Divulgada lista dos artistas selecionados...

Publicado em Petrolina

...para 1º Bode Parede de Petrolina - PE.

thumbnail logoA coordenação da primeira edição do ‘Bode Parede’, projeto de intervenção artística e urbanística que vai colorir vários muros de Petrolina – PE, divulgou na manhã desta quarta-feira (27) a lista com o nome dos artistas que vão participar do evento.

Foram selecionados para o 1º Bode Parede de Petrolina, que vai acontecer no próximo mês de outubro, os artistas Lys Valentim, Rafael Sisant, Felipe Rhein, Jocélio Belo de Carvalho, Netão Ribeiro, Tacylla Kaline e Euri Mania. Segundo a produtora responsável pelo projeto e uma das curadoras, Luciana Carvalho, a produção entrará em contato com os participantes para acertar os detalhes.

“Vamos conversar com os artistas o modelo de participação de cada um, as técnicas propostas e uma ajuda de custo no valor de R$ 800,00 para cada uma das intervenções. Em breve estaremos divulgando também os locais dos muros e as datas para as pinturas”, adiantou.

O 1º Bode Parede de Petrolina reúne artistas selecionados por uma equipe de Curadoria formada pela própria Luciana Carvalho, além de Celso de Carvalho, Júnior Rocha e Cassio Lucena. DJs, rappers e artistas locais estarão animando as datas das pinturas do projeto, que tem apoio do Fundo Estadual de Incentivo à Cultura (Funcultura), Fundação do Patrimônio Histórico e Artístico de Pernambuco (Fundarpe) e do Governo Pernambuco em Ação. 

 


CLAS 

Fórum promove debate sobre as secas entre palestrante americano e produtores agrícolas

Publicado em Petrolina

Em rara oportunidade, evento evidenciou avanços e demandas tecnológicas para o convívio com as secas

posaqwUsar os recursos hídricos disponíveis de maneira produtiva e sustentável. A palestra ‘Eficiência do uso da água nas áreas de agricultura irrigada do Texas’, evento que reuniu lideranças do setor agropecuário em Petrolina, no interior de Pernambuco, evidenciou em uma rara oportunidade os avanços e demandas tecnológicas para o convívio com as secas no Sertão do estado. A conferência, que ocorreu na noite desta terça-feira (26), no Hotel Nobile Suítes Del Rio, trouxe o professor norte-americano, Glen Lorin Ritchie, da Texas Tech University, e já é considerada a maior reunião voltada para o tema, em 2017.

De acordo com dados do IBGE, cerca de 1,2 milhão de pessoas são atingidas pela seca no Sertão pernambucano.    Durante o evento, o presidente da Federação da Agricultura do Estado de Pernambuco (Faepe), Pio Guerra, chamou a atenção para esses números e afirmou que as três esferas de poder do país precisam estar atentas e realmente dispostas a efetivar políticas públicas eficientes. “A seca é regra aqui no Sertão, chuva é exceção.  Os poderes públicos não têm dado relevância nem apresentado propostas para o assunto, então temos que transformar essa inação política numa cobrança nossa, dos sertanejos e produtores”, salientou Guerra.

De passagem por Petrolina, onde foi o principal palestrante da noite, Glen Ritchie apresentou os tipos de irrigação praticados nos Estados Unidos, destacou o uso de aquíferos como provedores de água para a plantação e a necessidade de contar com métodos que visem o uso eficiente e econômico dos recursos hídricos disponíveis. O professor texano ainda explicou que um dos erros identificados pelos cientistas e produtores agrícolas americanos foi a forma similar de produção em solos totalmente diferentes. “É importante conhecer o solo que você está plantando de maneira a ter resultados produtivos”, ressaltou ele ao público.

Produtor de manga, coco e banana num lote de 7 hectares do Projeto de Irrigação Senador Nilo Coelho, na zona rural de Petrolina, Romildo Gonçalves, 50 anos, foi um dos que participou do diálogo gerado entre Ritchie e os produtores agrícolas. Segundo Romildo, sua participação na palestra se deu devido à atual situação do Rio São Francisco e à oportunidade de poder reciclar seus conhecimentos agrícolas. “Por causa da diminuição de volume do rio, fizemos mudanças no nosso sistema de irrigação e procuramos não ter vazamentos, desperdício nenhum de água”.

Produtores

A palestra desta terça é uma ação do Fórum Permanente de Convivência Produtiva com as Secas, promovido numa parceria entre a Faepe e Sebrae/PE com o apoio do Sindicato dos Produtores Rurais de Petrolina. O fórum tem o objetivo de servir como um espaço de debates sobre o assunto por instituições empresariais de modo a apresentar aos formuladores de políticas, governos e à sociedade, soluções para a convivência produtiva com as estiagens. 

O diretor superintendente do Sebrae/PE, Osvaldo Ramos, afirmou que a entidade considera importante trazer o fórum para Petrolina e disse que a presença ativa dos produtores lhe chamou a atenção. “Houve uma participação muito representativa deles, um alto grau de interesse em compreender o assunto e a realidade debatida, certamente que isso vai contribuir para a melhoria da produção local”, analisou.

Durante o dia, Osvaldo Ramos, o presidente da Faepe, Pio Guerra, e o presidente do Sindicato Rural, Jailson Lira, levaram Glen Ritchie para conhecer os sistemas de irrigação nos plantios de uva e manga das fazendas Vale das Uvas, no Serrote do Urubu, e Aracê, no Núcleo 4 do projeto Nilo Coelho. “O que vi lá me deixou impressionado, baseado no fato de que esta região também é bastante árida”, declarou o americano no fim da palestra.

 

CLAS 

Projeto realiza passeata e leva crianças para abraçarem o rio São Francisco

Publicado em Petrolina

thumbnail IMG 6887Uma passeata ecológica mobilizou estudantes, professores e pais de alunos na tarde desta segunda-feira (25) em Petrolina – PE. O movimento pela preservação, defesa e revitalização do Rio São Francisco começou na rua Aristarco Lopes e seguiu até a Orla Fluvial com muitas faixas e cartazes, música e conscientização sobre a importância da água.

A passeata, que faz parte da Culminância do Projeto ‘Há que se cuidar da vida’ - trabalhado junto aos alunos do Maternal 1 ao 1º Ano da Educação Infantil da escola – teve o ponto alto na Porta do Rio. Em meio a apresentações poéticas e solos de violão, as crianças com idades entre 2 e 6 anos recitaram cordéis dedicados ao Velho Chico e ouviram atentamente a professora Socorro Lacerda falar sobre seus livros ‘O mistério do sumiço do velho chico’ e ‘Vira-vira violeta’.

E, para completar o encontro ao por do sol, todos foram convidados a darem as mãos e num grande abraço simbólico cantaram a música ‘Boato Ribeirinho’, de Wilson Duarte, Wilson Freitas e Nilton Freitas. Para o produtor cultural Celso de Carvalho, pai do aluno Celso Régis, a participação de toda sociedade em defesa dessa causa é muito válida.

“Tem duas forças importantes envolvidas nesta tarde. Primeiro é a própria ação da gente em abraçar esta luta tendo em vista a grave situação do rio. Depois é a questão educativa que conscientiza as crianças a também perceberem que elas devem se posicionar, ir pra rua, fazer seus cartazes e lutar pelo nosso rio”, pontuou.

A culminância do projeto ‘Há que se cuidar da vida’ prossegue nesta quarta-feira (27), durante todo o dia, com uma exposição de artes plásticas no Plenus Orla e, na sexta-feira (29), os alunos fazem uma série de apresentações artísticas às 7h30 e às 13h30 também no palco do Plenus Orla.

Em outubro de 2015, o projeto pedagógico ‘Há que se cuidar da vida’ recebeu por unanimidade da Câmara de Vereadores de Petrolina uma Moção de Aplausos.

 thumbnail IMG 6819
---
CLAS

Senador participa de evento comemorativo do MST em Petrolina

Publicado em Petrolina

Foto HC MST PetrolinaO líder da Oposição no Senado, Humberto Costa (PT-PE),  participou de um ato com 900 famílias do Movimento dos Sem-Terra (MST) no acampamento Pontal em Petrolina, no sertão pernambucano. O evento foi em comemoração pela liminar expedida por uma juíza que cancelou a reintegração de posse que iria retirar todas as famílias do acampamento no dia 12 de setembro e permitiu que elas continuassem no local, morando e trabalhando na agricultura familiar.
"Essas pessoas estão no Pontal há bastante tempo e já provaram que podem produzir nesta terra melhor do que os empresários que nunca fizeram nada nesta área. Agora, precisamos nos unir mais ainda para que a decisão dessa juíza seja realmente definitiva", afirmou Humberto.
Estavam presentes no almoço de comemoração a vereadora do PT de Petrolina Cristina Costa e o deputado estadual Odacy Amorim (PT), que também estão engajados na luta em favor do MST para que as famílias continuem no acampamento Pontal de Petrolina.
Com a chegada dessas 900 famílias na região, o Pontal, que até então era improdutivo, mesmo tendo um grande canal passando por suas terras, passou a ser uma área de agricultura familiar. Com isso, o MST começou a explorar a região para subsistência daquelas famílias que passaram a morar naquele acampamento.
"Foi muito importante essa liminar que conseguimos com a juíza. Mas temos um grande trabalho pela frente. Precisamos garantir que as pessoas que estão aqui tenham garantia da posse das terras em que moram e que possam realmente sobreviver da agricultura familiar. Aqui tem um grande canal que deve ser devidamente aproveitado. O Ministério da Integração pode ajudar com isso e eu me coloco à disposição de ir em Brasília para ajudar a comunidade em mais essa conquista", se comprometeu o senador Humberto Costa.
 
Ascom HC/Natália Kozmhinsky

Fernando Filho debate com senadores privatização da Eletrobras; População pode participar enviando questionamentos

Publicado em Petrolina

Fernando FilhoO ministro de Minas e Energia, Fernando Coelho Filho, é o convidado da sessão conjunta das comissões de Serviços de Infraestrutura (CI) e de Assuntos Econômicos (CAE) prevista para esta terça-feira (26), às 8h30. O ministro deve debater com os senadores a proposta de privatização da Eletrobras.

A audiência conjunta da CAE e da CI será interativa. É possível enviar perguntas e comentários pelo Portal e-Cidadania ou pelo telefone 0800 612211.

O requerimento de realização da audiência foi apresentado pela senadora Vanessa Grazziotin (PCdoB-AM) e subscrito pelos senadores Fernando Bezerra Coelho (PMDB-PE), que é pai do ministro, Jorge Viana (PT-AC) e Hélio José (PMDB-DF).

“Dada a relevância do anúncio feito pelo governo, que inevitavelmente redundará em maiores custos ao contribuinte, além de colocar em xeque o emprego de milhares de trabalhadores, não há que se conceber o fato de o Parlamento brasileiro tomar conhecimento de tais medidas apenas pela imprensa”, justificou Vanessa no requerimento.

O tema já vem sendo discutido pelos senadores, no Plenário e em comissões. Na terça-feira (19), houve audiência pública com especialistas do setor elétrico na Comissão de Desenvolvimento Regional e Turismo (CDR).

 

Fonte Agência Senado