Curtas & Boas 19/10

Publicado em Curtas & Boas

Nacional.
 
Prisão de Cunha deixa Temer e base aliada em maus lençóis, diz Humberto
 
O líder do PT no Senado, Humberto Costa, disse que a prisão preventiva do ex-presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB), decretada nessa quarta-feira (19), poderá deixar a base aliada “em maus lençóis”. Para ele, uma possível delação de Cunha deve comprometer todo o governo de Michel Temer (PMDB) e os parlamentares governistas.
 
“Já temos a informação de que ele já havia começado a negociar a delação. Vamos aguardar para que o Brasil conheça a verdade sobre impeachment. Acredito que as informações de Cunha podem desmitificar a postura de vários elementos da antiga oposição, que se comportam aqui como verdadeiros ‘santos’, mas que, na verdade, estão comprometidos até o pescoço”, afirmou.
 
Humberto ainda relembrou que foi um ex-ministro de Michel Temer, senador Romero Jucá (PMDB), que associou Cunha ao gestor peemedebista. “Agora preso, Cunha poderá responder à Polícia Federal o que Jucá quis dizer quando falou que 'o Michel é o Cunha' e dar muitas outras informações sobre este golpe branco e parlamentar que tirou a presidente Dilma Rousseff (PT) da presidência”, afirmou o senador.
 
CASO CUNHA - Após ter tido o mandato cassado em setembro por quebra de decoro, o ex-presidente da Câmara perdeu o foro privilegiado. Cunha, que foi preso preventivamente acusado de “tentar atrapalhar as investigações”, é suspeito de receber R$ 5 milhões de propina de esquema de corrupção na Petrobras. Só na Suíça, a polícia diz ter conseguido rastrear R$ 7,5 milhões, que pertenceriam ao peemedebista.
 

Humberto destaca rejeição da população a PEC 241

O líder do PT no Senado, Humberto Costa, avaliou como importante os resultados da pesquisa realizada Vox Populi, divulgada nesta terça-feira. O levantamento revela, entre outras coisas, que 70% dos brasileiros são contra a PEC (Proposta de Emenda à Constituição) 241, que congela os gastos em áreas como saúde e educação. O levantamento mostra ainda que apenas 19% concordam com a medida defendida pelo governo Temer, 6% são indiferentes e 5% não souberam ou não responderam.   

Segundo o senador, a pesquisa comprova o sentimento de desaprovação observado nas ruas. “O que a gente vê é que, quanto mais conhecimento as pessoas têm, mais críticas fazem a essa PEC. Ela acaba praticamente com todas as conquistas que os brasileiros tiveram nos últimos tempos e penaliza quem precisa do serviço público. Se aprovada, essa PEC condena o Brasil a 20 anos de retrocesso”, afirmou Humberto Costa.

Outro projeto proposto por Temer com recorde de rejeição é o da reforma da Previdência. Cerca de 80% dos trabalhadores são contra a proposta, que prevê idade mínima entre 65 e 70 anos para aposentaria. Somente 15% concordam com as mudanças no sistema previdenciário, 4% nem concordam nem discordam e 2% não sabem, não têm opinião ou não responderam.

“Vamos fazer uma grande mobilização nacional para barrar esses dois projetos. A pressão já está começando nas ruas. Já tivemos atos no Rio, em São Paulo, nesta quinta (20) vamos ter agenda no Recife. No Paraná, já são quase 600 escolas ocupadas. Ações semelhantes estão sendo repetidas em todo o País. O retrocesso não passará”, afirmou Humberto.

A pesquisa Vox Populi foi realizada com 2 mil pessoas entre os dias 9 e 13 de outubro.

Humberto critica campanha publicitária de Temer e cobra conclusão da Transposição

Após ter adiado em mais um ano a entrega da obra da Transposição do Rio São Francisco, o governo Michel Temer (PMDB) pretende fazer campanha publicitária falando sobre o sexto ano consecutivo de estiagem no Nordeste. Há possibilidade de colapso em alguns municípios da região, como Campina Grande, na Paraíba. A medida, no entanto, desagradou setores da oposição.

Para o líder do PT e relator da comissão que fiscaliza a obra no Senado, Humberto Costa, há um “contrassenso” entre a campanha de marketing do peemedebista e o que o governo Temer está deixando de fazer pelo Nordeste. “Não adianta divulgar no jornal que vai fazer campanha publicitária para tentar esconder o que a gente já sabe: que ele só não vai concluir a transposição ano que vem porque não quer e que os recursos para a construção de cisternas estão ameaçados e que o projeto pode deixar de existir agora, se for aprovada a Proposta de Emenda à Constituição, 241, mais conhecida como PEC da Maldade”, afirmou.

De acordo o senador, a Transposição está hoje com 90% das obras concluídas e não houve nenhum motivo para um novo adiamento da obra. “No período da maior seca dos últimos 100 anos, Temer resolveu adiar a conclusão da Transposição, que vai garantir abastecimento para 12 milhões de pessoas. Vai deixar o povo na seca para inaugurar a obra realizada pelas gestões de Lula e Dilma em ano eleitoral. Isto é inadmissível”, questionou Humberto.    (Por Natália Kozmhinsky)

Curtas & Boas 15/10

Publicado em Curtas & Boas

Juazeiro 

Quatro vereadores já estão com os nomes postos para disputar a eleição para presidência da Câmara Municipal, cuja legislatura se inicia no dia 01 de janeiro de 2017, mesma data em que será o pleito com os 21 integrantes do colegiado renovado em quase 70%.

Inicialmente, Gleidson Medrado, o vereador mais votado e filho do atual presidente Damião Medrado com aval do deputado federal José Carlos Araújo foi o primeiro a assumir a pretensão de dirigir o legislativo municipal.

Posteriormente, Alex Tanuri, o terceiro vereador mais votado do último pleito, também assumiu que faz parte de um projeto e que o seu nome deve ser apreciado pelos demais colegas.

Tiano Félix, atual vice-presidente, assumiu publicamente que colocará o seu nome para ser avaliado pelos demais partidos aliados, como também informou que o colega Jean Gomes, também do PT, pretende disputar a contenda.

Vereadores eleitos de Sento-Sé

Rodolfo Café                                     1.653

Julliano Afonso                                  1.226

Francelino Carvalho                                    1.067

Robinho de Zé de Donana                   1.052

Denis Almeida                                   1.025

Edilson dos Bosco                                949

Zé Neto do Riacho                                        839

Jamerson Pescador                                    827

Hailton Rocha da Pracinha                        723

Bozó                                                 687

Eminho                                                       626

Melissa Barros                                           620

Zé do Rufino                                      530

 

Vereadores eleitos de Remanso

 

 

Antônio Moura                                                1.672

Alair                                                      1.484

Dr. Cristiano                                           1.342

Savinho Castro                                        1.258

Doutor                                                   1.221

Valdir do Feijão                                         1.197

Renata Rosal                                           1.116

Candinho do Sec                                       990

Joao do Pinga Pinga                                           846

Humberto                                               816

Mailto Brito                                            803

Renilson Marechal                                          752

Didi                                                                  675

 

 

 

 

Curtas e Boas 11/10

Publicado em Curtas & Boas

Casa Nova

O homem que tinha acertado o prêmio de quase R$ 15 milhões e não tinha aparecido para retirar o dinheiro resolveu sacar a soma após 72 dias. O felizardo fez a aposta na cidade de Casa Nova, no Sertão do São Francisco, e resgatou o dinheiro na última quinta-feira (6).

A informação do saque foi confirmada nesta segunda-feira (10) pela assessoria de comunicação da Caixa Econômica Federal (CEF). De acordo com o G1, no dia em que o apostador retirou o prêmio, os bancários ainda estavam em greve.

A agência onde o dinheiro foi retirado não foi informada pelo banco.  Ainda segundo a Caixa, faltavam apenas 19 dias para acabar o prazo máximo para o resgate do prêmio. 

Caso não fosse sacado, a premiação prescreveria, e o valor seria repassado ao Fundo de Financiamento ao Estudante do Ensino Superior (Fies). 

..............................................

Remanso

Na manhã desta terça-feira (11) aconteceu um grave acidente de trânsito no município de Remanso. Um carro de passeio bateu de frente com um caminhão. Um homem e uma criança morreram no local. Não se sabe o que teria provocado o acidente.

..........................................

Juazeiro

A Coligação Pra Juazeiro Mudar Mais considera lamentável a atitude do candidato derrotado a vereador David Lima, que teve votação ridícula e faz como sempre o papel de bobo da corte, tentando aparecer de qualquer jeito. Juazeiro teve eleição limpa, tranquila.

Os juízes e assessores passaram o dia nas ruas, assim como a Polícia Federal e a Polícia Militar, e nenhum tipo de ocorrência foi verificada. A atitude do derrotado faz deboche com as autoridades que fiscalizaram o pleito e agride a população, que votou livremente escolhendo por maioria os vencedores e deixando de lado os derrotados como David Lima, que tenta um mandato há 30 anos e jamais mereceu o respeito do eleitorado porque nunca fez por merecer este respeito. (Ascom)

Bahia

O Deputado José Carlos Araújo (PR), foi reconduzido por aclamação à coordenação da bancada da Bahia. Ele terá a missão de articular junto aos deputados e senadores do Estado a destinação das emendas que serão propostas ao Orçamento de 2017.

Ao todo serão apresentadas 21 emendas. O Colegiado deverá discuti-las em reunião prevista para a próxima terça-feira (18) e apresentá-las até à comissão de Orçamento até quinta-feira (20). 

Jonas Paulo, representante do Governo da Bahia, listou as prioridades do Estado com o objetivo de sensibilizar a bancada a destinar os recursos que darão continuidade às obras iniciadas pela Gestão atual. 

José Carlos Araújo sabe da importância do posto e acredita que haverá consenso no Colegiado para apresentar as emendas contemplando as necessidades e/ou prioridades apresentadas pelo Governo. 

"Na bancada da Bahia não há base nem o oposição. Deixamos as diferenças partidárias e buscamos atender aos interesses da Bahia, superando qualquer divergência," concluiu. 

O parlamentar ocupa o posto de coordenador da bancada pela terceira vez. No seu quarto mandato como Deputado Federal, José Araújo é também Presidente o Conselho de Ética e Decoro Parlamentar na Câmara dos Deputados.

O Deputado Claudio Cajado (DEM) assume à vice-coordenação da bancada. 

A bancada da Bahia é composta pelos 39 deputados Federais e os três senadores. (Ascom/José Carlos Araújo)

Curtas e Boas 07/10

Publicado em Curtas & Boas

O pior não é perder a eleição, o pior é perder um emprego que já durava quase 8 anos, isso está acontecendo na prefeitura de Petrolina, depois que Ednaldo Lima (PMDB), foi derrotado por Miguel Coelho (PSB), no último dia 02.
Quase 600 cargos comissionados começam a perder seus empregos no poder público municipal, antes do término do mandato do prefeito Julio Lóssio (PMDB).
A informação que recebemos é que essa semana o prefeito resolveu esvaziar o quadro de cargos comissionados com a demissão de aproximadamente 200 funcionários.
Essa antecipação deve-se ao ajustamento das contas do município, mas também vale lembrar que durante a campanha em áudio vazado de uma reunião do prefeito com os cargos, ele já avisava que se não ganhasse a eleição, demitiria todos no dia seguinte.
..............................................
A tragédia eleitoral que se abateu sobre o PT no primeiro turno das eleições municipais deflagrou um fenômeno inédito: a autoridade de Lula começa a ser questionada por alguns de seus próprios correligionários. Por ora, as críticas soam em ambientes internos. Longe dos refletores, petistas de mostruário acusam Lula de retardar a renovação da direção partidária. O movimento de cobrança começa a ganhar os contornos de uma onda.
Um petista histórico disse ao blog que deve procurar Lula para aconselhá-lo a se afastar da rotina partidária. Avalia que o ex-presidente deveria se dedicar em tempo integral à sua defesa, liberando o partido para apressar a substituição dos seus dirigentes, a começar pelo presidente, Rui Falcão. Afirma traduzir o sentimento de um número crescente de filiados insatisfeitos com o estilo centralizador que Lula imprime à sua liderança.
Os insatisfeitos desejam antecipar de dezembro de 2017 para o início do ano a escolha dos novos dirigentes. Antes da abertura das urnas municipais, falava-se em abril. Agora, uma parte dos descontentes já defende que o calendário seja encurtado para janeiro ou fevereiro. Reivindica-se também o fim do chamado PED, o processo de eleições diretas do PT. Alega-se que esse modelo favorece a corrente majoritária de Lula, Construindo um Brasil Novo.
Nos fundões do PT, critica-se também o rol de nomes cogitados como potenciais substitutos de Rui Falcão. A lista inclui o próprio Lula e duas alternativas endossadas por ele: o ex-ministro e ex-governador da Bahia Jaques Wagner e o senador Lindbergh Farias. Em menor ou maior grau, os três estão sob a mira da Lava Jato. E os petistas desgostosos receiam que, optando por um deles, o partido acabe virando a página para trás.

Curtas e Boas 22/09

Publicado em Curtas & Boas

Juazeiro

Na sessão desta quinta-feira (22/09), o Tribunal de Contas dos Municípios aprovou com ressalvas as contas das Câmaras Municipais de Capim Grosso, Itaberaba e Juazeiro, da responsabilidade de Veroneidson Rios Matos, Zenildo Nascimento Aragão e Damião de Almeida Medrado, respectivamente, todas relativas ao exercício de 2015. 

Em razão das ressalvas contidas no relatório técnico, os três gestores foram multados pelo TCM. O presidente da Câmara de Capim Grosso sofreu multa de R$500,00, o de Itaberaba de R$1.500,00 e o de Juazeiro de R$1.000,00. Cabe recurso das decisões.

Curaçá

Dezenas de adolescentes se reuniram na noite de ontem (21), no Espaço Velho Chico, com o candidato a prefeito Pedro Oliveira (PSC), a fim de ouvir propostas e discutir políticas públicas voltadas para o segmento jovem.

O encontro, que foi organizado pela militância do grupo "Juventude Azul", contou ainda com a presença dos candidatos ao cargo de vereador Estéfano Pereira (PCdoB), Wanderley Loureiro e Januário Ferreira, ambos do PSD, e das candidatas pelo PR, Sonileide Ferreira e Ana Paula Vaqueira.

O Presidente do Diretório Municipal do PCdoB, Carlos Alberto Possídio, o ex-vereador Anselmo Vital e o agente cultural e músico Fernando Ferreira, também participaram do momento e colaboraram nas discussões.

Logo no início da conversa, os jovens se apresentaram e deram declarações de apoio ao projeto liderado por Pedro Oliveira. "Eu sou jovem e estou com Pedro porque acredito na mudança" foi a frase mais repetida entre os presentes. "O mandato de Pedro vai ser o mandato das oportunidades", "Estou extremamente confiante com essa nova política que Pedro vem fazendo", "Acredito na competência administrativa de Pedro", foram as mensagens proferidas pelos jovens Eduardo Paixão, Wirã Amário e Nathaly Varjão, respectivamente. Para a estudante de Direito, Denise Lopes, Pedro representa o desejo da juventude. "Pedro conhece bem a nossa realidade. Nós confiamos na mudança e Pedro vai ser o nosso representante, por isso, nós jovens, vamos ajudá-lo", disse a universitária.

Anselmo Vital pediu a Pedro para ter e manter diálogo com os jovens, possibilitar a formação e a capacitação para a juventude, despertar o empreendedorismo, além de frisar a importância da liderança que cada jovem representa. "A juventude é uma das mais belas fases da vida. Ela é a base e o pilar das nossas histórias. Nós somos alimentados por sonhos e ideais.

As grandes transformações tiveram a participação dos jovens. Pedro vai precisar de todos os jovens para discutir planos e metas para a cultura, para arte, para o esporte. Construir um projeto coletivo é ajudar a convencer as pessoas naquilo que você defende e cada um aqui tem o papel de líder. E vocês, nesta reta final, têm o desafio de conquistar mais jovens e mais pessoas para, assim, darmos a vitória a Pedro", frisou. 

Nacional

Ensino médio no Brasil vai passar por uma reforma: medida provisória assinada nesta quinta-feira (22) pelo presidente Michel Temer altera tanto o conteúdo quanto o formato. E vai até mesmo refletir na elaboração dos vestibulares e do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem).

A primeira mudança importante determinada pela medida provisória é que o conteúdo obrigatório será diminuído para privilegiar cinco áreas de concentração: linguagens, matemática, ciências da natureza, ciências humanas e formação técnica e profissional.

O objetivo do governo federal é incentivar que as redes de ensino ofereçam ao aluno a chance de dar ênfase em alguma dessas cinco áreas. Já entre os conteúdos que deixam de ser obrigatórios nesta fase de ensino estão artes, educação física, filosofia e sociologia.

O segundo ponto importante na mudança será o aumento da carga horária. Ela deve ser ampliada progressivamente até atingir 1,4 mil horas anuais. Atualmente, o total é de 800. Com a medida, a intenção do Ministério da Educação (MEC) é incentivar o ensino em tempo integral, e para isso prevê programa específico de incentivo às escolas em tempo integral.

O Ministério da Educação condicionou algumas das mudanças à conclusão do processo de elaboração da Base Nacional Comum Curricular (BNCC). Atualmente, a BNCC já está em sua segunda versão após ter passado por discussão em todos os estados do Brasil. A conclusão do documento final inicialmente terminaria em junho, mas foi adiada para novembro e nesta quinta o ministro disse que o processo só deve ser concluído em "meados" do próximo ano.

A medida provisória apresentada nesta tarde altera artigos da Lei nº 9.394, de 20 de dezembro de 1996, que é a Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional (LDB) e da Lei nº 11.494, de junho de 2007, que é a Lei do Fundeb. Além disso, institui a Política de Fomento à Implementação de Escola de Ensino Médio em Tempo Integral.

Por ser uma medida provisória, a proposta passa a entrar em vigor imediatamente após a sua edição pelo Executivo. Mas, para virar lei em definitivo, precisa ser analisada em uma comissão especial do Congresso e depois aprovada pela Câmara e pelo Senado em até 120 dias para não perder a validade. (G1)

Jaques Wagner

Circulando nos bastidores após a saída da Casa Civil, com o afastamento da presidente Dilma Rousseff, o ex-governador Jaques Wagner deve passar a chefiar a Fundação Luís Eduardo Magalhães. “Ele deve assumir a Fundação Luís Eduardo”, disse Rui na manhã desta quinta-feira (22), em entrevista a Mário Kertész na rádio Metrópole. A FLEM é uma instituição de direito privado que atua como organização social (OS) em diversos projetos junto ao governo do Estado.