Curtas e Boas 21/12

Publicado em Curtas & Boas

Petrolina

Depois da votação e aprovação dos 12 projetos em pauta na sessão da Câmara de Vereadores de Petrolina (PE) desta quarta-feira (20), o debate girou em torno da eleição da nova mesa diretora da casa para o biênio 2019/2020, que marcada para a próxima terça-feira (26).

Enquanto a maioria dos vereadores da bancada de apoio ao prefeito Miguel Coelho, defende que a eleição seja realizada semana que vem, os vereadores de oposição querem que presidente da Câmara Osório Siqueira (PSB), deixe a votação para o segundo semestre de 2018.

O vereador Gabriel Menezes (PSL), disse que a eleição antecipada é fruto de um pedido do prefeito Miguel Coelho (PSB), a sua bancada de apoio, para que o vereador Osório Siqueira não saia candidato a deputado estadual. Osório não quis comentar a colocação de Gabriel Menezes.

Já o vereador Gilmar Santos (PT), disse em seu discurso, que a eleição antecipada em um ano é imoral, já que historicamente as eleições para a mesa diretora são realizadas no final de cada mandato, o que não é o caso.

“A forma como essa movimentação acontece é através dos acordos junto aos vereadores da situação, negociações. Inclusive o presidente da câmara tem a oportunidade de está ofertando cargos da mesa diretora aos vereadores que lhe apoiam. Essa eleição é fruto de cooptação” alfinetou o vereador do PT.

O vereador Ronaldo Souza (PTB), se sentiu ofendido com as colocações de Gilmar Santos e disparou. “Me sentir ofendido sim e vou fazer uma representação contra ele porque o vereador feriu o código ética da casa. O que é cooptação? Corrupção. E eu não sou corrupto”, disse Ronaldo Souza.

Juazeiro

Já que estamos falando de Câmaras de vereadores, seria interessante que o presidente da Câmara Municipal de Juazeiro, Alex Tanury,  aproveitasse o Final de Ano e fizesse uma prestação de contas para a população do repasse da Câmara que chega a mais de UM MILÃO DE REAIS por Mês. Muita gente só sabe que cada vereador ganha R$ 12.000,00 X 21 é = a  R$ 252.000,00 e ainda sobra, portanto, mais de 770.000,00 para a folha e as despesas fixas. 

Pelo que se sabe o ex-presidente Damião ainda fez uma sala para a imprensa, e atual presidente, nada. Como a Câmara não pode deixar sobra de caixa para o próximo ano, o presidente tem até o final de dezembro para devolver para a Prefeitura o saldo  que certamente deve ter em conta, considerando que não construiu e nem fez grandes reformas na Casa do Povo. Não custa nada fazer uma prestação de contas, né presidente!

Uma fonte nos informou hoje, que, aqui pra nós, o presidente Alex deixou foi um meio mundo de contas a pagar... Fornecedor, prestador de serviços e outros. Pelo andar da carruagem, se realmente isso for verdade, o gestor do Legislativo provou no seu primeiro ano que não é um bom administrador e por isso não merece ser reeleito, já que seus pares resolveram aprovar um projeto de reeleição.

O bom, Presidente, é Vossa Excelência convocar a imprensa e fazer uma prestação de contas, até mesmo para a população juazeirense ficar sabendo se realmente esses comentários tem fundamentos ou não.

Casa Nova

Em Casa Nova, o Presidente da Casa do Povo, além de não ficar devendo a ninguém, pagou 13ª para todos os funcionários e ainda fez foi uma bela confraternização no Restaurante do Avelar, onde participaram os vereadores e todo o corpo de funcionários. 

Remanso

Em Remanso, o presidente não pode comemorar as festas natalinas, porque ainda está tentando se recuperar dos 27 dias de cadeia que passou preso no Presidio de Juazeiro, junto com alguns colegas

Quem sabe, no próximo final de ano, o  presidente possa confraternizar com seus colegas e todos os funcionários da Câmara Municipal Local. 

Curtas & Boas 20/12

Publicado em Curtas & Boas

Em carta aberta à população juazeirense, ex-superintendente da 6ª SR CODEVASF, Misael Neto, faz balanço de sua gestão.

Confira a carta na íntegra:

Em 15 de julho de 2016 tive a alegria de ser nomeado para 6ª Superintendência da Codevasf, com sede em Juazeiro. Após algum tempo fora, era a oportunidade de regressar a minha cidade e de voltar a contribuir com a minha região ocupando um cargo público, dessa vez no executivo.

Pude ver de perto o milagre da irrigação. Fui testemunha de depoimento de produtores agrícolas que chegaram à região sem muita expectativa e que trocaram a bicicleta pela caminhonete importada zero quilometro.

Conheci um quadro técnico altamente qualificado e comprometido que essa empresa possui. E a eles agradeço por todo ensinamento e parceria nesse um ano e meio que estive a frente da Superintendência.

Se tive uma frustração durante esse tempo foi por não ter podido realizar tudo aquilo que acreditava ser necessário. As condições financeiras do Governo Federal não permitiram.

Tivemos momentos de vitória. Pude participar, discutir e principalmente assinar a liquidação dos débitos de K1 e titulação dos lotes agrícolas da Codevasf, reinvindicação antiga e muito aguardada pelos irrigantes. Deixo projetos já elaborados para solucionar o problema de abastecimento de água das cidades de Casa Nova, Remanso, Sento Sé e Pilão Arcado. Garantimos recursos para a conclusão da adutora que levará a tão sonhada água para Campo Alegre de Lourdes, beneficiando mais de 40 mil pessoas. Retomamos as obras de abastecimento de água do interior de Casa Nova e de esgotamento sanitário de Rodelas.

Deixamos para ser licitado ainda esse mês a recuperação e complementação dos sistemas de esgotamento dos municípios de Ourolândia e Umburanas. Fomos parceiros do Salitreiro, mediando conflitos e ajudando no desassoreamento do rio Salitre. Tivemos ação e fortalecemos todos os Distritos de irrigação da Codevasf.

Fizemos muito sem buscar holofotes. Somente pelo dever de servir. Quem chega aqui com o pensamento diferente, puramente político, estará chegando ao lugar errado. E por mais breve que seja, pode ter uma passagem desastrosa.

Com o findar de 2017, também chega ao fim nosso ciclo à frente da 6ª Superintendência Regional da Codevasf. 2018 será de novos projetos.

Despeço-me com o sentimento que fomos além do dever e das obrigações e me coloco a disposição para colaborar em tudo que tiver ao meu alcance para termos uma Codevasf mais forte.

Misael Aguilar Silva Neto
Juazeiro, 20 de dezembro de 2017.

Um ano, cinco meses e cinco dias

Curtas e Boas

Publicado em Curtas & Boas

Nacional

O juiz Vallisney Oliveira, da 10ª Vara Federal de Brasília, intimou o ministro da Casa Civil, Eliseu Padilha, para audiência na manhã do dia 6 de fevereiro. Padilha será ouvido na condição de testemunha de defesa do ex-ministro Geddel Vieira Lima. É a ação penal em que o peemedebista baiano é processado por obstrução da Justiça. O juiz concedeu a Padilha prazo para definir a agenda, mas ele não se manifestou. (Fonte: Revista Época)

.......................................

A Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf) concluiu sexta-feira (15), em Teresina, a expedição técnica no rio Parnaíba. O objetivo foi coletar dados e informações para realizar os estudos de retomada de navegabilidade do rio, com o intuito de facilitar o escoamento da produção do sul do Piauí até Teresina e Timon (MA). A expedição foi liderada pelo presidente da Codevasf, Avelino Neiva, acompanhado do diretor da Área de Revitalização, Inaldo Guerra, com a participação de representantes do Corpo de Engenheiros do Exército dos Estados Unidos (Usace, sigla em inglês), Calvin Creech e Adriel McConnell, além de parlamentares, técnicos e assessores da Companhia.

"Nessa expedição contamos com a experiência do corpo de engenharia do exército norte-americano, que já realizou ações desta natureza no rio São Francisco e ainda mantém contrato de consultoria técnica com a Codevasf. Já realizamos trabalhos no São Francisco e agora iremos expandi-lo para a bacia do Rio Parnaíba. Ficamos satisfeitos com os resultados e com os diagnósticos iniciais apresentados ao longo dessa grandiosa Expedição e, além disso, pudemos confirmar que o Rio Parnaíba é navegável sim", disse Avelino Neiva.

A bacia do rio Parnaíba é a segunda mais importante do Nordeste em termos hidrológicos e contribui para o desenvolvimento econômico dos estados onde está inserida: Piauí, Maranhão e Ceará. Atenta a importância da região, a Codevasf desenvolve ações integradas e permanentes para fomentar o uso sustentável dos recursos naturais da bacia a fim de promover a revitalização e o aproveitamento do potencial econômico do rio, como a navegabilidade.

"A iniciativa da expedição foi de suma importância para avaliar a viabilidade da navegação no Parnaíba. O estudo que será feito pela equipe da Usace vai indicar justamente se a navegabilidade é viável e quais os investimentos necessários", avaliou o superintendente regional da Codevasf no Piauí, Fábio Miranda. "O apoio político é essencial para a garantia dos investimentos de uma obra de tal porte. Como se trata de uma intervenção que beneficia diretamente dois estados (Maranhão e Piauí) o esforço conjunto das bancadas é vital para o sucesso do projeto", acrescentou.

Ascom Codevasf Fotos Divulgação

 

Curtas & Boas 08/12

Publicado em Curtas & Boas

A dez meses das eleições presidenciais, o Brasil só tem duas certezas: a esquerda é de Lula e a direita é do deputado e ex-militar Jair Bolsonaro.
No meio, está uma ampla avenida de centro, que muitos veem como potencial opção para vencer em outubro de 2018, e pela qual o PSDB, do duas vezes ex-presidente Fernando Henrique Cardoso (1995-2002), tenta transitar.
Esse vasto espaço político por ora não tem definido um nome de peso, em grande parte devido à impopularidade do governo do presidente Michel Temer, que, com seu PMDB, costurou uma aliança de mais de dez forças que compartilham de uma visão liberal no aspecto econômico e conservadora em termos sociais, o popular "centrão".
O PSDB manteve uma prudente distância desse grupo, que liderou o impeachment da presidente Dilma Rousseff (2011-2016), em meio a uma grave crise econômica, mas teve um papel-chave na construção do governo que se instalou depois.
Agora se prepara para abandonar o gabinete de Temer e elaborar uma estratégia própria pensando nas eleições.
Neste sábado, elegerá seu novo presidente, o governador São Paulo Geraldo Alckmin, 65, que aparece como seu provável candidato presidencial.
Alckmin assume assim o lugar que foi do senador Aécio Neves, o ex-peso pesado do PSDB, do qual foi afastado duas vezes acusado de crimes de corrupção passiva e obstrução da justiça, embora tenha sido reintegrado ao cargo por decisão do STF.
No entanto, as pesquisas não são muito animadoras para o governador do Estado mais rico do país e que já tentou a sorte em 2006, quando foi derrotado no segundo turno por presidente Luiz Inácio Lula da Silva, eleito para um segundo mandato.
A última pesquisa da Datafolha mostra Lula com 36% das intenções de voto, apesar de arrastar uma condenação a quase dez anos de prisão por corrupção, o que poderá tirá-lo da corrida se a sentença for confirmada em segunda instância.
Atrás dele estão Bolsonaro (18%) e a ambientalista Marina Silva (10%), que que chegou em terceiro lugar nas últimas eleições.
Alckmin soma apena 7% e ainda mais atrás (1% a 2%) o outro aspirante a aglutinar o centro, o ministro da Fazenda, Henrique Meirelles. 

Procura-se candidato

"A necessidade de encontrar um candidato que venha pelo centro para fazer contraponto aos extremos a direita e esquerda vai mobilizar alianças entre alguns partidos e acredito que Alckmin vai ser peça fundamental do debate 2018. Acho que o cenário se desenha para uma vitória do PSDB (...) Não tem outro nome nesse espaço", declarou à AFP o deputado peesedebista Betinho Gomes.
A tradicional política brasileira navega em um oceano de descrédito por causa dos escândalos revelados pela Operação Lava-Jato, que trouxe à tona os desvios milionários de fundos públicos para os partidos. E Alckmin, além de não ser uma figura nova, aparece entre os investigados de receber propinas da construtora Odebrecht.
"Tem chances, mas não são muito favoraveis. Nenhum candidato do PSDB aparece bem nas pesquisas; o partido foi atingido muito fortemente pelas denúncias de corrupção", explica Fernando Lattman-Weltman, do Instituto de Ciências Sociais.
Fundado em 1988 como uma força de centro-esquerda, após o fim da ditadura militar (1964-1985), o PSDB abraçou com o tempo ideias liberais e foi se voltando para a direita.
Sua figura de proa continua sendo FHC, que possui uma forte influência no cenário político nacional.
Em 1992, o partido apoiou o impeachment que destituiu Fernando Collor e, em 2016, o de Dilma também. Depois da queda da herdeira de Lula, assumiu quatro ministérios no gabinete multipartidário de Temer e agora pretende deixar a formação peemedebista.
"O PSDB não está cômodo no governo; o PSDB deu toda a força para esse governo porque se sentiu responsável por causa do impeachment. Mas o PSDB não é esse governo. Como o FHC escreveu mais de uma vez, nós temos que apoiar as reformas, temos que ter uma identidade própria", afirma o deputado Silvio Torres, aliado de Alckmin.
Grande vencedor das eleições municipais de 2016 e derrotado por margem mínima nas presidenciais de 2014, o PSDB quer governar o Brasil.
Mas, para isso, precisará de uma consolidação da recuperação econômica.
"Se fracassar na recuperação da economia, vai fracassar todo esse movimento que fez o país substituir um governo pelo outro para dar respostas à economia", sentencia Betinho.

Curtas & Boas/ 28/11

Publicado em Curtas & Boas

Casa Nova

Alta Pressão!

No ser humano é pressão alta, e nos políticos é alta pressão! Foi assim que o prefeito de Casa Nova Wilker Torres fez. Anunciou que ia fazer o melhoramento da BA que liga o distrito de Bem Bom à BR 235 e de imediato o Consórcio resolveu abraçar a obra que seria feita pela Prefeitura Municipal de Casa Nova.

****

Descoberta a tática de se antecipar obras importantes para o bem estar da população, o prefeito já deve estar pensando fazer a mesma coisa com outra BA, aquela que liga o distrito de Pau a Pique à BR 235.

****

E a população não quer nem saber quem pagou ou deixou de pagar a obra, se foi a prefeitura, se foi o Consorcio ou se foi o Governo do Estado. Quer saber é que a obra chegou para beneficiar à comunidade sofrida da região!

****

Tudo leva a crer que a estrada já vai estar pronta ou pelo menos bastante adiantados os serviços de recuperação nos dias 7 e 8 de dezembro quando acontece a Festa da Padroeira de Bem Bom, Nossa Senhora da Conceição e o publico que marca presença é muito grande.

****

A Notícia do Vale estará em Bem Bom nesses dias e dirá se realmente a obra foi feita ou não.

****

Para quem não sabe o Consórcio Sustentável Território do São Francisco – foi criado pelo governo do estado em parceria com as prefeituras da região para fazer a manutenção de estradas, cisternas, aguadas, recuperação de barragens e outros serviços.

****

Coincidentemente o prefeito Wilker Torres é vice-presidente do CONSÓRCIO, o que deve ter facilitado para a chegada dos serviços a BEM BOM.

****

Preguntado ao Consorcio quem realmente estava fazendo a estrada de BEM BOM, a resposta foi a seguinte:

Boa tarde.

Somos nós em parceria com a prefeitura de Casa Nova. Estamos realizando serviços de recuperação e manutenção de estradas através de convênio com a Seinfra. Estamos atualmente nas estradas entre Juazeiro e Sobradinho e da BR 235 ao distrito de Bem Bom.

Para mais informações, contate nossa Ascom, através do telefone 3612 1967 ou 74 98805 4800

........................................................................................................................

Remanso

A população da cidade de Remanso amanheceu em estado de choque no dia 21 de novembro com a presença de vários carros da Polícia Rodoviária Federal nas portas da prefeitura, do ex-prefeito, de ex-secretários e de inúmeros vereadores. Todos acusados de envolvimento com corrupção no governo do ex-prefeito. Dr. Celso.

****

O Ministério Público da Bahia (MP-BA), em parceria com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), deflagrou uma operação contra fraudes em licitações na cidade de Remanso, no norte baiano. E resolveu pegar os acusados no amanhecer do dia, sem direito, nem sequer, de escovar os dentes.

****

No mesmo dia os acusados foram recambiados para a cidade de Juazeiro, onde uns ao serem ouvidos foram liberados e outros, até o fechamento dessa matéria, continuam presos.

****

Nesse mesmo dia teve gente presa em São Raimundo Nonato, Remanso, Petrolina e Monte Santos. Em Juazeiro ninguém foi preso.

****

Comenta-se que a próxima cidade a receber a visita da equipe que não tem dó, será a vizinha Casa Nova. Há quem diga que a PF já esteve em Pau a Pique fotografando uma creche que o governo federal liberou os recursos e a obra não foi concluída. Inclusive já tem gente dizendo que se for preso, não vai só.