Artista plástico retrata Brasília em quadros coloridos e cheios de vida

Postado por Luiz Washington . Publicado em Nacional

20170419223822333201iAlexandre Mourão adotou a capital como lar há apenas três anos; "passei a ter um envolvimento com a cidade que me acolheu", afirma
 
Primeiro, o rascunho é feito a lápis. Depois, ganha o colorido da aquarela. Nas ilustrações, uma única musa inspiradora: Brasília. Na visão do artista plástico Alexandre Mourão, 32 anos, porém, a capital modernista não se restringe aos monumentos imponentes. “O dia a dia tem sua peculiaridade e, por isso mesmo, grandiosidade. Em pontos de ônibus, nas igrejas, nos parques, nas pessoas comuns andando de bicicleta, nos candangos, enfim, podemos enxergar um novo viés, um novo olhar sobre esta cidade que está em constante movimento e interação”, pontua.
  
Morador de Brasília há apenas três anos, o cearense se encantou, de cara, pelo espaço público da capital federal. “Passei a ter um envolvimento com a cidade que me acolheu. Por isso, registro o que mais me intriga, mais me fascina”, completa. Para tanto, Mourão vai além do lugar-comum e reafirma o seu estilo ao mesclar traços retos com um toque surrealista nas pinturas. A sintonia dele com a tinta aquarela é pontuada também pela delicadeza.
 
O domínio da aquarela é algo recente na vida de Mourão. Ele aprendeu a técnica quando foi visitar a família da mulher, na França, no fim do ano passado. O artista, que também é apaixonado por tango e frequenta ‘milongas’ nas noites da capital federal, conheceu a tradutora francesa Emilie Audigier em uma dessas festas. “Agora, somos casados e temos um filho de 9 meses. Quando viajei para lá, ganhei um estojo de aquarela. Assim, pude aprimorar essa técnica.”
 
O talento de Mourão, porém, começou cedo. Ele se iniciou na pintura em 2000, ao usar a técnica acrílica e óleo. “Aconteceu de forma autodidata e sob forte influência da minha tia, a pintora cearense Iara Mourão”, relembra. A partir daí, sentiu vontade de se aperfeiçoar, o que o levou a estudar artes visuais no Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará (IFCE). Em 2010, passou a atuar no coletivo Aparecidos Políticos. “Nesse grupo, realizamos algumas intervenções nos mais de 35 locais da cidade, simbolicamente referenciados a torturadores e assassinos”, destacou.
 
Com isso, foi convidado a trabalhar como pesquisador na Comissão Nacional da Verdade (CNV), em Brasília, em 2014, a fim de investigar as graves violações de direitos humanos na ditadura. Também atuou como consultor do Memorial de Anistia Política e como coordenador de articulação social e ações educativas da Comissão de Anistia — ambas instituições ligadas à perspectiva da memória no período ditatorial.
Arquivo Pessoal/CB/D.A Press
Mourão também veste o chapéu de psicólogo e, atualmente, cursa doutorado em psicologia na Universidade de Brasília (UnB). Ele recebeu diversos prêmios ao longo da trajetória artística: 65º Salão de Abril, em Fortaleza, 11ª Edição da Semana Pernambucana de Artes Visuais, II Edital Público Galeria Antônio Bandeira e IV Prêmio Leonilson de Artes Visuais.

Onde encontrar

As pinturas em aquarela de Alexandre Mourão 
estão expostas na loja virtual Aquasília (www.aquasilia.com.br).
Assista ao vídeo com o artista plástico, suas obras e seus 
lugares de inspiração no tablet 
e no site do CORREIO

Acusado de prostituição infantil pode ficar inelegível por oito anos

Postado por Luiz Washington . Publicado em Nacional

Senado Federal 01Réu condenado em segunda instância por envolvimento com prostituição infantil poderá ficar impedido de assumir qualquer cargo público. É o que está previsto no projeto de lei (PLS 209/2008) aprovado pelo Plenário do Senado por 68 votos a favor e apenas um contrário, nesta quarta-feira (19). A matéria ainda será analisada pela Câmara dos Deputados.

A proposta, do senador Cristovam Buarque (PPS-DF), altera a Lei de Inelegibilidade (Lei Complementar 64/1990) para determinar que a pessoa não pode assumir qualquer cargo público se estiver respondendo judicialmente a imputações de envolvimento direto ou indireto com o crime de prostituição infantil.

Pelo texto original, a inelegibilidade teria início já com o oferecimento da denúncia pelo Ministério Público e o recebimento pelo Poder Judiciário, o que ocorre quando a autoridade judicial constata a presença dos elementos mínimos necessários para a instauração da instrução criminal.

Na Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ), o projeto foi relatado pelo senador Magno Malta (PR-ES). Em Plenário, ele acatou sugestão do líder do PMDB, Renan Calheiros (AL), e apresentou subemenda para estabelecer que a inelegibilidade só ocorra após condenação do agente público por colegiado de segunda instância, na forma da Lei da Ficha Limpa.

“Essa matéria é preventiva, na questão da proteção da infância, ao impedir a eleição de um indivíduo que deliberadamente abusa de uma criança. Nesse projeto ganha o Brasil, ganham as famílias, ganhamos todos nós”,afirmou Magno Malta.

 

Foto: Divulgação

Águas do ‘Velho Chico’ chegaram à Paraiba

Postado por Luiz Washington . Publicado em Nacional

CHEGADA AGUA BOQUEIRAOAs águas do ‘Velho Chico’ chegaram, precisamente às 20h13 desta terça-feira (18), ao espelho d’água do reservatório Epitácio Pessoa, em Boqueirão (PB). Com o encontro, e a consequente subida no nível do açude, o Projeto de Integração do Rio São Francisco cria condições para que o racionamento em Campina Grande (PB) comece a ser reduzido. Mais de 700 mil pessoas na segunda maior cidade do estado e em outros 17 municípios serão beneficiadas.

Para enfrentar a pior seca dos últimos 100 anos, o Ministério da Integração Nacional trabalhou para que as águas do rio São Francisco chegassem a Campina Grande (PB) ainda neste mês de abril. Agora, o fornecimento e o tratamento são de responsabilidade do governo da Paraíba, que prevê que, em aproximadamente dois meses, os domicílios da cidade passem a ter abastecimento diário e regular. Isso vai acontecer quando o nível do açude superar 8% de sua capacidade – hoje está em 2,9%.

Também serão contemplados pelas águas do São Francisco os municípios de Barra de Santana, Caturité, Queimadas, Pocinhos, Lagoa Seca, Matinhas, São Sebastião de Lagoa de Roça, Alagoa Nova, Boqueirão, Boa Vista, Soledade, Juazeirinho, Cubati, Pedra Lavrada, Olivedos, Seridó e Cabaceiras.

Na última semana (13), o ministro da Integração Nacional, Helder Barbalho, acompanhou a chegada da água à região de Campina Grande, no distrito de Riacho Fundo, localizado no município de Barra de São Miguel (PB), a cerca de 15 quilômetros do espelho d’água do açude de Boqueirão. 

Antes de chegar ao reservatório Epitácio Pessoa, mais de 300 quilômetros foram percorridos pela água do São Francisco, do início do Eixo Leste do projeto, em Floresta (PE), e ao longo do rio Paraíba, desde a inauguração do trecho em março. Leia mais.

Benefício – A primeira cidade na Paraíba que contou com a água do São Francisco foi Monteiro (PB), com a entrega do Eixo Leste no dia 10 de março. A moradora e sócia de um salão de beleza no município, Rose Oliveira, 43 anos, já sentiu a diferença da água na torneira da sua casa. “Antes era bem difícil. O pouco da água que a gente tinha não era de qualidade. Era salobra. Agora, você sente o gosto da água. Você toma banho e pode colocar a água na boca. É totalmente diferente. É prazeroso”, comemora.

Abastecimento regular - O Projeto de Integração do Rio São Francisco é uma prioridade do governo federal e, para garantir a maior oferta de água para a população do semiárido nordestino, os serviços nas obras foram intensificados nos últimos meses. Quando totalmente finalizado, mais de 12 milhões de pessoas em Pernambuco, Ceará, Paraíba e Rio Grande do Norte contarão com o abastecimento regular. Serão beneficiados 390 municípios nesses estados.

Ascom/Ministério da Integração Nacional

Delação da Odebrecht trava discussão...

Postado por Luiz Washington . Publicado em Nacional

...sobre novo modelo de anistia a citados na Lava Jato.

Efeito colateral A delação da Odebrecht fez com que líderes de partidos ligados ao governo decidissem suspender discussão sobre uma “leniência parlamentar”. Há meses deputados e senadores estudam propor norma que livraria de ação criminal o congressista que confessasse a prática de caixa dois. As sanções se limitariam a multa e inelegibilidade. Foi tão grande o desgaste provocado pela empreiteira, porém, que os próprios políticos concluíram não haver espaço para algo que cheire a anistia.

Palavra de ordem Na base do governo, impera o entendimento de que todo o foco do Congresso deve se voltar para a discussão das reformas e de medidas para tirar a economia do atoleiro.

Olhai além Só com um ambiente de menos insatisfação social, dizem parlamentares, haverá alguma chance de deputados e senadores voltarem a falar em projetos que tenham como foco principal o próprio futuro político. Antes disso, dizem, seria suicídio coletivo.

Data venia Os critérios adotados pelo ministro Edson Fachin para a divulgação dos depoimentos de delatores da Odebrecht foram alvo de forte questionamento dentro do próprio STF.

Data venia 2 O fato de advogados de pessoas implicadas não terem conseguido cópia das acusações até a noite desta segunda (17), enquanto a imprensa acessa todo o conteúdo deste a última semana, foi veementemente criticado.

Expostos Além das críticas a Fachin, também há a reclamações sobre Rodrigo Janot não ter feito um “pente-fino” nos pedidos de investigação enviados ao STF. No Congresso, o discurso é de que ele agiu para expor os políticos.

Veja só Deputados citam como exemplo o caso de Jarbas Vasconcelos (PMDB-PE), acusado de receber R$ 700 mil em caixa 2 na eleição de 2010. Com 74 anos, seus eventuais crimes devem prescrever.

Truco O imposto sindical é hoje umas das principais moedas de troca do governo para obter o apoio de sindicalistas à reforma da Previdência.

O jogo A tendência no Planalto é não mexer na contribuição. Ainda assim, deixa aberta a possibilidade de votar regime de urgência para a reforma trabalhista, caso as centrais não cedam às mudanças na aposentadoria.

Vai ter regra O ministro Torquato Jardim (Transparência) e o coordenador da Câmara de Combate à Corrupção, Marcelo Muscogliati, decidiram criar comissão para definir os critérios que serão usados no cálculo das multas impostas a empresas que causaram dano ao erário.

Cada um na sua Hoje, quatro órgãos estabelecem os valores com base em entendimentos diversos. “É preciso colaboração entre as instituições que cuidam da leniência”, disse Jardim.

Ao palanque No dia seguinte ao depoimento a Sergio Moro, o ex-presidente Lula participará de ato do MST. Fará a abertura da 2ª edição da Feira da Reforma Agrária, em SP. Geraldo Alckmin, que cedeu espaço para o evento, foi convidado, mas não deve ir no mesmo dia que o petista.

Barrado no baile Líder do governo no Senado, Romero Jucá (PMDB-RR) teve que esperar autorização da segurança para entrar no Alvorada, neste domingo (16).

Vida dura Jucá era aguardado em reunião com o presidente Michel Temer, mas estava dirigindo o próprio carro e a ordem era parar veículos sem placa oficial. O mesmo aconteceu com o líder na Câmara, André Moura (PSC-SE).

Visita à Folha Cauê Macris (PSDB-SP), presidente da Assembleia Legislativa de São Paulo, visitou a Folha nesta segunda-feira (17). Estava acompanhado de Matheus Perez Granato, diretor de Comunicação da Assembleia, e de Cleber Mata, coordenador de Comunicação.


TIROTEIO

Se Doria resolver levar chocolates suíços aos colegas do PSDB em Curitiba, os comerciantes não vão sentir saudades da Páscoa.

DE MARCO AURÉLIO DE CARVALHO, coordenador do setorial jurídico do PT, ironizando fala do prefeito de SP de que levaria chocolate para Lula na prisão.


CONTRAPONTO

Polícia para quem precisa

No último dia 10, o deputado Alberto Fraga (DEM-DF), que é coronel da reserva da PM, assumiu a presidência de uma sessão extraordinária da Câmara.

Em seguida, parlamentares da chamada “bancada da bala” fizeram discursos. Quando chegou sua vez de falar, Esperidião Amin (PP-SC) provocou:

— Presidente, houve um certo frenesi com a presença de vossa excelência na presidência, coincidindo com a fala do Delegado Edson Moreira (PR-MG); do Capitão Augusto (PR-SP) e, ainda por cima, com a chegada do Major Olimpio (SD-SP) no plenário. Chegou a haver certo frisson aqui. Um estresse!

 

Por Painel

Adolfo Viana é suspeito de receber R$ 50 mil para campanha

Postado por Luiz Washington . Publicado em Nacional

Adolfo Viana

O deputado estadual baiano Adolfo Viana Neto (PSDB) é suspeito de ter recebido R$ 50 mil, em recursos não contabilizados, para campanha que o elegeu em 2010 para a Assembleia Legislativa da Bahia.

A informação partiu das delações dos colaboradores da Odebrecht José de Carvalho Filho e Cláudio Melo Filho. Ainda em delação, José de Carvalho afirmou que o deputado tinha conhecimento da ilicitude dos recursos destinados a ele.

Como o alvo da suspeita não possui foro privilegiado, o conteúdo da delação foi encaminhado para a Procuradoria Regional da República, 1ª Região.

Adolfo Viana Neto foi eleito deputado estadual da Bahia, em 2010, pelo PSDB, e reeleito em 2014. O G1 tenta contato com o deputado estadual desde a tarde de sábado, mas até a publicação desta reportagem, não conseguiu localizá-lo.

 

Fonte: G1