Sobe para 12 os mortos em incêndio em Londres

Escrito por Luiz Washington . Publicado em Internacional

20170614155553900596iO grande incêndio registrado na terça-feira à noite em um edifício de apartamentos da zona oeste de Londres deixou pelo menos 12 mortos e provocou muitas críticas dos moradores ao que consideram uma gestão ineficiente do imóvel..

"Posso confirmar que 12 pessoas morreram, mas infelizmente temo que o saldo aumentará", declarou Stuart Cundy, comandante da Polícia Metropolitana de Londres. Ao menos 74 pessoas foram hospitalizadas, 20 delas em estado crítico, e muitas estão desaparecidas, o que pode elevar o balanço de vítimas.

Esta "será uma complexa operação de busca de vários dias", afirmou em um comunicado Stuart Cundy, comandante da Polícia Metropolitana. Sobreviventes da tragédia relataram que viram pessoas caindo ou pulando da torre residencial de 120 apartamentos e 24 andares.

Outras testemunhas contaram à agência britânica PA que viram pais jogando os filhos pelas janelas na direção de pessoas que estavam nas ruas, em uma tentativa desesperada de salvar as crianças das chamas.

"Escutei gritos de todos os lados e vi pessoas pulando pelas janelas. As chamas devoravam a torre. Um horror", contou à AFP Khadejah Miller, que mora em um edifício próximo e que foi esvaziado pelas autoridades por medida de precaução.

Ao meio-dia desta quarta-feira, a Torre Grenfell, construída em 1974, estava completamente destruída pelas chamas. Muitas horas depois do início do incêndio ainda era possível observar o fogo em alguns pontos do edifício.

A comandante do Departamento de Bombeiros de Londres, Dany Cotton, descartou a possibilidade de desabamento e afirmou que uma equipe de engenheiros inspecionava as bases do imóvel.

correiobraziliense/Foto: Divulgação

 

France Presse

Lions Clubs International celebra 100 anos

Escrito por Luiz Washington . Publicado em Internacional

lci centennial 100 logo 359x201Hoje (7), há exatos 100 anos, reuniam-se pela primeira vez os fundadores daquela que se tornaria a maior organização internacional de clubes de serviço humanitário do mundo, voltada desde o seu primeiro momento, a servir ao próximo: o Lions Clubs International.

Em 1917 o mundo estava passando por profundas e dolorosas transformações. Estávamos em guerra. Nesse contexto, abnegados e altruístas cidadãos da cidade de Chicago/EUA, sob a inspiração de Melvin Jones, resolveram criar uma instituição que reunisse e direcionasse seus recursos intelectuais e materiais em favor de suas comunidades. Assim, no Hotel La Salle, reuniram-se pela primeira vez, em 07 de junho de 1917, aqueles que depois seriam conhecidos mundialmente como “Lions”, denominação esta sugerida pelo Dr. William Woods.

O Lions Clubs International atualmente está presente em todos os continentes do globo terrestre, em 210 países, e conta com um milhão e quatrocentos mil associados distribuídos em 46 mil clubes. Em 2007, a ONU elegeu o LCI como sendo a melhor organização não-governamental do mundo. Em 2016 foi indicado para o Nobel da Paz de 2017. Várias personalidades famosas foram e são Companheiros Leões, por exemplo: Jimmy Carter, Helen Keller, Harry Truman, Juscelino Kubistchek, Winston Churchill, Michele Obama.O Lions presta serviços em diversas áreas: dá especial atenção à saúde da visão e da audição; dedica-se a promover ações focadas na conscientização sobre o diabetes; promove ações e campanhas para a conscientização para o problema do meio ambiente; fomenta a educação e a construção de valores promovam socialmente crianças e jovens; desenvolve ações de alívio à fome; socorro e atendimento a vítimas de catástrofes. Para marcar as celebrações do Centenário, o LCI lançou o desafio de até o final de 2018 alcançar a marca de 100 milhões de pessoas beneficiadas com seus serviços. A meta já foi batida no início deste ano e, agora, o objetivo é alcançar 200 milhões até 2021.

No Brasil, o primeiro clube foi fundado em 1952, no Rio de Janeiro. Em 03 de fevereiro de 1973, é fundado o primeiro Lions Clube em Petrolina. São quarenta e quatro anos de serviços humanitários levados à sociedade petrolinense, nas mais diversas áreas de atuação. Atualmente, a cidade conta com dois clubes de Lions – o Centenário, fundado em 1982 –  e um clube de Leos – para jovens de até 30 anos – fundado em 2016.

Hoje, todos os Companheiros Leões do mundo estão em festa. E para celebrar o Centenário, desde o ano passado, várias atividades vêm sendo desenvolvidas em diversas comunidades da nossa cidade, em especial, no bairro Jardim Petrópolis, onde está o conjunto habitacional “Vila Lions”, cujas ruas, em justa homenagem e reconhecimento, receberam os nomes de valorosos servidores que se dedicaram à comunidade petrolinense.

O dia é de celebração para os Leões. E Companheiros Leões celebram com trabalho, afinal, nosso lema é: NÓS SERVIMOS!

Ascom

O dispositivo que transforma poluição do ar...

Escrito por Luiz Washington . Publicado em Internacional

poluicao ar pode ser fonte de energia por meio de novo dispositivo...em eletricidade por meio da luz do sol.

Poluição de ar mata. Por isso, pesquisadores da Universidade de Antwerp encontraram a saída para transformá-la em energia elétrica. O dispositivo, que cabe na palma da mão, é leve e só precisa da luz do sol para funcionar.

A transformação é dividida em duas etapas. Na primeira, o ar é purificado. Já na segunda, o gás hidrogênio, fonte de eletricidade, é gerado. A mudança é feita a partir de nanomateriais que funcionam como catalisadores e são capazes de quebrar a poluição do ar e produzir o hidrogênio – que, por sua vez, pode ser armazenado e utilizado como fonte de energia.

Sammy Verbruggen, pesquisador responsável pelo estudo, publicado recentemente, acredita que ainda há muito trabalho até que seja possível aplicar a tecnologia de forma escalável no dia a dia da população. “Ainda não descobrimos o ‘cálice sagrado’, mas temos na nossa frente um vasto campo de oportunidades”, explicou o cientista, que está trabalhando na escalabilidade e otimização do dispositivo.

De acordo com o site de notícias da universidade local, KU Leuven, o novo dispositivo é inspirado na tecnologia já usada atualmente em painéis solares. A diferença é que a novidade não produz energia fotovoltaica diretamente. Ela utiliza a luz do sol para gerar energia para purificar o ar e, com isso, produzir hidrogênio.

E tem mais: quanto mais poluído for o local onde está instalado o dispositivo, maior é a sua eficiência para produzir eletricidade. Louco, não?

Por m Tecnologia/Foto: Divulgação/BOL

Pelé reencontra Banks na Inglaterra...

Escrito por Luiz Washington . Publicado em Internacional

Pele 550x733...e dá autógrafo ao autor da maior defesa da história das Copas.

Protagonistas de um dos lances mais famosos da história das Copas, em Gudalajara, no México, em 7 de junho de 1970, Edson Arantes do Nascimento, o Rei Pelé, encontrou-se neste domingo, em Birmingham, com Sir Gordon Banks. Há 47 anos, Pelé cabeceou um cruzamento de Jairizinho para o chão e Banks fez a defesa mais plástica da história da principal competição de futebol do planeta. A Seleção Brasileira venceu a partida válida pela fase de grupos por 1 x 0, gol do atacante Jairzinho, o Furacão do Mundial. A Inglaterra defendia o título conquistado em 1966.

Enquanto almoçava, Pelé deu até um autógrafo a Banks. Ambos participaram da London Film & Comic Com, uma feira de venda de autógrafos e fotos com astros do esporte. O evento ocorre anualmente em várias cidades do mundo. Em 2018, a feira voltará a Birmingham, em 2 e 3 de junho.

 

 

 

braziliense/Foto: Divulgação

Mulher dá à luz sêxtuplos depois de tentar engravidar durante 17 anos

Escrito por Luiz Washington . Publicado em Internacional

sextuplos 2Depois de 17 anos tentando engravidar, a nigeriana Ajibola Taiwo deu à luz bebês sêxtuplos no último 11 de maio. Os três meninos e as três meninas estão na UTI neonatal do hospital da Virginia Commonwealth University, nos Estados Unidos, onde ocorreu a cesariana, mas todos passam bem.
 
Ajibola estava em sua 30ª semana de gestação. A mãe já recebeu alta, mas visita seus filhos no hospital com frequência, já que a proximidade com os recém-nascidos é muito benéfica para a saúde deles.
 
Adeboye Taiwoe e sua mulher ouviram batidas de quatro corações em novembro, durante a primeira ultrassonografia, e foi pura emoção. Somente em janeiro eles descobriram que havia mais dois bebês a caminho. "Eu fiquei animado", disse o pai dos sêxtuplos. "Pela primeira vez, nós estávamos esperando", acrescentou.
 
"Nós estamos atravessando essa extraordinária jornada juntos com essa família", disse Ronald Ramus, diretor da maternidade do hospital sextuplos 1no estado americano da Virginia.
 
Ajibola recebeu alta na quinta-feira da semana passada, mas ela e o marido participam ativamente do cuidado dos bebês no hospital. O desenvolvimento de uma relação com os pais é um componente crucial para diminuir os riscos que prematuros enfrentam em suas primeiras semanas de vida.
 
Extra/Fotos: Divulgação/Virginia Commonwealth University