Jornais neutros e conservadores dos EUA...

Escrito por Luiz Washington . Publicado em Internacional

donald trump...rompem tradições e assumem oposição a Trump.

Pela primeira vez em 34 anos de existência, o “USA Today”, um dos jornais de maior circulação nos Estados Unidos, se posicionou na eleição presidencial americana, pedindo a seus eleitores que não votem em Donald Trump. “O corpo editorial do jornal considera, de forma unânime e consensual, que Trump não é apto para ser presidente”, diz o texto.

A decisão do “USA Today” é similar ao de jornais mais conservadores do que o diário de circulação nacional, e que também quebraram uma tradição na eleição de 2016. Mas ao contrário do jornal da Virgínia, de postura historicamente neutra, essas publicações tradicionalmente apoiavam os candidatos republicanos.

É o caso do “Detroit News”, do “Arizona Republic”, do “Cincinnati Enquirer” e do “Dallas Morning News”, que ficavam do lado das candidaturas do Partido Republicano há mais de 70 anos.

Jornais vistos como mais liberais, como o “New York Times”, o “Los Angeles Times” e o “San Francisco Chronicle” também já declararam apoio à candidata democrata.

“Desde o dia em que declarou sua candidatura, há 15 meses, até o primeiro debate presidencial, Trump demonstrou reiteradas vezes que carece do temperamento, do conhecimento, da seriedade e da honestidade de que os Estados Unidos necessitam de seus presidentes”, diz o “USA Today”.

O jornal adiciona que o republicano é “errático”, “sem preparação para ser comandante em chefe”, “mentiroso em série”, “trafica preconceitos”, “fala com imprudência” e “não cumpre com sua obrigação de apresentar seu imposto de renda aos eleitores”.

O jornal, no entanto, se abstém de apoiar Hillary, “que tem suas próprias falhas – apesar de elas provavelmente não ameaçarem a segurança nacional ou levarem a uma crise constitucional”.

O “Detroit News”, por sua vez, escolheu o libertário Gary Johnson e deixou de declarar apoio a um republicano pela primeira vez em sua história de 143 anos. “Abandonamos essa tradição nesse ano por um motivo: Donald J. Trump”, escreveu o jornal.

Fonte Uol/Foto: Divulgação

Companhia para as compras...

Escrito por Luiz Washington . Publicado em Internacional

...Mercado cria carrinho especial para que os cachorros não fiquem sozinhos do lado de fora.

 A ideia surgiu depois que o dono da rede de mercados Unes percebeu que os donos faziam compras com pressa para não deixar os cães sozinhos.

AAiFxklÉ comum se aproximar da entrada de um mercado, de uma farmácia ou de uma padaria e encontrar um cachorro com a coleira amarrada num poste ou num banco. Boa parte desses estabelecimentos não permite a entrada de cãezinhos e os donos são obrigados a deixá-los do lado de fora. O dono de uma rede de supermercados na Itália não gosta dessa prática e resolveu inovar.

Supermercado inovador

O empresário Gianfranco Galantini é dono da franquia Unes, uma rede de supermercados espalhados por toda a península italiana. Ele percebeu que havia uma grande quantidade de animais que precisavam ficar do lado de fora, enquanto seus donos faziam compras apressadamente para não deixá-los sozinhos.

Galantini decidiu, então, tornar seu negócio pet-friendly e passou a autorizar a entrada de cães nos estabelecimentos. Para isso, ele inovou e criou um carrinho de mercado que comportasse, ao mesmo tempo, os cachorros e as compras. O carrinho da rede Unes é dividido em duas partes: na frente, fica o cãozinho, e na parte de trás, os produtos.

A ideia por trás da mudança

O objetivo das medidas implementadas pelo italiano era proporcionar uma experiência mais interessante em seus supermercados. Agora, os donos de cães fazem compras com mais calma, permanecem no estabelecimento por mais tempo e ficam mais felizes por terem a companhia de seus amigos caninos.

Os carrinhos, no entanto, ainda não estão disponíveis para cachorros de grande porte. Apenas cães pequenos e de tamanho médio são aceitos. No entanto, já é uma boa notícia para os cães e seus donos. Quem sabe essa ideia não chama a atenção de algum empresário brasileiro e faz sucesso por aqui?

 Foto Reprodução / Facebook - Lucia Landoni

Celebrada missa de canonização de Madre Teresa

Escrito por Luiz Washington . Publicado em Internacional

05523320Em missa de canonização celebrada hoje (4) na Praça São Pedro, no Vaticano, o papa Francisco declarou santa Madre Teresa de Calcutá. A cerimônia contou com a presença de cerca de 120 mil fiéis de diversas partes do mundo.

A missão de Madre Teresa, segundo Francisco, permanece nos dias de hoje como um testemunho eloquente da proximidade de Deus junto aos mais pobres. O papa também se referiu à religiosa, de origem albanesa, como modelo de santidade para todos os agentes de misericórdia.

“Madre Teresa, ao longo de toda a sua existência, foi uma dispensadora generosa da misericórdia divina, fazendo-se disponível a todos, por meio do acolhimento e da defesa da vida humana, dos nascituros e daqueles abandonados e descartados.”

Referindo-se à nova santa, fundadora das Missionárias da Caridade, Francisco pediu que “esta incansável agente de misericórdia” ajude o mundo a entender que o único critério de ação é o amor gratuito, livre de qualquer ideologia e de qualquer vínculo e que é derramado sobre todos sem distinção de língua, cultura, raça ou religião.

“Levemos no coração o seu sorriso e o ofereçamos a quem encontremos no nosso caminho, especialmente àqueles que sofrem. Assim, abriremos horizontes de alegria e de esperança numa humanidade tão desesperançada e necessitada de compreensão e ternura”, concluiu o papa.

Milagre brasileiro e prêmio Nobel da Paz

O processo de canonização de madre Teresa teve início com um milagre envolvendo o brasileiro Marcílio Haddad Andrino, morador da cidade de Santos (SP). Ele foi diagnosticado com hidrocefalia e uma infecção rara no cérebro, mas foi curado após sua esposa rezar pedindo a intercessão de Madre Teresa de Calcutá.

A religiosa, cujo nome verdadeiro é Agnes Gonxha Bojaxhiu, nasceu em uma comunidade albanesa no sul da antiga Iugoslávia. Ordenou-se freira na Índia, onde tomou o nome de Teresa. Em 1946, decidiu abandonar o convento e viver para os pobres. Sua atuação como missionária lhe rendeu o Prêmio Nobel da Paz em 1979.

Madre Teresa de Calcutá morreu em setembro de 1997 – seis anos antes de ser beatificada pelo papa João Paulo II.

 

EBC/Foto: Divulgação

Uma história de superação!

Escrito por Luiz Washington . Publicado em Internacional

modelo80Chinês estréia nas passarelas aos 79 anos: “Me preparo há 60 anos para este momento”

Esse homem da foto tem 80 anos e prova que superar limites não depende de idade

Wang Deshun é um ator chinês que conquistou a fama graças nas passarelas.

Em 2015, Wang desfilou sem camisa durante a Semana de Moda da China e deixou o mundo inteiro de queixo caído.

O modelo ganhou o apelido de “avô mais sexy” do mundo.

Um vídeo postado na rede social chinesa Weibo mostra o caminho para a inesperada conquista de Wang no mundo da moda.

Aos 24 anos me tornei um ator de teatro

Aos 44 anos comecei a estudar inglês

Aos 49 criei meu grupo teatral

Me tornei um andarilho

Aos 50 anos entrei na academia

Aos 57 anos retornei para os palcos

Aos 70 anos eu já estava malhando muito

Aos 79 anos entrei na passarela pela primeira vez

Hoje tenho 80 anos e ainda tenho muitos sonhos para realizar.

 

diariodobrasil/Foto: Divulgação

'A cidade não está mais aqui'...

Escrito por Luiz Washington . Publicado em Internacional

......diz prefeito de Amatrice, atingida por terremoto na Itália.

BBvZA5pJá chega a 38 o número de mortos no terremoto registrado na madrugada desta quarta-feira (24) na Itália. Do total, 28 se dividem entre as cidades de Amatrice e Accumoli, no Lazio, e 10 são de Arquata del Tronto, em Marcas. As informações são da Agência Ansa.

O número de vítimas, no entanto, pode aumentar. De acordo com Stefano Petrucci, prefeito de Accumoli, há ainda uma "quantidade indeterminável" de pessoas presas entre os escombros.

Vinte solicitantes de refúgio abrigados em uma estrutura em Monteprandone, na região de Marcas, partiram para trabalhar como voluntários em Amandola, uma das cidades da Itália atingidas pelo terremoto.

"Foram eles que pediram para dar uma mão neste momento trágico para a região que os abriga", afirmou Paolo Bernabucci, dirigente do Grupo de Solidariedade Humana, órgão criado para atender milhares de pessoas que pedem refúgio quando entram no país todos os anos.

A Itália é um dos principais focos da crise migratória que afeta a Europa, resgatando todos os dias dezenas de pessoas de embarcações superlotadas no Mar Mediterrâneo. Os imigrantes que se disponibilizaram para ajudar em Amandola são todos do norte da África.

O presidente da Itália, Sergio Mattarella, afirmou que o país passa por um "momento de dor e de apelo à responsabilidade comum". "O meu primeiro pensamento vai às vítimas desse devastador sismo que atingiu parte do território nacional", disse ele.

Além disso, ele destacou que é preciso "usar todas as forças" para salvar vidas, curar feridos e oferecer as melhores condições possíveis aos desabrigados. "Depois, será necessário um rápido esforço para garantir a reconstrução dos centros destruídos e a retomada das atividades produtivas", finalizou Mattarella.

O premiê Matteo Renzi garantiu que "nenhuma família, nenhuma cidade, nenhuma aldeia será deixada abandonada".

Amatrice soma 35 mortos

É de pelo menos 35 mortos o balanço do terremoto de hoje (24) em Amatrice, na região italiana de Marcas. O número foi confirmado pela agência Ansa. "A cidade não está mais aqui", disse o prefeito Sergio Pirozzi à rádio estatal RAI.

A cidade está literalmente dividida em duas, e os corpos estão distribuídos por dois pontos distintos. De acordo com a revista Time, a cidade de 2.600 habitantes foi a mais atingida pela tragédia.

 /Foto: Remo Casilli / Reuters