Começa segunda-feira em Casa Nova o Defeso Pesca

Publicado em Casa Nova

CichoDurante uma reunião na manhã dessa quarta-feira (18/10) na Colônia de Pescadores de Casa Nova, ficou decidido que os pescadores já podem a partir da próxima segunda-feira 23 darem entrada nos seus pedidos do Defeso Pesca.

De 1º de novembro a 28 de fevereiro os pescadores só podem pescar no máximo e de anzol, cinco quilos e mais um peixe, só e exclusivamente para comer. Em compensação, eles vão receber um salário mínimo chamdo de Defeso, durante quatro meses. Para isso, o pescador precisa estar em dia com o pagamento da Previdência Social e também das mensalidades da Colônia.

Segundo o presidente da Colônia, Cícero Reis, popularmente conhecido como Cicinho, são 3.500 pescadores aptos a dar entrada no Defeso, sendo cerca de 1.100 de Pau a Pique, incluindo as regioçes de Barra da Cruz, Leite I e Leite II; 850 de Bem Bom; 150 de Santana do Sobrado e o restante da sede.

Por ser mais distante, a equipe da Colônia vai estar durante três dias em Pau a Pique e dois em Bem Bom, onde os pescadores dessas localidades vão poder fazer a entrega dos seus pedidos do Defeso.

Cicinho disse ainda que mesmo a equipe indo ao encontro dos pescadores, aqueles que quiserem adiantar podem comparecer à sede da Colônia entre  8:00 e às 17:00h. Lembrando que o atendimento é feito com distribuição de senhas, são 100 fichas por dia.

 

Da Redação/Foto: Luiz Washington

Constesf conclui 100% da meta de construção de barreiros em Casa Nova e Canudos,

Publicado em Casa Nova

O Projeto Cisternas entregou 204 barreiros nos municípios.

12003155 752231534887288 7854966590571295087 nO projeto Cisternas, desenvolvido pelo Consórcio Sustentável do Território do São Francisco (Constesf), continua mudando a realidade das famílias da zona rural. Nos municípios de Casa Nova e Canudos a meta de construção de barreiros, capaz de armazenar até 500 mil litros de água para os animais e para produção agroecológica nos períodos de estiagem, já foi 100% concluída.

Foram entregues 102 barreiros em Canudos e 102 em Casa Nova, totalizando 204 tecnologias que garantem mais acesso à água para pequenos agricultores. "Com o curso de Sistema Simplificado de Manejo de Água de Chuva, realizamos a capacitação das famílias que receberam os barreiros em suas propriedades. Dessa forma, asseguramos a participação das famílias e garantimos, através de capacitações e cursos, que a tecnologia vai ser bem aproveitada e realmente fará diferença na vida dessas pessoas que sofrem com a seca", explicou o coordenador geral do projeto. Mauro Macêdo.

O Projeto Cisternas tem o objetivo de garantir às famílias do Território o acesso à água no período de estiagem, através da captação e armazenamento de água nos períodos de chuva. A meta é universalizar o acesso à água de qualidade em todo o Território do São Francisco, formado por 10 municípios.


Por Jacqueline Santos/ Ascom Constesf

Prefeito de Casa Nova vai melhorar condições de venda para feirantes do mercado

Publicado em Casa Nova

thumbnail Prefeito com feirantes do mercadoAs modificações que foram feitas nos boxes e as construções e alterações indevidas de espaço no mercado de Casa Nova, sem autorização da prefeitura, foram discutidas na manhã desta quarta-feira (11/10) em um encontro entre prefeito, secretários e assessores da prefeitura e os comerciantes e feirantes do mercado.

O prefeito propôs uma padronização em todo o espaço da feira, explicando que se cada um dos comerciantes resolver fazer a seu gosto as modificações, como foi feito no passado e agora, o mercado fica “inviável” e “desconfortável para feirantes e clientes”.

Segundo o prefeito, “Vamos padronizar, fazer novos boxes, modernos; com novas formas de expor as mercadorias. Uma mudança completa na feira, mas, padronizada, seguindo um projeto da prefeitura e aprovado pelos comerciantes. Vamos deixa-la moderna e atraente. Um verdadeiro supermercado variado”.

Dedé do Flávio é comerciante no mercado e um dos mais entusiasmados com a iniciativa do prefeito: “Aqui não se trata de política, de um lado ou de outro. Gostei porque o prefeito sabe que se melhorar para os comerciantes, melhora para a cidade. Essa mudança está chegando na hora certa porque cada um estava fazendo as modificações que queria, pensando só em si mesmo. A prefeitura assumindo a gente sabe que todos vão ser tratados de maneira igual” – diz, torcendo para que a iniciativa seja apoiada por todos e se torne realidade – “O que a gente está fazendo é cuidando para que o mercado tenha futuro” – conclui.

Na reunião realizada na manhã desta quarta-feira (11/10), no gabinete se discutiu tempo, custos e adequação. Para o prefeito, “Ainda não é possível dar prazo. Só vamos começar estas mudanças com a concordância de todos e essa primeira reunião foi excelente”.

 

Por Manoel Leão: Foto: Divulgação

Agricultores de Casa Nova que foram...

Publicado em Casa Nova

3fcdfaa3 63af 4ab6 b325 58d9bf619c36...multado pelo Ibama permanecem utilizando os canais.

Agricultores do município de Casa Nova, que foram multadoselo pelo Ibama após abrirem canais no Rio São Francisco sem licença ambiental para irrigar plantações permanecem utilizando os canais clandestinos e esperam um acordo para que não possam ter que pagar o valor definido pelo órgão.

As multas foram aplicadas em agosto a 20 agriculores, cada um deles multados em R$ 50 mi após os canais serem abertos pela associação de produtores rurais da região. O Ibama disse, à época, que os canais abertos poderiam causar o assoreamento do leito, poluição e contaminação da água, e ainda provocar desperdício. O órgao, no entanto, não interditou os canais.

Os trabalhadores dizem que não tem intenção de prejudicar o meio ambiente, mas apenas de salvar as plantações diante da seca que atinge a região. "Eu não tenho condições de pagar essa multa. Estou com 53 anos de idade e nunca vi esse dinheiro na minha mão", disse uma mulher que trabalha na regiçao.

A Agência Municipal do Meio Ambiente de Casa Nova informou que entrou com uma defesa administrativa para tentar converter a multa aplicada aos agricultores em algum tipo de prestação de serviço para compensação ambiental. O superintendente Isael Amaral afirma que aguarda uma audiência com o Ministério do Meio ambiente. "Esperamos essa audiência em Brasília para que, juntamente com o representante do município, o prefeito faça essa homologação do acordo", destacou.

G1 Bahia

Prefeito de Casa Nova fecha acordo de 7% com trabalhadores do SAAE

Publicado em Casa Nova

thumbnail Trabalhadores do SAAE de Casa Nova comemoram acordo com Executivo municipal 2017Cumprindo o ajustado na reunião que determinou o encerramento do início da greve programada para o dia 13 de agosto passado, o prefeito Wilker Torres e o SINDAE ajustaram acordo e os trabalhadores enceraram a campanha salarial 2017 na manhã desta segunda-feira (02/10).

Os dois lados comemoraram: Hamilton de Nascimento Souza, Diretor de Base do SINDAE em Casa Nova, ressaltou “nossa principal cobrança na mesa de negociação sempre foi a melhoria das condições de trabalho e melhoria do SAAE. O prefeito já adiantou negociações com seus aliados políticos, garantindo recursos para a ampliação da captação de água, novas adutoras e modernização do sistema como um todo. O interesse do SINDAE é a melhoria do abastecimento de água para a população. Ganha Casa Nova, ganhamos nós”.

O Prefeito Wilker Torres: “Os trabalhadores do SAAE demonstraram maturidade, serenidade, firmeza e respeito. Esse acordo garante de imediato uma recomposição salarial justa. A principal reivindicação do SINDAE é a melhoria da captação, tratamento e distribuição, sanando de vez o problema de falta de água em alguns bairros. Com mais água sendo distribuída, mais renda, melhores condições de trabalho. É o que busco como prefeito e é também o que querem os trabalhadores do SAAE. Chegamos a um acordo vantajoso para as todas as partes envolvidas: prefeitura, SINDAE e comunidade”.

Ainda de acordo com o prefeito, a CODEVASF empenhou quase 8 milhões de reais destinados à captação e o material de uma nova adutora de 200 ml chega esta semana para começar a ser instalado.

A proposta do Prefeito Wilker Torres de 7% de reajuste pagos na folha de outubro e o retroativo (desde maio, a data base), parcelado em seis vezes, foi aceita em Assembléia e exposto os compromissos assumidos pelo executivo municipal.

thumbnail IMG 7073

Por Manoel Leão/Foto: Divulgação