Rui leva ao Ministério dos Transportes entendimento...

Escrito por Luiz Washington . Publicado em Nacional

WhatsApp Image 2017 08 03 at 12.43.39 ...com embaixador da China sobre Fiol e Ponte Salvador-Itaparica.

Além do encontro com a presidente do Supremo Tribunal Federal, a ministra Carmen Lúcia, nesta quinta-feira (3), em Brasília, o governador Rui Costa foi ao Ministério dos Transportes. Na ocasião, Rui levou ao ministro Maurício Quintela o entendimento firmado com o embaixador da China, Li Jinzhang, sobre a inclusão da Ferrovia de Integração Oeste Leste (Fiol) e da Ponte Salvador-Itaparica como prioridades do país no Fundo Brasil-China.  Rui e o embaixador se reuniram no último dia 26 de julho em Brasília.

Este fundo é um acordo de cooperação entre as duas nações e os investimentos podem chegar a US$20 bilhões. A Bahia trabalha para que um volume grande de recursos seja aplicado no estado. As conversas estão adiantadas para assinar memorando de entendimento com investidores chineses em setembro durante viagem do governador à China. O ministro Maurício Quintela manifestou concordância sobre o assunto. 

"A Fiol é o principal projeto de infraestrutura no estado e a nós interessa que aconteça o mais rápido possível. Estamos abertos a receber o ativo e tocar o processo de concessão, ou ser atores pra ajudar o Governo Federal nesta empreitada tão importante para os baianos", disse Rui ao ministro. Quintela também estará na China em setembro e afirmou: "as coisas estão caminhando e podem contar conosco".

Os secretários estaduais da Casa Civil, Bruno Dauster, de Infraestrutura, Marcus Cavalcanti, e o procurador geral do Estado, Paulo Moreno, acompanharam o governador na audiência, que também tratou das estradas baianas e de aeroportos regionais. A questão da infraestrutura foi defendida como ponto para ampliar empregos e colocar a Bahia num patamar forte de desenvolvimento. 

 

Foto: Edsom Leite/ Ministério dos Transportes

Em Brasília, Rui defende maior cota...

Escrito por Luiz Washington . Publicado em Nacional

1485810535IMG 9121 copy...de recursos da educação para os estados nordestinos 

Em viagem a Brasília, o governador Rui Costa reuniu-se nesta quinta-feira (dia 3) pela manhã com a presidente do Supremo Tribunal Federal, ministra Carmen Lúcia, para pedir que entre logo na pauta de votação da Casa as mudanças na atual regulamentação da distribuição do salário-educação, contribuição social prevista na Constituição. Acompanhado do governador do Piauí, Wellington Dias, ele defendeu que o salário-educação deve ter como único critério de distribuição de cotas estaduais o número de alunos matriculados, cumprindo, desta forma, o papel social previsto em sua origem.

“Viemos tratar de assunto relativos a salário-educação e cálculos do Fundo da Educação. São ações importantes, porque os mais pobres e os que necessitam mais estão recebendo menos. São ações que estão concluídas e nós fomos pedir, em nome dos nossos estados e do povo nordestino, para termos prioridade na pauta. Queremos o julgamento e uma posição da Suprema Corte”, afirmou Rui.

Segundo o governador baiano, a presidente do STF, a quem cabe fazer pauta, demonstrou boa vontade com a ação. “Estamos confiantes que em mais breve possível vamos ter o julgamento”.

  

Secom 

Bahia debate cenário político

Escrito por Luiz Washington . Publicado em Nacional

psbO PSB-Bahia sedia neste final de semana mais uma etapa do curso de formação política. Entre os temas a serem discutidos estão o cenário político nacional e as crises política e institucional por que passa o Brasil, além do comportamento do eleitor brasileiro em tempos de redes sociais.

Na sexta-feira, dia 4, a partir das 19h, a conferencista será a pós-doutora em Ciência Política, Luciana Veiga, que abordará o uso das redes sociais pelos eleitores comuns e seus comportamentos.

Já no sábado, dia 5, às 9h, a senadora Lídice da Mata fará uma abordagem do cenário político nacional, bem como uma análise da crise.

A capacitação faz parte de uma série de encontros promovidos pela Fundação João Mangabeira e PSB-BA e será realizada na sede do partido, no endereço Rua deputado Cunha Bueno, 71, Rio Vermelho (atrás do Colégio Manuel Devoto).

Serviço|

O quê: Seminário de Formação Política – 4º módulo

Quando: 4 e 5 de agosto

Onde: Sede do PSB, Rua Deputado Cunha Bueno, nº 71, Rio Vermelho

 

Bahia receberá o 24º Encontro Nacional das Empresas Juniores

Escrito por Luiz Washington . Publicado em Nacional

enejEntre os dias 16 e 19 de agosto, Porto Seguro (BA) receberá o 24º Encontro Nacional das Empresas Juniores (ENEJ). Com o tema “Nós: Aqui e agora”, o objetivo do evento é unir empresários juniores de diferentes estados e representantes de grandes empresas para trocar experiências, aprender e discutir sobre a atuação do Movimento Empresa Júnior na sociedade.

Realizado pela Brasil Júnior, instância que representa Empresas Juniores brasileiras, e organizado pela Federação das empresas juniores do estado da Bahia (UNIJr-BA), o evento retorna ao Estado pela quarta vez. “O objetivo do ENEJ 2017 é inspirar, capacitar e conectar os estudantes universitários de todo País, além de contribuir diretamente com a educação empreendedora brasileira e tornar os jovens mais conscientes do papel que eles possuem de transformar nosso País em um lugar melhor”, diz Andrei Golfeto, presidente da Brasil Júnior.

Durante os quatro dias de programação, os cerca de 4.000 empresários juniores terão acesso a palestras, workshops e cases, além de participar de rodas de discussão e minicursos com grandes nomes. Entre o rol de palestrantes estão Luiza Trajano, fundadora da rede  de lojas de varejo Magazine Luiza, o jornalista Caco Barcellos e Vicente Falconi, especialista em gestão que atuou em empresas como Ambev e Gerdau. Os organizadores estimam que o ENEJ irá movimentar cerca de 280 mil reais para a economia local.

”O ENEJ vai fortalecer o empreendedorismo na Bahia, além de impactar a economia do Estado e contribuir para que os jovens sejam a mudança que o país precisa. Mais que isso, o evento criará um ambiente favorável para o desenvolvimento de talentos e negócios locais, com empresas melhores, educação melhor e mais oportunidade na prestação de serviços pelas empresas juniores”, diz Alanna Marzola, presidente da UNIJr-BA.  Os empresários juniores de todo o Brasil que quiserem participar do encontro podem se inscrever no site oficial do ENEJ.

Atualmente, o Movimento Empresa Júnior conta com mais de 490 empresas juniores e cerca de 16 mil empresários juniores em 113 universidades, que colocam em prática os aprendizados da universidade junto a micro e pequenas empresas, sob a supervisão de professores renomados, em mais de 100 áreas. Em 2016, o Movimento Empresa Júnior movimentou cerca de 11 milhões de reais na economia brasileira.

Sobre a UNIJr-BA

Na Bahia, o Movimento Empresa Júnior é representado pela UNIJr-BA. Atualmente, cerca de mil universitários baianos passam por essa experiência e são impactados pelo propósito de transformar o Brasil por meio do empreendedorismo. O crescimento da iniciativa é notório: são 311 empresas juniores espalhadas pelo país, com a participação de mais de 11 mil universitários. Na Bahia, são 40 empresas juniores filiadas à UNIJr-BA. 

Ascom

Câmara livra Temer de ser investigado no STF

Escrito por Luiz Washington . Publicado em Nacional

20170802201808721046eNo total, votaram 492 dos 513 deputados – 263 a favor do relatório e 227 contra. Houve duas abstenções e 19 ausências – com base no regimento da Câmara, o presidente Rodrigo Maia (DEM-RJ) não votou.
 
Mesmo antes do fim da votação no plenário da Câmara dos Deputados, na noite desta quarta-feira (2/8), o governo conseguiu os 172 votos necessários para barrar o prosseguimento da denúncia contra o presidente Michel Temer por corrupção passiva, no Supremo Tribunal Federal. O voto decisivo foi dado pelo deputado Aureo (SD-RJ).
O governo já fala agora em retomar a agenda das reformas — da Previdência e Tributária — e não acredita que haverá abalos na base caso o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, encaminhe novas denúncias contra Temer.  
    
A sessão, que analisou o relatório apresentado pelo deputado Paulo Abi-Ackel (PSDB-MG) na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), que recomendou a rejeição da denúncia contra Temer, começou às 9h desta manhã. Por volta das 15h30, o placar registrava a presença de 342 deputados no Plenário - quórum mínimo para que ocorresse a votação - e 463 deputados na Casa. Os parlamentares discursaram a favor e contra a denúncia.
No fim da tarde, o plenário foi marcado por empurra-empurra e confusão durante o discurso do líder da minoria, deputado Zé Guimarães (PT-CE). O tumulto começou após dois parlamentares jogarem camisetas um no outro e logo tornou-se geral. Outros deputados jogaram dólares falsos para o alto e começaram a gritar.
Malas de dinheiro também foram levantadas e o famoso boneco Pixuleco, na forma do ex-presidente Lula com uniforme carcerário, foram trazidos. Um deles estava na mão do presidente do PT, Carlos Zarattini (PT-SP). 
Mais cedo, o advogado de Temer, Antônio Mariz de Oliveira, pediu aos deputados que não acatassem o pedido para remeter a denúncia. “Deem um ano e meio para Temer seguir sua ‘obra magnífica’”, afirmou da tribuna, ao fazer a defesa do presidente e afirmar ter certeza de que a denúncia não será acatada.
O advogado criticou a delação de Joesley Batista e destacou que a gravação da conversa do empresário com o presidente teve “deturpação, enxertos e uma série de vácuos”, por isso questionou a sua legitimidade como prova. 
O presidente passou a ser investigado após as delações premiadas da JBS. O empresário e um dos donos do grupo JBS, gravou, sem o conhecimento de Temer, uma conversa com ele no palácio do Jaburu, em 7 de março.   

Repercussão 

A votação de hoje repercutiu entre os internautas do país. A #InvestiguemoTemer é o segundo assunto mais comentado no mundo e no Brasil pelo Twitter. Mas, apesar disso, a  mudança de time do jogador de futebol Neymar está causando mais comoções nos usuários da rede. Nas últimas 24 horas, o assunto foi o segundo mais procurado nas buscas do Google. 
 
Com informações de Paulo de Tarso Lyra/Foto: Divulgação