Curtas & Boas 31/03

Publicado em Curtas & Boas

Com apoio da Frente Brasil Popular, de vereadores, estudantes e populares, os professores da rede municipal e estadual de ensino participaram na manhã desta sexta-feira (31) em Juazeiro do Dia Nacional de Luta como preparativo para a greve nacional que ocorrerá no mês de abril.

Ao Blog o professor Gilmar Nery, diretor presidente da APLB que liderava o manifesto disse que “Os dias 08 e 15 de março abriram um cenário de resistência unificada e nacional contra a Reforma da Previdência, que obrigou Temer e o Congresso a recuarem. A classe trabalhadora brasileira mais uma vez mostrou a sua força quando em ação e Juazeiro está fazendo a sua parte”.

A manifestação desta sexta (31) teve como foco principal o protesto contra as reformas da Previdência, Trabalhista e contra a PL da Terceirização, que ainda precisa da sanção de Temer. “O que eles querem é sacrificar os trabalhadores e o futuro da nossa juventude em troca de dólares e o aumento da taxa de lucro para perpetuarem os seus privilégios” pontuou Gilmar Nery.

A manifestação iniciada com uma assembleia no auditório da APLB Sindicato, culminou com a interdição da Ponte Presidente Eurico Gaspar Dutra o que provocou enorme engarrafamento no trânsito de Juazeiro e Petrolina.

Antes os mototaxistas legalizados de Juazeiro realizaram uma manifestação pelas ruas centrais da cidade pela garantia dos direitos trabalhistas e contra o transporte clandestino de mototaxi no município. A concentração foi no contorno do Mercado do Produtor e o encerramento em frente ao Paço Municipal. (GJ)

Curtas & Boas 09/03

Publicado em Curtas & Boas

Nacional

O PSB, que apoiou a destituição de Dilma Rousseff, divulgou que votará contra a reforma da Previdência; “Não podemos aceitar uma proposta que afronta conquistas históricas da população”, afirma a bancada, que tem 35 deputados; as informações são de Esmael Moraes

A bancada do PSB na Câmara, composta por 35 deputados, votará contra a reforma da previdência (fim da aposentadoria).

A informação é dos deputados paranaenses Luciano Ducci e Leopoldo Meyer, que distribuíram uma nota oficial na noite desta quarta (8).

“Não podemos aceitar uma proposta que afronta conquistas históricas da população”, afirmam os parlamentares socialistas.

Na noite de ontem, o Blog do Esmael registrou com exclusividade que a bancada do PMDB no Senado também adiantou que votará contra a reforma de Michel Temer (PMDB).

.............................................................

Presidente da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Assembleia Legislativa da Bahia, o deputado Joseildo Ramos (PT) acusou, nesta quarta-feira (8), o presidente Michel Temer de fazer declarações machistas em pleno Dia Internacional da Mulher. Durante evento comemorativo à data, em Brasília, Temer afirmou que "tem convicção do que a mulher faz pela casa" e de sua grande participação na economia do país. "Na economia, também, a mulher tem uma grande participação. Ninguém mais é capaz de indicar os desajustes, por exemplo, de preços em supermercados mais do que a mulher", disse o presidente.

Para Joseildo, a declaração infeliz do presidente revela a "face tacanha, retrógada e pequena" de alguém que, segundo ele, saiu das profundezas do baixo clero e foi alçado ao posto máximo do país através de um golpe parlamentar. "Não é o presidente Temer nem qualquer outro machista que dirá qual o lugar da mulher. O lugar da mulher é ela quem determina. O de Temer é fora da cadeira onde ele nunca deveria ter sentado", criticou.

O parlamentar aproveitou para condenar o texto da proposta de Reforma da Previdência, apresentado pelo governo. "Um presidente, além de ilegítimo, machista, que se apropriou do poder golpeando a primeira mulher eleita presidente e aproveitou para renegar a participação feminina em seu ministério. É esse o presidente que quer condenar as mulheres à própria sorte, retirando direitos duramente conquistados por meio de sua proposta de Reforma da Previdência", disparou.

Ao discursar no plenário da Assembleia para celebrar o dia, Joseildo criticou a PEC 287 e ressaltou a importância de garantir a regra diferenciada de idade para as mulheres, reconhecendo o preconceito de gênero existente, já que as mulheres realizam dupla ou tripla jornada, trabalhando em média 7 horas e meia a mais por semana e, mesmo ocupando o mesmo posto de trabalho dos homens, recebem 23% a menos que eles.

Curtas & Boas 08/03

Publicado em Curtas & Boas

Nacional

Ministros do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) têm sinalizado de que os dados constantes até agora no processo que investiga abuso de poder pela chapa Dilma Rousseff e Michel Temer, em 2014, não obrigam a corte a declarar a inelegibilidade da ex-presidente.

Segundo informações do jornal Folha de S. Paulo, a situação do atual presidente, no entanto, estaria mais complicada. Com Dilma já afastada, caso a existência de caixa dois na campanha, só Temer poderia sofrer a pena. Diante disso, apoiadores do peemedebista defendem que as contas de campanha eram separadas e devem ser julgadas desta forma.

No caso de Dilma, que ainda poderia ser alvo de inelegibilidade, a punição só poderia ocorrer se houvesse comprovação de que ela tinha conhecimento de caixa dois na época da campanha. Até o momento, no entanto, nenhum delator confirmou que ela participou das tratativas.

O ministro Herman Benjamin, que é relator do processo, emite sinais de que pode se associar a essa corrente, que não é unânime no tribunal.

.........................................................................

Petrolina

Manifestações contra a reforma da previdência foram registradas no centro de Petrolina, interior de Pernambuco, neste 8 de março. Uma passeata, que partiu da Praça do Bambuzinho, seguiu pela Avenida Guararapes e terminou em frente à agência do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), contou com a participação das mulheres do Sindicato dos Agricultores Familiares do município (Sintraf) e de várias outras manifestantes ligadas a movimentos sociais.

Exibindo cartazes e falando palavras de ordens, as agricultoras exigiam que as autoridades locais iniciassem diálogo com o governo federal para buscar uma "alternativa viável às necessidades das mulheres e do Brasil". 

A presidente do Sintraf, Isália Damaceno, fez um alerta para a aprovação da atual proposta de reforma previdenciária. "Nossa categoria não aprova essa mudança porque ela penaliza mais ainda as agricultoras e agricultores do país. Ao igualar o tempo de aposentadoria da pessoa do campo ao do urbano você inviabiliza a próprio meio de subsistência dela, uma vez que a aposentadoria muitas vezes é a principal fonte de renda das famílias de agricultores; além da expectativa de vida deles serem menor", pontuou. (Ascom/Sintraf)

Curtas & Boas 02/03

Publicado em Curtas & Boas

Casa Nova

Antes de tomar posse, o novo prefeito de Casa Nova, Wilker Torres, num programa de rádio, mandou um recado um tanto duro para grande parte dos seus adversários, que dizia mais ou menos assim: Larguem o osso!

*****

Nos bastidores da politica de Casa Nova, o que mais se ouve são pessoas, muitas delas que comeram poeira junto com o prefeito, à época, candidato, dizerem que não estão nada satisfeitas com a aproximação de bicudos ao governo que elas (as referidas pessoas) ajudaram a eleger.

*****

Há rumores na cidade que já têm adversários ocupando cargo de segundo escalão no governo.

*****

Comenta-se também que alguns funcionários públicos efetivos que ocuparam cargos no governo passado, não querem voltar aos seus empregos de origem; querem cargo no governo.

*****

Ouve-se também, e muita gente já viu o próprio prefeito dizer, que há funcionários morando em outras cidades da região e até em São Paulo, que recebiam altos salários e querem continuar recebendo.

*****

Ultimamente estourou uma bomba na cidade. Descobriu-se que um determinado funcionário está há mais de 10 anos recebendo sem prestar serviço ao município. Um absurdo!

*****

Diante de tanta desonestidade, o prefeito resolveu, para o bem da população que paga seus impostos, recadastrar todos os funcionários públicos lotados na sede e no interior do município. Os que não comparecerem, seus salários serão bloqueados e os que se cadastrarem vão ter de assinar o ponto. Malandros nunca mais!

*****

Voltando à questão dos oportunistas, é bom saber que ninguém está pensando no bem do prefeito. Esquecem eles que se o prefeito der um emprego para um adversário, está tirando esse emprego de quem lhe apoiou durante a campanha... De quem lhe deu o voto.

*****

Nessa situação, sabe o que acontece! O prefeito pode até ganhar o voto do adversário, mas perde o voto do eleitor que contribuiu para ele chegar ao poder. Como diz o ditado: é melhor ter um pássaro na mão do que dois voando... Farinha pouca, meu pirão primeiro... Se sobrar, aí sim, que seja dado aos adversários.

*****

Oposição, como diz o ex-vereador Zé Eduardo, é necessária a qualquer governo. Até mesmo para mostrar os erros da administração. “Toda unanimidade é burra!”

É Bom Saber

Todos esses comentários são baseados em relatos das pessoas. Curtas & Boas é só um canal de informação. Seu autor não tem nada contra a quem quer que seja. Cada um tem o direito de fazer o que quiser e achar melhor... Se amanhã, vier às lágrimas, o que mais tem nas lojas é LENÇO. Até porque os prefeitos de Casa Nova, até hoje, nem um foi reeleito.

Sobradinho

Muita gente preocupada com a ausência do prefeito reeleito, Luiz Vicente, desde o dia da posse. Ele não compareceu à abertura da Jornada Pedagógica, nem na abertura dos trabalhos do Poder Legislativo e nem também no aniversário da cidade. Dona Maysa, a mãe do gestor é que está representando-o nos eventos.

*****

A cidade de Sobradinho completou 28 Anos de Emancipação Política no dia 24 de fevereiro. Parabéns!

*****

Alguns representantes legítimos do povo sobradinhense, e outros pretendentes, colocaram vários outdoors com mensagens homenageando a cidade pelos seus 28 Anos de Emancipação.

Curtas & Boas 01/03

Publicado em Curtas & Boas

Nacional

A soltura do ex-goleiro do Flamengo, Bruno de Souza, semana passada, por decisão liminar do ministro do STF, Marco Aurélio Mello, deveria levar a uma revisão geral nas decisões recentes da Suprema Corte nos requerimentos de habeas corpus sistematicamente denegados.

Como se recorda, Bruno foi condenado a 22 anos e 3 meses de reclusão por homicídio triplamente qualificado e ocultação de cadáver da ex-amante Eliza Samudio. Estava preso há 6 anos e 7 meses, sem que fossem apreciados seus recursos de apelação.

Em despacho memorável, o ministro Marco Aurélio escreveu que a prisão preventiva decretada pelo Tribunal do Júri de Contagem (MG), de primeira instância, não se sustentava, pois, a despeito da opinião pública contrária ao réu, o “clamor popular não é suficiente” para negar o direito de responder em liberdade.

“A esta altura, sem culpa formada”, disse o ministro, “o paciente está preso há 6 anos e 7 meses. Nada, absolutamente nada, justifica tal fato. A complexidade do processo pode conduzir ao atraso na apreciação da apelação, mas jamais à projeção, no tempo, de custódia que se tem com a natureza de provisória”.

Vale lembrar que cerca de 40% dos mais de 600 mil presos nas penitenciárias brasileiras (na maioria jovens e negros) ali permanecem sem julgamento, a maioria sem culpa formada, escancarando as falhas do sistema judiciário brasileiro, consagrando a injustiça e favorecendo a proliferação de organizações criminosas.

Diante do excesso de prisões preventivas, sem motivo e prolongadas no tempo para forçar delações, o rigor jurídico do ministro Mello para um homicida confesso deveria estender-se ao conjunto das sentenças do STF. Afinal, por que manter presos João Vaccari, José Dirceu e Antônio Palocci – e há outros em situação semelhante — contra os quais só existem delações e nenhum prova consistente?

É hora de cessar a parcialidade nos julgamentos, dar um fim à perseguição politica promovida por certos juízes e procuradores e libertar Vaccari, Dirceu e Palocci.

Rui Falcão é presidente nacional do PT