Brasil vence o Chile por 1 a 0 em Londres

Escrito por Luiz Washington . Publicado em Notícias

dunga richardsouza1A chegada da oitava vitória em oito jogos desde o seu retorno à seleção brasileira deixa Dunga satisfeito, mas sem largar a prudência. Após seu time superar o Chile por 1 a 0, em Londres, neste domingo, o técnico vê com bons olhos a formação do grupo que vai disputar a Copa América, em junho, e está feliz, mas com moderação.

- Não ganhamos nada. Estamos num bom caminho. Estamos montando uma seleção competitiva, passando por obstáculos diferentes, e o time está se comportando bem. Contra a França, saímos atrás, na casa deles, mas conseguimos o resultado. Hoje, mudamos seis jogadores, o Chile com pressão, volume de jogo, e a equipe não perdeu a estabilidade. Fica bem montada em campo esperando a chance de atacar o adversário – frisou o treinador.

Além da lista para a competição, Dunga falou muito sobre Roberto Firmino. O meia-atacante saiu do banco, marcou o gol da vitória sobre os chilenos e praticamente garantiu vaga na lista final. Dunga ainda não confirma ninguém, mas lembrou que há algum tempo estava de olho no jogador.

- Para a Copa América ainda tem tempo para analisar. Já conhecíamos o Firmino. Quando estava no Inter (foi técnico do Colorado em 2013), queria contratá-lo. Sabíamos das características que ele tem, foi introduzido aos poucos, isso ajudou bastante o desempenho com a equipe. É um jogador que tem facilidade. Como eu disse da primeira vez que foi chamado, tem cheiro de gol, se coloca bem, se posiciona. Está aproveitando a oportunidade que foi dada.

Firmino dá passos largos e ganha cada vez mais espaço, principalmente porque se encaixa na formação que o técnico tem utilizado, com o chamado falso 9.- Durante o jogo você tem que ter várias alternativas. No momento, o time tem se adaptado com um jogador mais versátil. Em algumas partidas vamos precisar de um jogador mais fixo de área. Diego Tardelli e Firmino têm essas características.

Os jogos contra França e Chile foram os últimos da Seleção antes da convocação para a Copa América. A lista deve ser anunciada em junho, e o técnico já adiantou que jogadores que não foram chamados por ele até agora dificilmente terão uma oportunidade. O grupo foi liberado após o amistoso. Aqueles que jogam no Brasil retornam ainda hoje ao país.

Globo Esporte (Foto: Richard Souza)

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar