Divulgada lista dos primeiros muros...

Publicado em Petrolina

...que serão coloridos pelo 1º Bode Parede de Petrolina - PE

bodesssO artista plástico Jocélio Bello começou a pintar o primeiro muro do ‘Bode Parede’, projeto de intervenção artística e urbanística que vai colorir vários muros de Petrolina – PE até o início do mês que vem. A obra ‘Bode Soul Music’, que fica nas proximidades do parque municipal Josepha Coelho, no muro externo da Escola Municipal Eliete Araújo de Souza, será entregue nesta sexta-feira (24) às 16h30, e dá início a uma verdadeira maratona com direito a shows musicais, apresentações das comunidades e ações de inclusão e acessibilidade.

A próxima ação do 1º Bode Parede de Petrolina será na segunda-feira (27) às 16h, na escola José Esmerindo (Agrovila do projeto de irrigação Maria Teresa). O artista Felipe Rhein chega à comunidade com a obra ‘Psicobodelia’. E no mesmo clima festivo e cultural, o evento prossegue na quarta-feira (29) às 10h, na avenida Monsenhor Ângelo Sampaio, na altura do bairro Areia Branca. Novas apresentações artísticas estão sendo esperadas juntamente com a artista Euri Mania, que está criando uma obra cujo título serão os próprios alunos da escola que irão batizar.

E encerrando esta primeira etapa, a escola professor José Joaquim, na avenida Francisco Coelho Amorim, via principal do bairro José e Maria, vai receber às 16h, a obra ‘Bode em Meio a Cactos’, da artista  Tacylla Kaline. De acordo com a coordenação do evento, na semana que vem serão noticiados os horários, locais, obras e artistas de mais quatro muros participantes.

O 1º Bode Parede de Petrolina tem apoio da Prefeitura de Petrolina, da Compesa, do Núcleo  de Práticas Sociais Inclusivas da Univasf e é uma ação de fomento do Fundo Estadual de Incentivo à Cultura (Funcultura), Fundação do Patrimônio Histórico e Artístico de Pernambuco (Fundarpe) e do Governo Pernambuco em Ação.

 

CLAS Comunicação & Marketing

UPAE e HDM alertam: “é bom redobrar a atenção com a dengue, zika e chikungunya”

Publicado em Petrolina

thumbnail Captura de tela 2017 05 11 às 22.13.11Com a proximidade do verão e a expectativa de chuvas, os alertas contra o mosquito Aedes aegypti transmissor da dengue, zika e chikungunya também aumentam. Na última semana, por exemplo, foi confirmada a segunda morte por dengue esse ano em Pernambuco.
De janeiro a novembro de 2017, foram 4.443 casos de dengue confirmados em Pernambuco e 14.574 notificados. No mesmo período de 2016, o número de casos suspeitos foi de 113.151, o que representa uma redução de 87,1%. Também esse ano foram notificados 4.331 casos de chikungunya, com 1.197 confirmações, e 690 de zika.
Apesar dessa melhora nos índices, 153 municípios pernambucanos estão em situação de risco elevado para transmissão de arboviroses, o que representa 83% de todo o estado. “Então, é preciso manter a vigilância e fazer o dever de casa. Aqui na UPAE nós temos uma equipe de manutenção que faz a vistoria de toda a nossa unidade, e é preciso que cada um faça sua parte”, ressalta a coordenadora de enfermagem, Graziella Franklin.
As arboviroses são um problema de saúde pública. Isso sem falar da relação entre a infecção pelo vírus da zika na gestação e a ocorrência da microcefalia em neonatos; da síndrome de Guillain-Barré; e do impacto econômico gerado por essas epidemias, que incluem os custos diretamente ligados à assistência, diminuição da produtividade e evasão de recursos oriundo das perdas com o turismo.
“A sociedade civil, assim como os serviços de saúde, educação e governo devem continuar engajados nessa luta. Os casos de dengue no Brasil caíram em torno de 90%, mas todos os esforços de prevenção e combate ao Aedes aegypti devem ser mantidos. O cuidado dever ser constante com relação à eliminação de locais com água parada e possíveis criadouros do mosquito. Aqui no HDM nós fazemos esse trabalho de conscientização e esperamos que a nossa campanha também ressoe na região”, finaliza a diretora de atenção à saúde, Tatiana Cerqueira. 

 

ANNA MONTEIRO

Festa dançante traz Pedro Duarte para Sociedade 21 de Setembro em Petrolina

Publicado em Petrolina

A Noite Mais Linda do MundoForró, seresta e muita música nordestina vão dar o ritmo da festa ‘A Noite Mais Linda do Mundo’, que agita a Sociedade 21 de Setembro, no Centro de Petrolina, interior de Pernambuco, no próximo sábado (18). Para esquentar a noite dançante, quem comandará a festa será o cantor Pedro Duarte, além de um convidado surpresa. O evento, que retoma os tempos da brilhantina dos anos 70, 80 e 90, está com mesas e ingressos limitados.

Segundo a coordenação da Noite Mais Linda do Mundo, a festa deve começar por volta das 22h30, horário pensado para os amantes das serestas e os casais que buscam um momento a dois.  Interessados podem adquirir uma mesa através do telefone (87) 9 8171.8099.

Destaques

Festa ‘A Noite Mais Linda do Mundo’com Pedro Duarte e convidado surpresa

Sábado (18), às 22h30

Sociedade 21 de Setembro, Centro, Petrolina

Ingressos: R$ 100, à venda pelo telefone/Whatsapp: (87) 9 8171.8099.


 
 
 

CLAS Comunicação & Marketing

Reforma trabalhista é tema de workshop em Petrolina

Publicado em Petrolina

thumbnail IMG 1007O Sindicato dos Produtores Rurais (SPR) de Petrolina, no interior de Pernambuco, realizou um workshop sobre a reforma trabalhista nesta terça-feira (14). Com o tema ‘Como era e como ficou’, os cerca de 120 agricultores esclareceram dúvidas quanto às alterações na Consolidação das Leis do Trabalho (CLT), que começaram a entrar em vigor desde do último sábado.

Dentre os assuntos discutidos, foram abordados: convenção e acordo coletivos, jornada de trabalho, deslocamento, equiparação salarial, banco de horas, férias, extinção do contrato de trabalho e plano de demissão voluntária. A palestra foi ministrada pelo advogado e especialista do Direito do Trabalho, Marcelo Brandão, no auditório do Hotel Nobile Suites Del Rio (antigo Quality), que fica na orla 2 do município.

O evento foi marcado pelas intervenções dos produtores, que foram ao workshop cheios de dúvidas. Marcelo Brandão falou sobre as 200 alterações da nova legislação, fez uma análise sobre os pontos positivos e negativos da reforma e deu exemplos reais e práticos de como as mudanças vão influenciar na rotina produtiva dos agricultores. “Com a reforma trabalhista, os acordos coletivos que serão firmados entre vocês [produtores] e os trabalhadores, a partir de janeiro, terão mais valor que as normas legisladas. É o acordado sobre o legislado”, explicou ele.

De acordo com o gerente executivo do Sindicato dos Produtores Rurais, Flavio Diniz, o workshop atende a uma demanda da categoria. “As alterações nas leis trabalhistas foram muito significativas e o SPR atento a isso, busca atender aos anseios dos produtores, que estavam preocupados com a data base, os acordos e todos esses assuntos discutidos aqui”, ressaltou.

Profissional de Recursos Humanos de uma fazenda que abrirá em breve em Petrolina, Lívia Dourado também tinha muitas dúvidas quanto a reforma trabalhista. A empresa em que ela trabalha vai passar contratar agricultores do campo nos próximos meses, e a RH afirma que o evento chegou em bom horário. “Minhas dúvidas acabaram quando o advogado Marcelo Brandão passou a explicar o assunto, principalmente na parte do acordado sobre o legislado, que será algo muito relevante para a empresa”, disse.

---
CLAS Comunicação & Marketing

Projeto "Orla Nossa" leva educação ambiental para as instituições de Petrolina

Publicado em Petrolina

thumbnail arte educaçãoO projeto Orla Nossa inicia uma nova etapa: a educação ambiental para jovens e adultos. A proposta da ação é que a revitalização do Rio São Francisco seja também um objeto de transformação social. 

Idealizado pela Prefeitura de Petrolina, através da Agência Municipal do Meio Ambiente (AMMA),  o projeto pretende criar uma consciência ambiental para que as pessoas possam cuidar mais do rio. Para o diretor-presidente da AMMA, Rafael Oliveira, a ideia das palestras nasceu da procura de instituições para saber mais sobre o processo de revitalização do rio. “O Rio São Francisco é um assunto que está muito em alta, tanto pela falta de chuvas, quanto pelo processo de revitalização. Com o trabalho proposto pela prefeitura e desenvolvido pela AMMA, as instituições passaram a nos procurar para falar mais sobre o trabalho que vem sendo desenvolvido com o projeto Orla Nossa. Então, resolvemos abrir para todas as instituições interessadas”, comenta.

Já foram realizadas palestras para crianças de ensino infantil e fundamental, jovens e adultos de ensino médio e Ensino de Jovens e Adultos (EJA) e também para alunos de graduação e mestrado. O diretor de Projetos, Victor Flores, afirma que essa temática é válida para todos os públicos.  “Foram preparadas palestras para cada público específico, de acordo com o interesse de cada um. Para as crianças é feito um trabalho mais educativo, para que possam despertar uma maior consciência com aquele que é a nossa maior riqueza: o Rio São Francisco. Já para alunos de graduação e mestrado, é mais uma palestra técnica sobre o processo desenvolvido no programa Orla Nossa”, explica. 

As instituições interessadas podem entrar em contato com a AMMA e agendar palestras através do telefone 3861-4382.

Giomara Damasceno - AsCom Prefeitura de Petrolina