Curtas & Boas 06/10

Publicado em Curtas & Boas

Em meio às articulações para as eleições para o comando da Câmara e do Senado, o presidente Michel Temer afirmou ontem, através de seu porta-voz Alexandre Parola, que não vai se envolver diretamente na disputa.

A eleição no Congresso está marcada para fevereiro de 2017 e algumas candidaturas já começaram a ser discutidas por parlamentares. Com medo de um racha em sua base aliada e o aumento na dificuldade para aprovar as reformas do governo, Temer escalou o seu porta-voz para afirmar que "à semelhança do que aconteceu nas eleições municipais, em que não interveio em nenhuma das disputas eleitorais, o presidente manterá a conduta de não envolvimento no processo de escolha e eleição das futuras presidências do Senado Federal e da Câmara".

Segundo o comunicado do porta-voz do Palácio do Planalto, o presidente sabe que tem "uma ampla base parlamentar" e que precisa manter o apoio de deputados e senadores para conseguir aprovar no Congresso as matérias que propõe.

Nos bastidores, porém, Temer tem demonstrado simpatia pela ideia do atual presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), concorrer à reeleição e tem interesse direto que o líder do seu partido no Senado, Eunício Oliveira (PMDB-CE), chegue à presidência do Congresso em fevereiro.

...............................................................

Com mais 40 ocupações, o número de inscritos para o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) que realizarão a prova em dezembro subiu de 240 mil para aproximadamente 270 mil.

De acordo com uma lista (veja aqui) divulgada pelo Ministério da Educação (MEC) e pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) neste sábado (5), os locais ocupados passaram de 364 para 404.

Apenas na Bahia, são 41 ocupações, quatro a mais do que na lista anteriormente divulgada. Cerca de 3% do total de 8,6 milhões de inscritos realizarão o Enem nos dias 3 e 4 de dezembro.

O adiamento será informado aos participantes via e-mail, segundo o Inep.

Curtas & Boas 04/11

Publicado em Curtas & Boas

Na sexta-feira (4), Zilu decidiu sair em defesa de Zezé Di Camargo após notícias de que o sertanejo não estaria depositando a pensão da socialite. Em seu Instagram, a veterana publicou uma mensagem para o ex-marido.
“Fiquei indignada com a repercussão de mais uma notícia envolvendo a minha separação. Dizer o quanto foi difícil me separar de um homem digno, honesto e batalhador como você é até redundante. Mas não somos os primeiros nem seremos os últimos ou únicos a oficializar o fim de uma relação”, iniciou.
Na postagem, a mãe de Wanessa Camargo teceu elogios ao antigo companheiro e garantiu que não teve problemas com ele no processo de divórcio.
“Quero aqui registrar que você, Zezé, continua honrando com todos os acordos e compromissos que fizemos e proporcionando uma vida digna e com conforto, que construímos juntos. Admiro e respeito o quanto você ainda batalha para sustentar e manter uma família inteira, uma família que se mantém unida e no propósito de te ver feliz. Obrigada por tudo!”, disse.
Entenda o caso: A confusão começou depois da notícia de que o músico estaria devendo três meses de pensão à ex-esposa. Isso porque o famoso estaria com a conta bloqueada, segundo o jornal "O Dia".
Os internautas também questionaram o fato de a socialite continuar usando o sobrenome do sertanejo após a separação. Zezé, na web, afirmou que permitiu o uso e que não teria problema com o fato de sua namorada, Graciele Lacerda, também adotar o nome.
"E posso permitir outra usar, basta nos casarmos. Se vocês ficarem enchendo o saco, eu vou fazer isso só para matar vocês de raiva", debochou.

Curtas & Boas 31/10

Publicado em Curtas & Boas

Casa Nova

Quebrou a cara!

Pra quem pensou que o prefeito Wilson Cota ia chorar com a derrota que sofreu nas eleições de 2 de outubro, quebrou a cara! Wilson Cota fez foi um verdadeiro churrasco no dia 30, com 5 garrotes e 5 porcos assados no rolete e um caminhão de cerveja para comemorar entre amigos e familiares os seus 65 anos de vida, segundo ele, bem vividos, que completou dia 25 de outubro.

Correligionários

A Festa que teve início às 11:00h e foi até às 18:00 ao som de bandas locais e Sérgio do Forró, contou com presenças ilustres como a de Francisco Fernandes da Radio Grande Rio, o empresário Gil da Gráfica Franciscana e outras, os vereadores da base eleitos e reeleitos nas últimas eleições e uma verdadeira multidão de amigos e correligionários da sede e do interior.

Traidores do 15

Não compareceu ao churrasco o vereador Alex de Santana e nem o suplente de vereadores Aliomar. Esses dois, o aniversariante parece estar considerando-os como traidores do 15.

Zé Eduardo

O vereador Zé Eduardo e atual presidente da Câmara parece ter visto alguém ali da oposição na plateia que poderia levar um recado à sua principal adversária política. “Tem gente por aí dizendo estar de alma lavada por eu ter perdido a eleição e que não sabe como eu vou viver a partir de janeiro. Não se preocupe comigo, porque de fome eu não morro”.

Recado

“Quatro anos passa tão rápido. Daqui a dois anos tem eleição para deputado e dois anos depois vem eleição para prefeito”... Entendeu!

Nome X Número

Zé Eduardo aproveitou o momento pra dizer que será candidato a deputado estadual e espera contar com o apoio do prefeito Wilson Cota. Eduardo disse ainda que o eleitor casanovense, na sua maioria, não votou num nome e sim, num número.

550

Político não tem jeito mesmo... Não perde oportunidade... Sempre que sobra um tempinho não deixa de dá uma cacetadazinha no adversário. Foi o caso do aniversariante do dia quando usou o microfone: “Ela já tentou eleger a filha duas vezes e não conseguiu, até porque só tem 550 votos e com 550 votos não elege vereador em Casa Nova”.

Economizar é preciso!

Alguns rumores surgiram antes do aniversário, por parte de alguns adversários políticos, que Wilson Cota poderia estar pagando as despesas da festa com recursos do município. Wilson fez questão de dizer ao microfone durante o evento, que aquela festa ali todas as despesas foram pagas com suas próprias economias e que pra isso aprendeu na vida não gastar tudo que ganha. Economizar é preciso!

Casamentos

Wilson Cota tem a fama de fazer “festas de arromba”. “Essa não foi a primeira e nem será a última”, disse o vereador Gerlon ao lembrar que muito antes de Wilson ser prefeito, ele fez uma festa em uma de suas fazendas, à época, num dos seus casamentos, que ficou na história. A noiva desceu de helicóptero num tapete vermelho...

Surpresa

Nada, nada do que aconteceu de bom na festa de aniversário do cidadão Wilson Cota chamou tanto à atenção dos políticos presentes, quanto à presença do nosso amigo José Hermelino dos Santos Filho, do PR.

Democracia

Pra quem não sabe José Hermelino, popularmente conhecido na cidade de Casa Nova como Zezinho da Totonha, foi secretário de governo do ex-prefeito Orlando Xavier, fez oposição ao atual prefeito Wilson Cota desde o seu primeiro dia de governo, apoiou o candidato Anísio Viana nas últimas eleições e no dia 30 de outubro foi prestigiar com sua simpatia o aniversariante do dia... Viva a DEMOCRACIA, viva Casa Nova, viva o Brasil!

Será que foi um recado?

José Hermelino que chegou a ser pré-candidato a prefeito no último pleito, na festa de aniversário do seu principal adversário... Será que foi um convite para marcharem juntos nas próximas eleições? Wilson Cota já disse que não tem inimigos políticos... Têm adversários!

Oposição forte!

Zezinho ao chegar à festa, cumprimentou o aniversariante e a primeira dama e em seguida conversou com alguns vereadores da base do prefeito... Parece que ele tem interesse em unir os vereadores eleitos de WC com os de Anísio, para juntos fazerem a presidência da Câmara e formarem uma oposição forte ao prefeito eleito. Aguardar, pra ver!

Juazeiro

Quem se lembra do SENADINHO?

Dois prefeitos que perderam as eleições, com o intuito de conformar os eleitores derrotados, diziam: “Vamos anular a eleição e vamos voltar ao poder”. Passaram os dois primeiros anos dizendo a mesma coisa, até que cansaram.

***

Teve um prefeito derrotado que seus apaixonados chegaram a formar o SENADINHO na Avenida Luiz Inácio da Silva, o lugar onde se reuniam todos os dias para discutirem os resultados das eleições. Passaram também mais de dois anos, uns tentando conformar os outros e nada.

***

Agora, Paulo Bonfim ganhou a eleição e os inconformados com o resultado vivem dizendo a mesma coisa. “Vamos anular a eleição”.

***

Quem entra na política para disputar cargos, precisa saber que ali é uma disputa, só existem vitória para um e derrota para o outro. Tem de se conformar com o resultado. Comenta-se que o SENADINHO agora é no Manelão.

Curtas & Boas 20/10

Publicado em Curtas & Boas

Nacional

A pesquisa CNT/MDA divulgada no final da manhã desta quarta-feira (19), além de trazer a avaliação da popularidade do governo Michel Temer, também traçou um cenário sobre a disputa presidencial de 2018. 

Vale destacar que, tanto nas intenções de voto espontânea quanto estimulada, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva aparece na frente nas intenções de voto, apesar das notícias negativas sobre ele nos últimos meses. Desde a última pesquisa, realizada em junho, o petista já virou réu em três processos, sendo dois deles da Operação Lava Jato. 

Lula aparece em primeiro lugar em todos os cenários de primeiro turno caso a eleição fosse hoje; contudo, só venceria no segundo turno caso o seu adversário fosse o presidente Michel Temer (PMDB). Na intenção de voto espontânea para a presidência, Lula é lembrado por 11,8%, sendo seguido por Jair Bolsonaro (PSC) com 3,3%, Aécio Neves (PSDB) - que caiu de 5,7% para 3,1% - e Michel Temer com 3%.  Marina Silva (Rede) passou de 3,8% para 2,4%, Geraldo Alckmin (PSDB) oscilou para cima de 0,6% para 1,9%, enquanto Ciro Gomes (PDT) foi de 1,2% para 1,5%. 

Na intenção de voto estimulada, o ex-presidente petista teria 24,8% das intenções de voto no primeiro turno, em um cenário em que os candidatos fossem Aécio, que tem 15,7%, Marina Silva com 13,3%, Ciro Gomes com 7,4%, Bolsonaro com 6,5% e Temer, com 6,2%. Nesse cenário, 1,69% votariam em branco ou nulo e 9,2% estariam indecisos.

Já em um cenário em que o candidato tucano é Alckmin, Lula possui 25,3% das intenções de voto no primeiro turno, Marina possui 14% e Alckmin teria 13,4%. Ciro Gomes teria 8,4%, Bolsonaro, 6,9%, e Temer, 6,1%. 

No cenário 3, com Lula, Aécio, Marina e Bolsonaro, o petista possui 27,6% dos votos, o tucano tem 18,9%, Marina registra 16,5% dos votos e Bolsonaro tem 7,9%.

Segundo turno

No segundo turno, Aécio venceria em todos os cenários apresentados. O senador mineiro venceria Lula por 37,1% a 33,8% - o que aponta um empate técnico no limite da margem de erro de 2,2 pontos percentuais. Em junho, o tucano tinha 34,3% e o petista somava 29,9%.

No cenário 2, com Aécio e Temer, o tucano ganharia do atual presidente por 38,2% a 16,4%. O terceiro cenário é uma simulação da disputa entre o tucano e Marina Silva: ele ganha da criadora da Rede por 35,4% a 29,5%. 

A última simulação envolve a disputa entre Lula e Temer: o petista ganha por 37,3% dos votos ante 28,5% do peemedebista. 

Foram ouvidas 2.002 pessoas, em 137 municípios de 25 Unidades Federativas, das cinco regiões. A margem de erro é de 2,2 pontos percentuais com 95% de nível de confiança. (/Foto: Divulgação)

Curtas & Boas 19/10

Publicado em Curtas & Boas

Nacional.
 
Prisão de Cunha deixa Temer e base aliada em maus lençóis, diz Humberto
 
O líder do PT no Senado, Humberto Costa, disse que a prisão preventiva do ex-presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB), decretada nessa quarta-feira (19), poderá deixar a base aliada “em maus lençóis”. Para ele, uma possível delação de Cunha deve comprometer todo o governo de Michel Temer (PMDB) e os parlamentares governistas.
 
“Já temos a informação de que ele já havia começado a negociar a delação. Vamos aguardar para que o Brasil conheça a verdade sobre impeachment. Acredito que as informações de Cunha podem desmitificar a postura de vários elementos da antiga oposição, que se comportam aqui como verdadeiros ‘santos’, mas que, na verdade, estão comprometidos até o pescoço”, afirmou.
 
Humberto ainda relembrou que foi um ex-ministro de Michel Temer, senador Romero Jucá (PMDB), que associou Cunha ao gestor peemedebista. “Agora preso, Cunha poderá responder à Polícia Federal o que Jucá quis dizer quando falou que 'o Michel é o Cunha' e dar muitas outras informações sobre este golpe branco e parlamentar que tirou a presidente Dilma Rousseff (PT) da presidência”, afirmou o senador.
 
CASO CUNHA - Após ter tido o mandato cassado em setembro por quebra de decoro, o ex-presidente da Câmara perdeu o foro privilegiado. Cunha, que foi preso preventivamente acusado de “tentar atrapalhar as investigações”, é suspeito de receber R$ 5 milhões de propina de esquema de corrupção na Petrobras. Só na Suíça, a polícia diz ter conseguido rastrear R$ 7,5 milhões, que pertenceriam ao peemedebista.
 

Humberto destaca rejeição da população a PEC 241

O líder do PT no Senado, Humberto Costa, avaliou como importante os resultados da pesquisa realizada Vox Populi, divulgada nesta terça-feira. O levantamento revela, entre outras coisas, que 70% dos brasileiros são contra a PEC (Proposta de Emenda à Constituição) 241, que congela os gastos em áreas como saúde e educação. O levantamento mostra ainda que apenas 19% concordam com a medida defendida pelo governo Temer, 6% são indiferentes e 5% não souberam ou não responderam.   

Segundo o senador, a pesquisa comprova o sentimento de desaprovação observado nas ruas. “O que a gente vê é que, quanto mais conhecimento as pessoas têm, mais críticas fazem a essa PEC. Ela acaba praticamente com todas as conquistas que os brasileiros tiveram nos últimos tempos e penaliza quem precisa do serviço público. Se aprovada, essa PEC condena o Brasil a 20 anos de retrocesso”, afirmou Humberto Costa.

Outro projeto proposto por Temer com recorde de rejeição é o da reforma da Previdência. Cerca de 80% dos trabalhadores são contra a proposta, que prevê idade mínima entre 65 e 70 anos para aposentaria. Somente 15% concordam com as mudanças no sistema previdenciário, 4% nem concordam nem discordam e 2% não sabem, não têm opinião ou não responderam.

“Vamos fazer uma grande mobilização nacional para barrar esses dois projetos. A pressão já está começando nas ruas. Já tivemos atos no Rio, em São Paulo, nesta quinta (20) vamos ter agenda no Recife. No Paraná, já são quase 600 escolas ocupadas. Ações semelhantes estão sendo repetidas em todo o País. O retrocesso não passará”, afirmou Humberto.

A pesquisa Vox Populi foi realizada com 2 mil pessoas entre os dias 9 e 13 de outubro.

Humberto critica campanha publicitária de Temer e cobra conclusão da Transposição

Após ter adiado em mais um ano a entrega da obra da Transposição do Rio São Francisco, o governo Michel Temer (PMDB) pretende fazer campanha publicitária falando sobre o sexto ano consecutivo de estiagem no Nordeste. Há possibilidade de colapso em alguns municípios da região, como Campina Grande, na Paraíba. A medida, no entanto, desagradou setores da oposição.

Para o líder do PT e relator da comissão que fiscaliza a obra no Senado, Humberto Costa, há um “contrassenso” entre a campanha de marketing do peemedebista e o que o governo Temer está deixando de fazer pelo Nordeste. “Não adianta divulgar no jornal que vai fazer campanha publicitária para tentar esconder o que a gente já sabe: que ele só não vai concluir a transposição ano que vem porque não quer e que os recursos para a construção de cisternas estão ameaçados e que o projeto pode deixar de existir agora, se for aprovada a Proposta de Emenda à Constituição, 241, mais conhecida como PEC da Maldade”, afirmou.

De acordo o senador, a Transposição está hoje com 90% das obras concluídas e não houve nenhum motivo para um novo adiamento da obra. “No período da maior seca dos últimos 100 anos, Temer resolveu adiar a conclusão da Transposição, que vai garantir abastecimento para 12 milhões de pessoas. Vai deixar o povo na seca para inaugurar a obra realizada pelas gestões de Lula e Dilma em ano eleitoral. Isto é inadmissível”, questionou Humberto.    (Por Natália Kozmhinsky)