xon estreou com pé direito na Europa

Escrito por Luiz Washington . Publicado em Internacional

nixon18O juazeirense Nixon estreou com pé direito na Europa. O jogador participou do amistoso entre sua equipe, o Kalmar, da Suécia, contra o Locomotiv Moscou, da Rússia e já marcou seu primeiro gol: "Glórias a Deus, iniciando uma nova história!! Primeiro amistoso do ano com gol" disse ele nas redes sociais.

Atuando com a camisa 11, Nixon aproveitou a bobeira da zaga adversária, mostrou oportunismo e colocou a bola na rede. O amistoso contra a tradicional equipe russa terminou em 1 a 1.

O jogador, filho do também atacante Nixon, um dos nomes que ajudou o futebol de Juazeiro no acesso à elite do futebol baiano, tem passe preso ao Flamengo e depois de passagens no ano passado no futebol paulista e no ABC, de Natal, foi emprestado ao clube Sueco e disputa sua primeira temporada num clube europeu.

 

 

 

 

 

Foto divulgação Kalmar

Gilmar Mendes é hostilizado por brasileiras em Lisboa

Escrito por Luiz Washington . Publicado em Internacional

gilmarlisboaCircula nas redes sociais um vídeo que mostra o ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal (STF), sendo hostilizado por duas brasileiras em Lisboa. Nas imagens, o ministro aparece passeando pelo bairro do Chiado, tradicional região turística da capital portuguesa, quando é surpreendido pelas mulheres.

“O senhor é de uma injustiça imensurável. Inclusive, o senhor deve estar querendo se disfarçar aqui, andando como um comum dos mortais, coisa que não é”, diz uma das mulheres. “O senhor não tem vergonha do que faz pelo país?”, questiona.

Ela continua: “Da sua cara, ninguém consegue se esquecer”. A mulher que filma a cena também comenta: “que vergonha, a gente pede a Deus para levar o senhor para o inferno”. O ministro evita reagir e mantém um sorriso sem graça no rosto. Procurada, a assessoria de Gilmar Mendes não comentou sobre o assunto.

Divulgação

Papa Francisco condenou as guerras, injustiças, degradação social e ambiental

Escrito por Luiz Washington . Publicado em Internacional

15148096625a4a293ee9ec4 1514809662 3x2 mdMarcando a despedida de 2017, o Papa Francisco condenou neste domingo as guerras, injustiças, degradação social e ambiental e outros maus artificiais, que segundo ele marcaram negativamente o ano. O Papa Francisco celebrou uma missa de Ano Novo na Basílica de São Pedro, uma ocasião tradicional de agradecimento nas últimas horas de cada ano. Em sua homilia, o Papa disse que Deus nos deu um ano "inteiro", mas "nós, seres humanos, de muitas maneiras arruinamos e machucamos com as obras da morte, com mentiras e injustiças". "As guerras são o sinal flagrante desse orgulho repetido e absurdo", disse ele. "Mas também são todas as pequenas e grandes ofensas contra a vida, a verdade, a fraternidade, que causam múltiplas formas de degradação humana, social e ambiental". Francisco acrescentou: "Queremos, e devemos assumir, diante de Deus e de nossos irmãos, nossa responsabilidade" pelo mal. 

Apesar da tristeza, Francisco disse que "a gratidão prevalece" graças àqueles que "cooperam silenciosamente pelo bem comum". Ele escolheu pais e educadores que tentam passar aos jovens um senso de ética responsável. Depois do serviço solene da Basílica, o Papa caminhou para fora, atravessando rapidamente a Praça de São Pedro para apertar as mãos e interagir com simpatizantes, além de beijar bebês segurados por alguns dos milhares de fiéis que esperavam horas para assisti-lo. Durante a caminhada de quase uma hora ao ar livre, ele parou para admirar uma cena da Natividade de tamanho natural no meio da praça. De acordo com a tradição, o Papa celebrará missa dedicada ao tema da paz mundial no dia de Ano Novo. Fonte: Associated Press.

BN/foto divulgação

Atirador de ataque em igreja no Texas é ex-professor de estudos bíblicos

Escrito por Luiz Washington . Publicado em Internacional

xdevin kelley.png.pagespeed.ic.lDyEFu2F8gA Polícia do Texas identificou o atirador que matou mais de 20 pessoas e feriu 24 em um ataque a uma igreja na cidade de Sutherland Spring, no estado americano do Texas, neste domingo. Segundo a polícia, Devin P. Kelley, de 26 anos, é um ex-professor de estudo bíblico que foi expulso da Força Aérea dos EUA.

Kelley, natural de New Braunfels, um subúrbio de San Antonio, foi morto depois de uma breve perseguição no condado de Guadalupe, segundo o porta-voz do escritório do xerife do condado de Guadalupe, Robert Murphy. Mas ainda não está claro se o atirador se matou ou foi morto pelas autoridades

Segundo um policial, em entrevista à agência de notícias 'AP', os investigadores estão acompanhando as mídias sociais de Kelley para saber o que ele pode ter feito nos dias anteriores ao ataque. Em uma das imagens ele parece mostrar uma arma semiautomática AR-15 com a legenda.

Na noite deste domingo, a polícia de San Antonio invadiu a casa de Kelley com cães e unidades de esquadrões antibombas. Ainda não há informações sobre o que foi encotnrado no local. Uma conta de LinkedIn mostra que Kelley se formou na New Braunfels High School, em 2009, e que trabalhou em logística e suprimento na Força Aérea até que ele foi desonrado em 2014, segundo a 'CBS News'.

Após ser expulso das Forças Aéreas, ele se ofereceu como professor de estudos bíblicos na Kingsville First Baptist Church, também no Texas.

A tragédia na manhã deste domingo no Texas não é um ato isolado: de acordo com um levantamento do site “Gun Violence Archive”, este é o 35º ataque a tiros desde Stephen Paddock abriu fogo contra uma multidão em um show em Las Vegas, em 1º de outubro, causando a morte de 58 pessoas no pior ataque a tiros da História moderna dos EUA. A soma, que leva em conta ataques com ao menos quatro vítimas - incluindo feridos e mortos -, mostra que o tema está longe de ser resolvido no país. Entre as vítimas está a filha do pastor da igreja, de 14 anos, outros adolescentes e uma criança de dois anos.

O Globo

Mineira Ana Sátila fatura bronze inédito no Mundial de Canoagem Slalom

Escrito por Luiz Washington . Publicado em Internacional

20170929154546213808iAna Sátila conquistou, nesta sexta-feira, a medalha de bronze na modalidade C1 (canoa individual) no Mundial de Canoagem Slalom, que está sendo disputado em Pau, na França. A brasileira ficou atrás da britânica Mallory Franklin (ouro) e da checa Tereza Fiserova (prata). É a primeira medalha do Brasil em um Mundial de Canoagem Slalom.

"Estou muito feliz, sem palavras. É um feito inédito, uma medalha no Mundial. Lutei tanto, vim batalhando tanto desde quando comecei com esse sonho de conquistar uma medalha no Mundial. É uma emoção muito grande. Estou feliz por toda a equipe, pelos atletas, por estarem me apoiando, torcendo ao meu lado. Esse espírito de equipe, o que eles fizeram por mim durante toda a competição, é inexplicável", disse Ana Sátila após a prova.

Com apenas 21 anos, a atleta é o principal nome da delegação brasileira no Mundial e considerada um fenômeno na modalidade. Ela já tem duas edições dos Jogos Olímpicos no currículo (Londres'2012 e Rio'2016) e chegou a Pau, na França, embalada por bons resultados ao longo da temporada.

Ana Sátila foi campeã mundial júnior, em 2014, e vice-campeã sub-23, em 2015. Em 2012, com apenas 16 anos, foi a atleta mais jovem da delegação brasileira nos Jogos de Londres.

No sábado, Ana Sátila brigará por mais uma medalha. Ela disputará a semifinal do K1 (caiaque individual) e, se avançar, disputará a decisão no mesmo dia.

 

Foto: Divulgação