Estudantes de Remanso protestam contra

Escrito por Luiz Washington . Publicado em Remanso

o fechamento de turmas de escola.

comunidadeescolarremansoNesta quarta-feira (23) as ruas de Remanso foram tomadas por centenas de alunos, pais, professores e servidores do Colégio Estadual Cel. Olímpio Campinho, em caminhada de protesto contra o fechamento arbitrário de turmas naquela escola.

Durante o processo de ordenamento escolar, a direção fez todos os procedimentos como de costume, utilizando a capacidade normal da escola para preencher sua estrutura, seguindo a orientação da Secretaria Estadual de Educação, matriculou os alunos normalmente, e foram iniciadas as aulas também seguindo o calendário regular, quando às vésperas do final da primeira unidade, com as avaliações se iniciando, a comunidade foi informada da não abertura de duas turmas que estavam previstas, prejudicando os estudos de quase 100 alunos, expulsos do Colégio, e vários sem ter opção de vaga no mesmo turno em outra escola.

Revoltados com esta medida, considerada por todos como arbitrária e em momento inoportuno todos se uniram para reagir, levando documento ao Ministério Público, convocando a imprensa e acionando a todas as instâncias possíveis para tentar reverter a decisão.

As lideranças de alunos, pais e professores, que compõem o colegiado escolar, estão organizando várias ações de protesto em Remanso e na capital. Segue íntegra do texto do Manifesto Público apresentado pela comunidade escolar:

MANIFESTO

As representações da comunidade escolar do Colégio Estadual Cel. Olímpio Campinho - CECOC, ao final assinadas, compostas por pais, alunos e professores do mesmo, vem a público expor o que segue:

Que o citado Colégio compõe a Rede Estadual de Ensino, subordinado à Secretaria de Educação do Estado da Bahia, e possui Diretoria local que atua de acordo com as diretrizes e orientações estaduais, e em relação ao processo de matrículas, o mesmo é informatizado, gerenciado através de sistema em rede próprio, controlado também pela Secretaria Estadual.

Que anualmente é feito o ordenamento das turmas em cada escola do Estado, em que as unidades pactuam a quantidade de vagas e séries a serem ofertadas, o que foi feito regularmente neste ano, sendo que o Colégio Olímpio Campinho permaneceria com 11 turmas, sua capacidade normal, como feito há muitos anos, mas considerando as especificidades de demanda deste ano, foi solicitada uma ampliação de séries, ofertando-se assim dois Primeiros Anos no turno diurno e um Segundo Ano noturno, todos dentro da capacidade da escola e com a anuência da Secretaria de Educação.

Após isto, ocorreu a pré-matrícula de alunos em quantidade suficiente para as turmas e foi feito o processo de programação de professores, disciplinas e turmas, ordenando todo o horário escolar para que as mesmas funcionassem normalmente, o que veio a ocorrer com o início do ano letivo regularmente.

Ocorre que poucos dias atrás, passada quase toda uma unidade escolar, às vésperas das avaliações de unidade, a Direção da Escola foi noticiada de que as novas turmas não poderiam ser abertas, e os alunos deveriam ser realocados, os professores dispensados destas aulas e as salas ficarem ociosas. Embora não seja explícito, presume-se que esta iniciativa faça parte do esforço governamental de reduzir despesas.

Entretanto esta medida causa enorme transtorno à comunidade, já que: 1) Não é possível acomodar todos os alunos do turno diurno e nem garantir que outra Escola os receba; 2) Para a turma do noturno, adultos que trabalham e também alguns menores, não existe oferta do mesmo curso na outra escola estadual, o que os condena a ficar fora da sala de aula; 3) Não há como acomodar todos os professores sem estas aulas, resultando em várias demissões de contratados; 4) Não se pode garantir a compatibilização de ensino dos alunos egressos em outra escola, com calendário e conteúdo diferenciado; 5) Se provocará um trauma em todas as crianças e pais expulsos do Colégio que escolheram livremente, quando muitos pais chegaram a madrugar para conseguir uma vaga; 6) Serão deixadas salas de aula ociosas, que não mais poderão ser preenchidas este ano, deixando de cumprir sua finalidade e privando outros jovens dos seus direitos; 7) Redistribuir os alunos do diurno em outras turmas ocasionará em superlotação, que contraria a orientação da própria Secretaria de Educação; 8) Os alunos escolheram esta unidade escolar também por proximidade das suas residências, e a mudança para outra escola resultará num aumento enorme do seu trajeto, além das dificuldades de readaptação.

Soma-se a isto o fato de que o sistema que gerencia as vagas será fechado nos próximos dias, e depara-se com a iminente irreversibilidade da medida, se não houver contraordem urgente. Do modo que está, é gigantesco o transtorno, oriundo de falta grave, ferindo a autonomia da escola, que busca os interesses da comunidade onde está inserida, e agride ainda o Estatuto da Criança e do Adolescente, deixando quase 100 alunos prejudicados em seus estudos e vários sem opção de matrícula.

Assim posto, os alunos, seus pais, professores e servidores foram informados pela Direção, no cumprimento de sua função, e foram tomados de enorme revolta, ao ver seus filhos privados do sagrado direito à educação, e sendo pessoas de origem humilde, prejudicados nas suas aspirações por melhoria de vida, diante de medida arbitrária e intempestiva, e passaram a buscar as possibilidades de contestação da medida, sendo a manifestação pública uma delas, para que se possa devolver às nossas crianças a alegria de estudar onde escolheram, preservar a função social da escola, os empregos dos educadores e também de modo precioso, oferecer uma oportuna lição de cidadania aos nossos gestores. 

Remanso, 21 de março de 2016.

Comunidade Escolar

Veja nota da Secretaria da Educação AQUI

Fonte: Remanso Notícias

Remanso e Sobradinho...

Escrito por Luiz Washington . Publicado em Remanso

 concorrem a prêmio por práticas empreendedoras

Os municípios disputam a etapa estadual do Prêmio Sebrae Prefeito Empreendedor com outras 12 cidades do estado

remansOs municípios de Sobradinho e Remanso, no Norte da Bahia, disputam a etapa estadual do Prêmio Sebrae Prefeito Empreendedor (PSPE) com outras 12 cidades do estado. A premiação reconhece o trabalho de prefeitos que tenham desenvolvido projetos de estímulo ao fomento de pequenos negócios e a modernização da gestão pública.

Nesta edição, Sobradinho concorre ao prêmio nas categorias Melhor Projeto e Inovação e Sustentabilidade. O projeto selecionado é o “Desenvolve Sobradinho: Rumo a novo tempo”, implantado como alternativa para enfrentar problemas econômicos e assegurar a geração de riqueza no município.

A iniciativa integra diversas secretarias e servidores através de ações que envolvem o turismo, a cultura, educação, agricultura familiar e o comércio local, com foco no empreendedorismo. Em 2014, o município também participou da premiação e recebeu o prêmio Prefeito Empreendedor com o projeto “Sobradinho Sustentável, que introduziu o pescado na merenda escolar.

Já o município de Remanso, participa da premiação pela primeira vez e foi selecionado com o projeto Viver Melhor no Campo, que visa aproximar o governo das comunidades da zona rural, através de ações que tragam melhorias para o homem do campo como, por exemplo, energia, estradas, produção, forragens, saúde e educação.

O programa envolve todas as secretarias da gestão municipal e conta com o apoio de parceiros como a Embrapa, Empresa Baiana de Desenvolvimento Agrícola (EBDA), Instituto Regional da Pequena Agropecuária Apropriada (IRPAA), Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf) e Companhia de Desenvolvimento e Ação Regional (CAR).

Para o gerente regional do Sebrae, Carlos Cointeiro, o prêmio é a oportunidade para os gestores municipais apresentarem projetos empreendedores e inovar a gestão de governo. “Por meio do prêmio o Sebrae e a sociedade reconhecem as ações e esforços das prefeituras em prol do desenvolvimento social e econômico dos municípios”, destaca.

DSC 0006A cerimônia estadual de premiação está prevista para acontecer em maio, em Salvador. Os 14 finalistas da Bahia concorrem em oito categorias: Melhor Projeto, Implementação e Institucionalização da Lei Geral, Compras Governamentais de Pequenos Negócios, Desburocratização e Formalização, Pequenos Negócios no Campo, Inovação e Sustentabilidade, Municípios Integrantes do G100 e Inclusão Produtiva com Segurança Sanitária.

Os vencedores da etapa baiana recebem troféu, certificado e o selo de prefeito empreendedor, além de ter participação garantida na etapa nacional, que acontece no mês de junho, em Brasília, com os vencedores de todos os estados do país.

 

Lucilene Santos/Agência Sebrae de Notícias Bahia/ Fotos: Luiz Washington

Ex-prefeito de Remanso deixa PTN

Escrito por Luiz Washington . Publicado em Remanso

senador Otto Alencar e Zé filho 450x420Com a garantia do senador Otto Alencar presidente do PSD da Bahia, de que terá legenda para concorrer à prefeitura de Remanso, o ex-prefeito de Remanso, José Clementino, popularmente conhecido em Remanso e região como Zé Filho, assinou a ficha de filiação do PSD. Zé Filho que era filiado à legenda do PTN, está agora no partido do senador Otto Alencar (PSD) Bahia.

“Zé Filho disse que a chegada ao PSD foi com muita alegria por poder ter essa recepção e demonstração de carinho. Zé Filho Reafirmou o compromisso de continuar lutando por uma Remanso melhor, e que vai continuar com a mesma força e a mesma dedicação, mas com mais apoio e novas perspectivas”, afirmou Clementino.

O senador Otto Alencar presidente do PSD da Bahia, Garantiu que “a partir de agora Zé Filho comandará o PSD no município de Remanso”. E mais do que isso, já entra como Pré-candidato a prefeito da cidade. Digo isso por conta da sua experiência e sua credibilidade. Então está de parabéns o PSD e a vinda de Zé Filho é motivo de festa para o nosso partido “disse Otto”. (Remanso News/Souza Filho)

Informações dão conta que Zé Filho será candidato a prefeito com o apoio do atual prefeito, Dr. Celso. Zé Filho já governou Remanso por dois mandatos e vai trabalhar para ser eleito e governar o município por mais quatro anos e assim ficar na história como o único prefeito que governou Remanso por três mandatos.

 

ISTOÉ desta saúde de Remanso

Escrito por Luiz Washington . Publicado em Remanso

0 blog Zé Carlos Borges saude remansoA cidade de Remanso, conquistou destaque na categoria das melhores cidades do BRASIL em aplicação de recursos da SAÚDE em um levantamento publicado pela revista ISTO É em parceria com a consultoria Austin Ratings que usou dados do ano de 2014, época em que a pasta era administrada pelo vice-prefeito e então Secretário de Saúde Dr Antonio Moura. Remanso e Xique-Xique foram as únicas cidades de pequeno porte na Bahia a conquistar o destaque na área da Saúde, segundo a revista o principal objetivo desse prêmio foi criar uma agenda positiva para mostrar a todo país as coisas boas que as prefeituras estão fazendo.
“Como homem público me sinto muito realizado com esse destaque, afinal estamos falando de 5.565 municípios e Remanso está dentro das 50 melhores cidades de pequeno porte que foram destaque na SAÚDE em 2014 pasta que eu assumi a qual me dediquei muito e tive muitas conquistas, isso significa que a saúde estava no caminho certo, agradeço ao prefeito Dr.Celso por ter confiado em meu trabalho, infelizmente não estou mais à frente da saúde mais me sinto feliz em ver o reconhecimento e principalmente porque o que fiz melhorou a vida do povo remansense”, afirmou Antonio Moura.
Nesse período a população remansense recebeu o setor de Emergência com médicos plantonistas 24 horas; 10 médicos cubanos um em cada posto de saúde; 1 Unidade de Tratamento Intensivo UTI Móvel SAMU; Reforma e Ampliação de 2 postos de Saúde; Reestruturação do Laboratório do CESPE onde os remansenses realizavam todos os seus exames de graça; Aquisição de 2 carros 1 Fiat Doblô e 1 Fiat Uno; Reestruturação das Casas de Apoio ao paciente de Salvador e Juazeiro; Medicação tanto nos postos quanto na farmácia e na emergência entre outros avanços que garantiram a Remanso espaço no Ranking das Melhores Cidades de Pequeno Porte do Brasil em Saúde.
 
Por Irlander Bacelar/Fotos: Divulgação 0 4

Empossados 68 professores em Remanso

Escrito por Luiz Washington . Publicado em Remanso

remanso3“Tenho certeza de que a educação de Remanso só tem a ganhar com vocês”, essas foram as palavras da secretária de Educação, Maria Olivia Miranda, na solenidade de posse dos 68 professores que passaram no último concurso realizado pela Prefeitura de Remanso. O evento ocorreu nessa quarta-feira (15), no prédio da secretaria de Educação e reuniu o prefeito interino, Antonio Moura, o secretário de Administração, Arismar Silva e Sousa, e servidores.

O concurso, realizado em fevereiro deste ano, aprovou 74 professores de diversas disciplinas, mas 68 foram empossados. Eles assumirão os cargos a partir da próxima segunda-feira (20) em mais de 30 escolas do município na zona urbana e rural, beneficiando crianças da educação infantil e fundamental 1 e 2.

Segundo a professora de história Camila Roseno, as expectativas sobre o novo emprego são as melhores, principalmente porque a prefeitura tem um olhar especial com os professores. “Espero, além da estabilidade financeira, uma contribuição profissional muito boa, uma vez que o professor está sendo bem valorizado no município com o plano de cargos e carreira, dentre outras vantagens que contribui bastante profissionalmente”, conta.

De acordo com o prefeito em exercício, Antonio Moura, é uma grande satisfação receber novos professores no corpo docente da rede municipal de educação. “São os professores que formam os cidadãos, que formam diversos profissionais importantes. E é com muita alegria que recebemos 68 professores que irão agregar, ainda mais, a educação de Remanso”.

ASCOM REMANSO