer para Remanso investimentos e do descaso com que foram tratados os agricultores.

A certeza é que esta semana tem mais gente nas ruas. Não há como parar o vento da mudança.

ASCOM PC do B /Remanso.Foto: Divulgação

Marcos Palmeira diz porque quer ser prefeito de Remanso!

Escrito por Luiz Washington . Publicado em Remanso

  • O que lhe fez pensar em ser candidato a prefeito em Remanso?

Marcos palmeiraRemanso já foi referência em saúde regional; sua economia era diversificada, ia da produção de leite à pesca; deu à Bahia e ao Brasil intelectuais respeitados. Foi uma cidade que atraia visitantes para suas festas. De repente nada disso mais existe. Não existe um hospital público em Remanso, quase todos os novos bairros periféricos da cidade não tem abastecimento de água, seus jovens e idosos são tratados com desprezo e a prefeitura é um cabide de empregos. Não consigo me calar diante deste processo de degradação. Quero ser prefeito para mudar essa realidade construída para favorecer apenas poucas pessoas que se eternizam no poder.

  • Como o senhor vê Remanso em se tratando de serviço público? 

O ranking de eficiência dos municípios, elaborado pela Folha de São Paulo coloca Remanso no fim da fila. Recursos desviados, serviços inoperantes. O serviço público em Remanso vem se degradando nestes últimos 12 anos.

  • Quais os projetos para a saúde?

A Saúde é o bem maior de uma comunidade. Em Remanso transformou-se em negócio lucrativo para poucos e em fonte de renda para quem está no poder. Vamos mudar a saúde. Ampliar o número de equipes de saúde da família, reformar os postos de saúde. Trabalhar pela construção de um Hospital da Mulher e da Criança.

  • E na educação?

Os recursos da educação são iguais em todos os municípios do Brasil. Para cada aluno há um valor único em todo o Brasil. Então porque há cidades em que as creches são de tempo integral, as escolas climatizadas, professores com capacitação permanente? E respondo: Porque faltam gestão e compromisso do gestor. Para os gestores do atraso educação é despesa e não investimento. Vamos fazer diferente. Vamos Mudar a Educação em Remanso. Construir mais unidades escolares, reformar, ampliar e climatizar todas as unidades antes do final do mandato, na sede e no interior. Melhorar a merenda adquirida cinquenta por cento dos produtores locais, capacitar de forma permanente os professores e gestores. Chamar as comunidades para participar da gestão escolar e eleger por voto direto diretores e vices.

  • Acredita que essa cidade possa ser no futuro uma espécie de referência, no sentido regional?

Antes do final de nosso mandato Remanso terá resgatado grande parte de sua autoestima. Voltaremos a promover as festas que fizeram Remanso referência e já temos adiantado uma conversa com Targino Gondim para organizar em Remanso o Festival Regional da Sanfona, agregando artistas e valores de toda a região, incluindo Pernambuco e Piauí. Remanso voltará ao lugar de destaque que merece.

  • Sendo eleito, quais áreas o senhor vai considerar prioritárias?

Educação e Saúde, mas vamos, desde o primeiro dia trabalhar pela geração de emprego e renda. Fortalecer as associações, garantir a compra da produção dos agricultores familiares, incentivar a formação técnica dos jovens na cidade e levar assistência ao apicultor. Vamos reunir os pescadores e firmar parceria para a produção de peixe em tanques rede. Agregar valor à produção dos caprinos e ovinos, com a melhoria do rebanho. Há uma enormidade de ações possíveis que não são realizadas porque não há vontade política no gestor atual e nem naqueles que o elegeram.

  • Porque Flávio para vice-prefeito?

A UNIFAN é o segundo maior empregador em Remanso. Ao lado disso tem promovido ações comunitárias importantes e diferenciadas. É gerido por um remansense, o Professor Alcides que repetidamente diz que ama Remanso e investe aqui para ver a cidade melhor. O que também é nosso propósito. Temos em comum querer mais para Remanso. Gostaríamos que fosse o Professor nosso vice e ele tinha aceitado, mas foi convocado para disputar eleições em Aparecida de Goiânia, será eleito prefeito lá e em um processo de discussão concordamos que Flávio da UNIFAN seria o nome que melhor representaria o Professor Alcides, o empreendedorismo que ele encarna e a força de uma juventude que quer mudanças.

  • O senhor fará parcerias com deputados e com o governo do estado?

Nenhum prefeito governa só. A renda dos municípios vem sendo cortada ano a ano pela União e, além disso, os recursos que a prefeitura recebe, na maioria tem destinação específica. Pouco sobra para investimentos. Teremos de fazer aliança em todos os níveis de governo e mesmo fora da área governamental. Temos articulação política na Bahia e em Brasília. Proximidade com os mais influentes deputados do Congresso e um Partido forte, capaz de reivindicar. No governo do PC do B em Remanso as parcerias darão o tom.

  • Assim como a Unifan que e uma grande geradora de empregos em Remanso,  no setor privado, terá incentivo para que outras empresas se abram aqui para que  essa terra possa ser geradora de emprego?

Todos os incentivos possíveis e que respeitem o meio ambiente, que tratem com dignidade o trabalhador, que respeite Remanso, a cidade e seu povo. Estamos abertos a discutir e já encaminhamos uma discussão com o vice-governador da Bahia para a implantação de uma pequena usina de açúcar e álcool no município que será realidade antes do final de nosso mandato.

  • COMO O SENHOR VÊ O POVO DE REMANSO?

Um povo capaz de resistir ao atraso, capaz de resistir aos males causados por estes gestores, capaz de reagir. Um povo alegre, bonito e corajoso. Por isso vamos ganhar as eleições. Porque acreditamos que este Povo é capaz de dizer não ao atraso, de fazer as Mudanças necessárias.

  • Qual seu grande sonho?

Que no último dia de meu mandato eu possa olhar de frente o Povo de Remanso e dizer: Fiz o que podia ser feito. Hoje não há mais crianças fora da escola, hoje não há mais uma só pessoa em Remanso carente de água ou com dificuldades de ser atendido por um médico. Que as nossas ruas estão limpas e iluminadas, Que não tenha salários em atraso ou sonegação das obrigações trabalhistas dos servidores públicos. Que nenhum adversário ou amigo diga que desviei recursos ou apliquei sem o consentimento e o conhecimento das comunidades interessadas.

Quero ver Remanso Feliz e sem medo. Finalizou

 

Ascom/Foto: Divulgação